segunda-feira, setembro 30, 2013

Eu Li: O Solteirão - Carly Phillips


Título:
O Solteirão
Autora:
Carly Phillips
Editora:
Essencia
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Raina Chandler não sabe mais o que fazer para que os filhos se casem e lhe dêem netos. Eles são os três homens mais cobiçados da cidade, e talvez por isso eles não levem nenhuma a sério. Suspeitando que esteja prestes a ter um infarto, Raina corre ao hospital e descobre que tudo não passou de uma indigestão. Mas o diagnóstico é confidencial, e seus filhos não lhe negariam um último pedido se acreditassem que ela está gravemente doente. Os irmãos decidem lançar o destino à sorte. É neste momento que o caçula, Roman, reencontra Charlotte Bronson, seu primeiro amor. Mas quando se revêem, ambos sentem que, mesmo depois de 10 anos, a história entre eles está mal resolvida. Mas será que tão mal resolvida a ponto de fazer com que Roman queira se comprometer pelo resto de seus dias? Ou será que Charlotte teria de ceder e casar-se mesmo sabendo que o marido passará mais tempo fora do que dentro de casa?


“Se há um homem nesta cidade que você gostaria que invadisse sua casa e roubasse suas calcinhas, quem seria?” ... “Um Chandler, naturalmente.”

É isso mesmo, cara leitoras, a cidade de Yorkshire Falls está sob os olhos da polícia por causa desse crime... curioso. E o principal suspeito é um Chandler! A família de solteiros mais cobiçados da cidade. Roman, o caçula dos 3 irmãos Chandler e um repórter bem sucedido, está de volta à cidade depois que sua mãe foi parar na emergência com uma indisposição. Os irmãos dedicados, Chase, Rick e Roman fariam tudo por sua mãe, Raina, e ela sabe disso.

Então Raina, para conseguir seus tão sonhados netos e fazer com que seus filhos casem, inventou uma mentirinha para colocá-los na berlinda. Que tal: um princípio de infarto. Os filhos, preocupados com a saúde de Raina decidem jogar na sorte quem seria o *insira tom irônico* felizardo para virar um homem de família e pai.

PARABÉNS, ROMAN!

Agora, procura-se uma mulher que queria ser mãe e que não se importe com as idas e vindas do seu futuro marido delícia para fora da cidade constantemente. (Pra onde mando o currículo, man?) Certamente, Charlotte Bronson é a ultima mulher cotada para esse papel. Independente e com um trauma de infância (seu pai é um dos supracitados maridos que vão e voltam), Charlotte gosta de Yorkshire Falls e lá quer ficar. Seu negócio, uma loja de roupas intimas feminina, é um sucesso e está tudo muito bem, obrigada.

Exceto que... Roman, Roman... sua paixão de infância está de volta. E, ah, o sentimento é muito recíproco.

Enquanto Roman caça uma esposa ideal para seu plano, as calcinhas das mulheres da cidade estão sumindo misteriosamente. E, por conta de uma traquinagem na infância de Roman, ele é o principal suspeito. E as mulheres, em vez de trancar suas casas temerosas, deixam de portas abertas para que príncipe Roman venha roubá-las. (Taradhênhas!)

Charlotte sabe que Roman não seria capaz de roubar calcinhas alheias. Ela o conhece bem.  O amor é correspondido, mas a personalidade e o estilo de vida de ambos eram controversos. No entanto, a química dos dois é alucinante e explosiva. O primeiro reencontro no livro é: wow! E daí, só vai esquentando.

“A despeito das boas intenções, ela o conduzia até cair no abismo. Ele deu um passo à frente, encostando-a na parede até seus corpos se alinharem. Impossível não perceber a evidência do desejo dele...”

“O solteirão” é um livro divertidíssimo e mui caliente. Acho que esse é o primeiro chick-lit que leio em terceira pessoa. É muita informação de diversos personagens e a história fica bem carregada. Gostei da diversidade, mas creio que, eventualmente, o enredo se perdia entre tantos assuntos. A única coisa que incomodou, de fato, foi a forma que o diálogo era estabelecido: entre aspas. (Autores, não façam isso em casa, por favor.) As interações eram confusas e era necessário eu voltar algumas vezes para compreender direito.

Mas no que diz respeito à diversão, “O solteirão” é nota 10! Ri muito com os flertes profissionais entre Roman e Charlotte e das situações que eles se metiam. Sem falar no bendito ladrão de calcinha que rendeu umas gargalhadas a mais.

“O Solteirão” é o livro 1 da série “Chandler Brothers”. Espero encontrar os livros dos irmãos Chase e Rick para completar o amor em família. 





Fernanda Karen Estudante de Serviço Social com o coração no curso de Letras. Apaixonada por séries, dramas e café. Bookaholic irrecuperável e promiscua literária. Eventualmente estou trocando um de meus rins por livros muito desejados. (Qualquer coisa é só entrar em contato). Amo YA, ficção-fantasia, clássicos (brasileiros, portugueses, ingleses, latinos etc), chick-lits... Perceberam que meu preconceito literário é zero? Ops, quase zero; não leio auto-ajuda.

sábado, setembro 28, 2013

Chegou Pra Mim #77

Ae...como prometido semana passada, vídeo novo e do jeito certo ausuauhsuhahusuha. São muitos livros super lindos para mostrar pra vocês ;)  Não deixem de assistir e comentar!

Beijos!

terça-feira, setembro 24, 2013

Eu Li: Tipo Destino - Susane Colasanti



Título:
Tipo Destino
Autora:
Susane Colasanti
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason… Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era! Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele. Então, Erin viajou durante todo o verão…

Com personagens cativantes em suas manias e uma fascinação por signos, previsões e leituras de mãos, Tipo Destino conseguiu me cativar como eu não acreditei que ele faria. Seu enredo não é novo, com uma garota que se apaixona pela namorado da melhor amiga, mas as personalidades de Lani, Jason e Erin, juntamente com o toque de humor, fazem uma diferença significativa e agradável.

Lani adora horóscopos, leitura de cartas e mãos, e tudo que possa lhe mostrar e preparar um pouco mais para como será seu destino, pois Lani acredita muito em destino. Sua melhor amiga é leonina (como eu!) e ela vive ressaltando as inúmeras características do signo presentes em sua amiga (me identifiquei com muitas delas!! rsrs) o que só a faz acreditar mais ainda nisso.  Logo que Jason aparece em sua vida e demonstra ter tantas coisas em comum com ela, Lani se pergunta se o destino está mesmo fazendo isso com ela. 

O romance todo é bem tímido. Não há grandes cenas de amor, mas a delicadeza de tudo é muito fofa. O modo como o sentimento deles e as coisas em comum são demonstrados não deixa parecer algo forçado. E há muitas pitadas de humor, através de coisas bestinhas que eles fazem, mas que são engraçadas justamente por causa disso. Não são grandes demonstrações de amor, são pequenas e engraçadas coisas que eles têm em comum.  

Gostei mais do livro do que achei que faria, e isso é muito bom, pois significa que, de uma forma ou outra, ele me surpreendeu. Meu único porém é em relação a algumas atitudes de Lani, que se deixou manipular em nome de uma grande amizade, e ao final, que foi um pouco rápido e me deixou querendo saber um pouco mais sobre o 'depois'. Mas mesmo assim foi uma leitura bem proveitosa e apagou um pouco da má impressão que seu outro livro deixou em mim. 


segunda-feira, setembro 23, 2013

Chegou Pra Mim #76

Depois de muuuito tempo, finalmente mais um Chegou Pra Mim, e o melhor, em vídeo. Com minha segunda estante (sim, agora tenho duas estantes de livros! *-*) ainda não tinha chegado, eu estava sem uma boa posição para gravar o Chegou Pra Mim com uma estante ao fundo, mas agora esse problema foi resolvido e eu posso gravar novos vídeos \o/

Bom, esse vídeo não ficou lindo e perfeito por causa da posição que eu gravei e da qualidade da imagem(não sei porque diabos ficou assim, mas eu não podia deixar de mostrar alguns dos livros que chegaram. E tem muitos outros para mostrar! Aguardem os vídeos ;)




sexta-feira, setembro 20, 2013

Futuros Lançamentos da Editora Novo Conceito

Quem foi à Bienal do Livro do Rio de Janeiro em setembro desse ano e visitou o estande do Grupo Editorial Novo Conceito teve uma agradável surpresa: do lado de fora do estande estavam estampadas as capas de alguns dos futuros lançamentos da editora. Livros esperados há muito tempo, outros não tão conhecidos, mas todas as capas deixando os leitores super animados com a perspectiva desses lançamentos.

Eu não estive lá, mas a partir de fotos e relatos eu consegui montar uma pequena lista com alguns dos livros que podemos esperar da editora nos próximos meses, e gente, é muito livro legal! Muito YA famoso lá fora logo logo estará nas mãos e estantes dos leitores brasileiros \o/  Eu mesmo estou muito ansiosa para poder ler todos os livros da lista abaixo. E o melhor: a editora manteve as capas originais!!!! 

Confiram a lista e não deixem de comentar sobre os novos desejados de vocês rsrs.



Título Original:
Splintered

Título em Português (não confirmado):
Entre Dois Mundos

Esta estréia impressionante captura a loucura grotesca de um subterrâneo místico, bem como as angústias do primeiro amor e da independência de uma menina . Alyssa Gardner ouve os sussurros de insetos e flores - exatamente o que levou sua mãe a um hospital psiquiátrico anos antes. Esta maldição da família remonta ao sua antepassada Alice Liddell, a inspiração real para aventuras da Alice no País das Maravilhas de Lewis Carroll. Alyssa pode ser louca, mas ela consegue manter o equilíbrio. Por enquanto.

Quando a saúde mental de sua mãe piora, Alyssa aprende que o que ela achava que era ficção é baseada em uma realidade aterradora. O País das Maravilhas real é um lugar muito mais sombrio e confuso do que Lewis Carroll jamais deixou transparecer. Lá, Alyssa deve passar por uma série de testes, incluindo drenar um mar das lágrimas de Alice, acordar a festa do chá adormecido, e subjugar um Bandersnatch cruel para corrigir erros de Alice e salvar sua família. Ela também deve decidir em quem confiar: Jeb, seu melhor amigo lindo e paixão secreta, ou o sexy, mas suspeito Morpheus, seu guia através das Maravilhas, que pode ter seus próprios motivos sombrios.




Título Original:
The Coldest Girl In Coldtown

Título em Português (não confirmado):
A Menina Mais Fria da Cidade

Tana vive em um mundo onde existem cidades muradas chamadas Coldtowns. Nelas, monstros em quarentena e  seres humanos se misturam em uma mistura decadente e  sangrenta de predador e presa. O único problema é que, uma vez que você passar pelas portas de Coldtown, você nunca pode sair.

Uma manhã, depois de uma festa perfeitamente normal, Tana acorda cercada por cadáveres. Os únicos sobreviventes deste massacre são o seu irritantemente cativante ex-namorado, infectado e no limite, e um garoto misterioso com um terrível segredo. Abalada e determinada, Tana entra em uma corrida contra o relógio para salvar os três deles da única maneira que sabe: indo direto para o assustador, opulento coração de Coldtown.

A Garota Mais Fria da Cidade é uma história totalmente original de raiva e vingança, de culpa e horror, e de amor e ódio da best-seller e aclamada autora Holly Black.



Título Original:
Defiance

Título em Português (não confirmado):
Desafio
Enquanto as outras meninas na cercada de muralhas cidade-estado de Baalboden aprendem a costurar e dançar, Rachel Adams aprende a localizar e caçar. Enquanto elas se dobram à vontade de seus Protetores masculinos, ela usa a dela para prática da luta.

Quando o pai de Rachel não consegue retornar de uma missão de entrega e é declarado morto, o comandante brutal da cidade atribui a Rachel um novo Protetor: o aprendiz de seu pai, o Logan, o menino a quem ela declarou seu amor e que a dispensou dois anos antes. Deixada com nada além da feroz crença na sobrevivência de seu pai, Rachel decide fugir e encontrá-lo sozinha.

Enquanto Rachel e Logan lutam para atravessar o deserto, perseguidos por um monstro que não pode ser morto e um exército de assassinos em busca de sangue, eles descobrem o romance, desgosto, e uma verdade que vai incitar uma guerra de décadas. 




Título Original:
Origin

Título em Português (não confirmado):
Origem

Pia cresceu em um laboratório secreto escondido nas profundezas da floresta amazônica. Ela foi criada por uma equipe de cientistas que a criaram para ser o início de uma nova raça imortal. Mas, na noite de seu aniversário de dezessete anos, Pia descobre um buraco na cerca elétrica que circunda sua casa estéril - e foge para fora do complexo, pela primeira vez em sua vida.

Livre na selva, Pia atende Eio, um menino de uma aldeia próxima. Juntos, eles embarcam em uma corrida contra o tempo para descobrir a verdade sobre a origem do Pia - uma verdade com consequências mortais que irá mudar suas vidas para sempre.

Origin é belamente contada, uma nova forma chocante de olhar para um velho desejo: viver para sempre, não importa o custo.



Título Original:
Of Poseidon

Título em Português (não confirmado):
Poseidon

Galen é o príncipe da Syrena, enviado à terra para encontrar uma garota que ele ouviu que pode se comunicar com peixes. Emma está de férias na praia. Quando ela se encontra com  Galen -  literalmente, ai! - ambos os adolescentes sentem uma conexão. Mas vai demorar vários encontros, incluindo um mortal com um tubarão, para Galen estar convencido das habilidades de Emma. Agora, se ele pudesse convencer Emma de que ela é a chave para o seu reino ...

Contada a partir de ambos Emma e Galen pontos de vista, aqui está uma história de peixe-fora-de-água que brilha com humor, intriga, e ondas de romance.


Título Original:
Eve & Adam

Título em Português (não confirmado):
Adão e Eva

No início, havia uma maçã -

E então houve um acidente de carro, uma lesão horrível, e um hospital. Mas antes da cabeça Evening Spiker clarear, um garoto estranho chamado Solo está apressando-a para a unidade de pesquisa de sua mãe. Lá, sob os melhores cuidados disponíveis, Eva é deixada sozinha para se curar.

Justo quando Eva acha que vai morrer -  não de seus ferimentos, mas de tédio - sua mãe dá-lhe um projeto especial: criar o menino perfeito.

Usando uma simulação incrivelmente detalhada, Eva começa a construção de um menino a partir do zero. Eva  está criando Adão. E ele vai ser perfeito ... não vai?



Título Original:
Above

Título em Português (não confirmado):
Refúgio

Matthew ama Ariel desde o momento em que ele a encontrou nos túneis, com suas asas de abelha caindo. Eles vivem em Safe, um refúgio subterrâneo para aqueles que fogem da cidade Above - como Whsiper, que fala com fantasmas, e Jack Flash, que pode disparar raios de seus dedos.
Mas uma noite aterrorizante, um velho inimigo invade Safe com um exército de sombras, e somente Matthew, Ariel, e alguns amigos escapam de Above. Enquanto Matthew desvenda o mistério da história de Safe e do ataque dos sombras, ele percebe que ele deve encontrar uma maneira de reconstruir a sua casa, e não apenas para si, mas para Ariel, que precisa dele mais do que nunca.

Título Original:
When I Was Joe

Título em Português (não confirmado):
Quando Eu Era Joe

Quando Ty testemunha o assassinato a facadas de outro garoto ele identifica algumas pessoas muito perigosas e a polícia põe ele e sua mãe em um programa de proteção a testemunhas. Enquanto eles estão fazendo as malas, uma bomba de gasolina é lançada pela porta da frente de seu apartamento, destacando o extremo perigo que enfrentam. Com o passar dos meses, Ty torna-se Joe, recebe um novo visual e começa em uma nova escola. Para sua surpresa, ele descobre que está atraindo a atenção das meninas em sua classe, e ele começa a achar legal sua necessidade de esconder sua verdadeira identidade - ser Joe não é tão ruim. Sua habilidade como corredor é vista e ele começa a treinar com um estudante universitário, um usuário de cadeira de rodas que é um competidor paraolimpico, mas este tratamento especial atrai  ressentimento. De alguma forma, Joe continua chamando a atenção para si mesmo, apesar de seus esforços para permanecer anônimo. Em seguida, sua amada avó, em Londres, é gravemente ferida em um ataque projetado para atrair Ty para fora de seu esconderijo e demonstra a determinação implacável para silenciá-lo.
Este romance maravilhosamente emocionante e inteligente retrata comoventemente o confuso senso de identidade de Ty / Joe  em uma situação de extremo perigo - uma estreia notável de um grande novo talento da escrita. 


Título Original:
Maximum Ride - The Angel Experiment

Título em Português (não confirmado):
Maximum Ride - Projeto Anjo

Do autor best-seller James Patterson vem o atordoante e de tirar o fôlego inicio para uma serie de grande sucesso! Seis crianças inesquecíveis - sem famílias e casas - estão correndo por suas vidas. Max Ride e seus melhores amigos têm a capacidade de voar. E isso é apenas o começo de seus incríveis poderes. Mas eles não sabem de onde vêm, quem os está caçando, porque eles são diferentes de todos os outros seres humanos ... e se eles foram feitos para salvar a humanidade - ou destruí-la.

terça-feira, setembro 17, 2013

Eu Li: Não Posso me Apaixonar - Os Sullivans #3 - Bella Andre


Título:
Não Posso me Apaixonar
Autora:
Bella Andre
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Gabe Sullivan é um bombeiro de São Francisco que arrisca sua vida todos os dias. E sabe, por experiência própria, que não deve se envolver com as vítimas de incêndios. Megan Harris admite que deve tudo ao heroico bombeiro que entrou no prédio em chamas para salvar sua filha de sete anos. Ela lhe deve tudo, exceto seu coração, pois, após perder o marido, cinco anos antes, jurara nunca mais sofrer por amor e pela perda.
Contudo, quando Gabe e Megan se reencontram e as chamas incontroláveis do desejo se acendem, como ele poderia ignorar a coragem, a determinação e a beleza dela? E como ela poderia negar não apenas o forte vínculo de Gabe com sua filha, mas também a maneira como seus beijos carinhosamente sensuais a induziam a colocar em risco tudo o que manteve por tanto tempo?
A atração entre Gabe e Megan é irresistível, e se ambos não forem cuidadosos, correm o risco de se apaixonar.


Esta resenha vai falar um pouco sobre um dos livros da saga da família Sullivan, estes contam a história de oito irmãos e seus amores redentores, ou seja, aquele amor que mudou o norte deles para o sul dos seus respectivos amantes. Estes livros são de leitura rápida acerca de 300 paginas, e sem muita demora no desenrolar do contexto, e pouca interferência externa a não ser a participação dos outros membros da família uma vez ou outra, são livros carregados com cenas "calientes" altamente sensoriais e detalhistas, com intercalação de narrativas entre o casal principal. 

Nessa resenha estaremos abordando o terceiro livro da série, chamado "Não posso me apaixonar". Conta à história de Gabe Sullivan, o irmão bombeiro, eis ai mais um detalhe característico dos livros da série, a autora aparentemente colocou cada um deles como o melhor no que faz (em muitos sentidos, se é que deu para entender). Gabe é um bombeiro muito dedicado à família e a profissão que escolheu desde os cedo, e não permite outras vivências na vida, pelo menos não com tanto comprometimento e intensidade, devido a uma única experiência traumática ocorrida há cinco anos. Ele é descrito como o sonho de consumo de muitas mulheres (o que pode ser considerado ate um fetiche já que o cara é um bombeiro e tal...rsrs), lindo, sedutor, sexy, inteligente, sabe cozinhar, lavar roupa e acima de tudo AMA crianças.

E como o destino colocou fogo na sua vida amorosa (literalmente) no momento que ele teve que fazer um resgate de alto risco no terceiro andar de um prédio muito antigo, e acabou conhecendo a Megan, uma contadora autônoma, e que adquiriu o medo de arriscar, por ter receio de acabar gostando. E sua filha de sete anos Summer (que roubou a cena como um cupido muito inteligente). E de que forma eles três vão ter que se ajudar a deixar de lado o medo de amar novamente. 

"Ela é a antítese de uma vítima. – Gabe Sullivan"

Impressionante é a palavra que eu usaria para descrever como a autora começou o livro. Não pela emoção de uma casa em chamas (ops...spoiller) mas porque do segundo livro da saga para o terceiro foi uma continuação impecável. ALERTA MEGA SPOILLER: No segundo livro ele termina recebendo uma ligação para uma missão (ele tava de sobre aviso nos bombeiros), e no inicio do terceiro ele acabou de trocar de roupa e esta chegando ao local. 

Um detalhe interessante que percebo nessa série, é que um irmão sempre fica com ciúmes do outro por causa de suas mulheres, e como consequência sempre da para deduzir de quem será o próximo livro. Entendeu? Não, por exemplo, no primeiro livro que conta a história do Chase com a Chloe, quem ficou com ciúmes foi o Marcus, e logo o segundo livro foi dele com a Nick, e quem ficou com ciúmes foi o Gabe, que é o personagem principal desse livro, e quem acaba entrando na história é a Sophie.

Até o meio do livro me surpreendeu bastante a escrita criativa da autora, que por sinal levou 122 paginas de uma longa preliminar e 18 paginas em um único ate de amor entre Gabe e Megan. Mas quem de fato roubou a cena foi a Summer, com sua inteligência romântica para unir os dois, e seus dotes culinários tão bons aos sete anos.

É uma história de amor a ser vivida a três. E para esta leitora a frase que descreve a história deles, foi dita pela Boazinha:

"- Nem todas as histórias tem um final feliz. Mas isso não é motivo para torna-las menos interessantes."






Anne MagnoSou uma Assistente Social formada, especializada e apaixonada pelo assunto Família, e que adoro trabalhos voluntários. Na verdade sou uma apaixonada por muitas coisas tipo: doramas (coreanos por favor ^^, o meu favorito é Devil Beside You!!!), filmes, series de TV...mas nenhuma dessas paixões supera o meu amor por livro. Faço parte da comunidade Bookaholic com muito orgulho, e não tenho o habito de desistir de leituras. Os dois gêneros literários que mais leio são: romances (épicos) e/ou sobrenaturais (em especial os de vampiro).

quinta-feira, setembro 12, 2013

Eu Li: Limiar - Jessica Warman


Título:
Limiar
Autora:
Jessica Warman
Editora:
Galera
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Liz Valchar sempre teve tudo o que poderia desejar. Dinheiro, beleza, um namorado perfeito e, agora, uma festa de aniversário no iate particular, na companhia de seus cinco melhores amigos. Mas quando ela acorda no dia seguinte, percebe algo errado. Boiando na água, bem ali, entre o barco e o cais, está o corpo de uma adolescente. Ao observar melhor, Liz percebe horrorizada, que aquele é o seu corpo. E que ela está morta. A única companhia dela é Alex, um menino que morreu um ano antes em um acidente de carro. Juntos, tentarão solucionar o mistério da morte dela, reconstruindo seus últimos dias de vida.

Primeira coisa a ser falada sobre o livro: a capa. É linda, tanto pela tela do computador quanto pessoalmente. Segunda coisa: pensei que fosse mais fino, com umas 200 e poucas páginas, mas beira as 400. Terceira coisa: vai ser difícil escrever essa resenha.

Limiar conta a história de Liz Valchar, uma típica garota popular, que escolhe passar seu aniversário de 18 anos em um barco com seus melhores amigos. Pena que, no meio da noite, ela acorda com um barulho estranho, e ao verificar o que está causando o barulho descobre que é um cadáver, o seu próprio cadáver. Sim, Liz está morta, mas não se lembra de quase nada de sua vida, muito menos como morreu, nem se foi um acidente ou não. Junto com ela, nesse espaço entre vida e morte, está Alex Berg, um garoto que também morreu de forma misteriosa. 

Conforme vamos acompanhando Liz em sua busca por lembranças e algo que a ajude a resolver alguns dos muitos mistérios que permeiam sua morte, também vamos descobrindo qual o papel de Alex nisso tudo e o que sua morte tem a ver com a morte de Liz. Muitas vezes eu achava que era uma coisa e de repente alguma lembrança me fazia acreditar em algo totalmente diferente. Isso não me deixou confusa em nenhum momento, pelo contrário, me deixou mais curiosa para saber com as peças iam se encaixar. 

Não lembro de ter lido muitos livros onde o personagem principal se encontra em uma situação parecida com a de Liz, e mesmo entre os que eu li esse é o mais diferente. A abordagem da autora em relação ao amadurecimento da Liz, mesmo que tardio, não tem um quê de auto ajuda, é algo com tom de inevitável, de 'o que deveria ser'. Não é um livro feliz, e por isso mesmo não é uma leitura leve. As vezes você sente pena de Liz, outras vezes raiva. Na verdade isso acontece com todos os personagens em algum momento da leitura. Também é interessante irmos descobrindo junto com a personagem o que aconteceu.

É difícil chegar a uma conclusão sobre esse livro por que ao mesmo tempo em que adorei a leitura e não consegui largar até terminar, algumas vezes eu sentia que o livro estava se estendendo mais do que deveria. Não se foi a curiosidade excessiva que ele despertou, ou um pouco de tédio por causa da demora, só sei que em alguns momentos eu tive vontade pular umas páginas só para chegar logo ao final e descobrir tudo. Eu também esperava um algo mais que eu ainda não descobri. Um final mais feliz? Mais ação? Saber como é o depois na opinião da autora? 

Enfim, Limiar deve estar presente em sua lista de próximas leituras. É diferente das abordagens que eu já vi sobre o tema, e envolve mistério e um romance muito bonito e sincero, que te deixa com um dó danado de grande dos personagens. Já coloquei os outros livros da Jessica na minha wishlist ;)


terça-feira, setembro 10, 2013

Eu Li: Segredos Revelados - Fern Michaels


Título:
Segredos Revelados
Autora:
Fern Michaels
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar: 
Submarino | Saraiva | FNAC

Kate e Alex Rocket são abençoados com um casamento maravilhoso e uma casa adorável. Apesar de Kate ser incapaz de ter filhos, ela e Alex cuidam de Sara e Emily, as afetuosas filhas de seus bons amigos Don e Debbie Winter, como se fossem da família. Com uma ligação, tudo muda. Sara acusa Alex de um crime hediondo, criando uma briga entre os casais. Em um único momento, a vida deles se tornou um pesadelo sem fim. Kate só pode observar, impotente, enquanto seu marido inocente é condenado e mandado para a prisão. Quando uma tragédia ainda maior acontece, Kate não tem escolha a não ser transformar sua dor em raiva... Quando sua vida está no momento mais obscuro, Kate descobre uma força interior e uma solução arriscada para limpar o nome do marido — e arruinar a vida daqueles que destruíram tudo que ela construiu com Alex. Mas o maior desafio de Kate será vingar Alex sem ter seu futuro perdido — e um novo amor precioso. Enquanto Kate tiver coragem e esperança, talvez ela não perca tudo...

Quando eu peguei esse livro para resenhar imaginava que se tratava de um romance contemporâneo para adultos escrito por uma escritora madura no meio literário, a americana que ama imensamente cachorros e bate um papinho com fantasmas esporadicamente em sua casa, autora essa chamada Fern Michaels.

Comecei a leitura com muita calma para sentir o livro e me apropriar dos detalhes, só que ate a pagina 30, já estava achando que esta história esta mais para um thriller ou suspense, e nessa altura eu comecei a tecer o final na minha mente, e posso afirmar com toda a minha convicção que eu jamais poderia imaginar o final descrito pela autora.

Inicialmente o livro conta a historia de duas famílias amigas, mas sem nada em comum, e que por motivos que ate o final do livro eu desconhecia, criaram o hábito de se reunirem nas férias.A família abastada e louca, na minha humilde opinião, é constituída por Don “o” pai próspero e sem saco para aturar a mulher troféu que escolheu, Debbie a mulher troféu insuportável que em uma passagem do livro chama a filha mais velha de “vadiazinha” e que aceita tudo da filha mais nova, Emyli a filha mais velha e normal do casal, e por fim Sara a filha mais nova, mimada e fisicamente muito avantajada, que adora sobremesas. Esta é a família Winter, que se esforça muito para aparentar ser a família modelo perfeita na vizinhança.

E antagonizando estes citados acima, temos a família Rocket, formada por Alex e Kate, ele é herdeiro único de sua família e comprou o canil da família de Kate, ela é uma chef de cozinha oleira, famosa na região, que ama incondicionalmente seu marido, mas se culpa por não poder ter filhos. O amor entre eles é tão romântico e verdadeiro.

Ate a metade do livro eu continuava pensando assim, entre possíveis mentiras, história mal contadas, muitas, muitas mesmo pontas soltas... E em meio a um julgamento em que o advogado do acusado ganhou 25 mil dólares para fazer uma defesa “mal e porcamente”, eu me vi tendo que desconstruir o final que eu já avistava no livro. E decidi continuar a ler o livro pensando desse jeito: NÃO SE APEGUE AS PERSONAGENS, QUALQUER UM DELES PODE SER O CULPADO, ATE QUE A AUTORA PROVE O CONTRÁRIO. Isso me ajudou a devorar o livro para saber o que de fato tinha acontecido com o Alex Rocket.

Gente esse livro é muito cheio de perguntas sem respostas ate o final, e você se aflige com as reviravoltas da autora que adora assustar a gente com um novo fato. Outro ponto importante da narrativa é a rápida passagem de tempo que a autora faz. Em um capitulo se passaram três meses, cinco capítulos depois se passaram sete anos. E o que é surpreendente é que a autora não se perde na narrativa e aparentemente não toma partido de personagem nenhum. Eu definitivamente me surpreendi com o livro.

Enfim, quando eu terminei de ler o livro eu estava envolta em muito mistério, segredos, injustiças... E tenho de admitir a autora se superou na conclusão do livro, a meu ver nenhuma ponta solta, inicio, meio e fim escritos linearmente.



Anne Magno Sou uma Assistente Social formada, especializada e apaixonada pelo assunto Família, e que adoro trabalhos voluntários. Na verdade sou uma apaixonada por muitas coisas tipo: doramas (coreanos por favor ^^, o meu favorito é Devil Beside You!!!), filmes, series de TV...mas nenhuma dessas paixões supera o meu amor por livro. Faço parte da comunidade Bookaholic com muito orgulho, e não tenho o habito de desistir de leituras. Os dois gêneros literários que mais leio são: romances (épicos) e/ou sobrenaturais (em especial os de vampiro).

Divulgada a capa de O Cavaleiro de Bronze, de Paullina Simons

A Novo Século divulgou a capa de seu futuro lançamento, O Cavaleiro de Bronze, primeiro volume da série homônima, que conta a história de amor de Tatiana, uma jovem russa, e Alexander, um soldado alemão, na época da Segunda Guerra Mundial. É um romance muito famoso internacionalmente e que já conquistou milhares de fãs pelo mundo.

Eu mesma conheci esse livro há algum tempo e desde então está na fila de leitura, mas o tempo não deixou. É um daqueles livros que só de ler a sinopse eu me apaixonei. Adoro romances ambientados na guerra e tenho uma sensação tão boa e a o mesmo tempo angustiante por saber que vou ter que acompanhar os sofrimentos de personagens pelos quais eu sei que vou em apaixonar. Creio que vá ser um sucesso e tanto aqui ♥. 



O céu de ouro, o crepúsculo translúcido, as noites brancas, tudo seguro pelas promessas da juventude, do amor e da eterna renovação. A guerra ainda não alcançou essa cidade de grandeza em decadência e as vidas de duas irmãs, Tatiana e Dasha Metanova, que partilham um quarto individual em um apartamento apertado com o irmão e os pais. Seu mundo vira de cabeça para baixo quando os exército de Hitler atacam a Rússia e começam seu cerco irrefreável a Leningrado. No entanto, há uma luz na escuridão. Tatiana conhece Alexander, um jovem oficial do Exército Vermelho. Forte e auto-confiante, ainda que guarde um passado misterioso e pertubador, é atraído por Tatiana - e ela por ele. Fome, desespero e medo logo mergulham a cidade durante o terrível inverno do impiedoso cerco alemão. O amor impossível de Tatiana e Alexander ameaça destruir a família Metanova e expôr o perigoso segredo que tão cuidadosamente Alexander protege - um segredo tão devastador quanto a própria guerra. Os enamorados são levados pelas marés brutais que vão mudar o mundo e suas vidas para sempre...

sexta-feira, setembro 06, 2013

Eu Li: Easy - Tammara Webber


Título:
Easy
Autora:
Tammara Webber
Editora:
Penguin Books Ltda.
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Quando Jacqueline segue seu namorado de longa data para a faculdade de escolha dele, a última coisa que ela espera é um rompimento. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para a sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade estadual ao invés de um conservatório de música, ignorada pelo seu antigo grupo de amigos, perseguida pelo irmão de fraternidade de seu ex, e se dando mal em uma matéria pela primeira vez em sua vida.
Seu professor de economia lhe dá o e-mail de Landon, o tutor da matéria, que mostra que ela ainda é a mesma garota inteligente que sempre foi. Quando Jacqueline se torna interessada mais em seu tutor do que em uma nota melhor, suas respostas provocantes fazem parecer que o sentimento é mútuo. Há apenas um problema - suas interações são apenas através de e-mail.
Enquanto isso, um rapaz em sua classe de economia comprova seu valor na primeira noite ela o conhece. Nada como seu ex popular ou seu tutor inteligente, Lucas senta na fileira de trás, desenhando em um caderno e olhando para ela. Em um clube no centro, ele desaparece depois de várias danças que a deixam muito 'quente' . Quando ele pergunta se pode desenhá-la, sozinha em seu quarto, ela aceita - esperando por mais.
Então Jacqueline descobre uma conexão entre seu solidário tutor e seu colega sedutor, seu ex volta à cena, e seu perseguidor aumenta sua atenção ao espalhar rumores de que eles têm algo. De repente, as aparências são tudo, e saber em quem confiar é tudo menos fácil.

Bom, é a segunda vez que eu leio esse livro.  Easy esteve em minhas mãos pela primeira vez em inglês, bem na época em todas as blogueiras internacionais estavam surtando loucamente com o livro, se derramando em elogios e tudo o mais. Como eu já tinha conhecido livros ótimos através das mesmas blogueiras surtadas, resolvi ler Easy também. Bem, não dizem que a segunda vez é ainda melhor? *;*

Pois bem, nem tudo me agradou na primeira leitura. Não é realmente um grande mistério qual a ligação entre Landon e Lucas (alguém não sabe ainda?), e isso tirou um pouco a graça. Essa história de garota que abandona os sonhos para ir atrás do namorado também rendeu um revirar de olhos de minha parte. E eu também li com muita pressa, com muita vontade de chegar nas cenas de romance (estava em período carente okay?) e acabei perdendo alguns detalhes da narrativa.

Na segunda vez eu já li com mais calma e pude aproveitar tudo de bom que o livro tem a oferecer. Prestei mais atenção aos detalhes, à descrição dos personagens e aos seus temperamentos. Jacqueline recebeu mais alguns revirar de olhos, mas Lucas recebeu toda minha paixão literária (meus outros amores literários, não fiquem com ciúmes okay? AMO todos vocês!!! rs). Nossa, ele é muito sensual, e a autora conseguiu transmitir isso na narrativa. E as cenas calientes entre os protagonistas? Nossa, precisei me afastar do livro em  alguns momentos para poder respirar!

Eu sou romântica assumida, e adoro livros que tenham drama e romance de maneira equilibrada e inseridos em histórias, se não originais, mas bem construídas, mesmo que tenham como base vários clichês. Easy é assim, com seus clichês, mas mesmo assim totalmente apaixonante e envolvente, com cenas calientes e que te deixam querendo mais história, mais drama, mais romance, para que o livro demore mais a acabar. Eu adorei Easy e sei que as românticas de plantão fãs de um bom New Adult vão surtar muito com o livro e colocar o Lucas na lista de 2013 do Piriguetagem Literária o/



quarta-feira, setembro 04, 2013

Eu Li: Sangue na Neve - Lisa Gardner


Título:
Sangue na Neve
Autora:
Lisa Gardner
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

A policial Tessa Leoni matou seu marido, Brian Darby, em legítima defesa. A arma do crime está à vista de todos e os hematomas no corpo de Tessa confirmam a ocorrência. A policial também não fez questão de fugir, ou de arrumar qualquer justificativa para explicar aquele corpo estendido no chão da cozinha, portanto, aparentemente, o que a investigadora D.D.Warren tem à sua frente é o desfecho de uma briga doméstica. Um caso simples. No entanto, ao abrir o inquérito, D. D. terá uma surpresa: este não é o primeiro homicídio de Tessa Leoni e — afinal — onde está a filhinha de seis anos da policial? Será que a policial Leoni realmente atirou em seu marido para matá-lo? Uma mãe seria capaz de prejudicar intencionalmente sua filha? D. D. Warren, a experiente detetive que acredita que desvendar um caso é como mergulhar na vida do criminoso, enfrentará mais uma investigação que a levará a uma busca frenética por uma criança desaparecida enquanto tenta encaixar as peças de um mistério familiar que a levará a quebrar os muros do corporativismo policial.

Já disse aqui no blog que tenho uma queda por romances policiais, e o primeiro livro da Lisa Gardner que eu li me surpreendeu bastante. Quando soube que outro livro dela ia ser lançado eu fiquei animada, mas acabei adiando a leitura por muito tempo. Fim de semana passado ele olhou pra mim, eu olhei pra ele, e acabei lendo tudo em uma manhã só.

É um livro muito interessante por que a primeira vista o caso é simples, com a policial estadual Tessa Leoni tendo assassinado o marido me legítima defesa por ter apanhado dele. Mas sua filha de 6 anos desapareceu, e esse fato não se encaixa no contexto do assassinato. E aí começam a aparecer pistas e evidências que contradizem o que foi achado na cena do crime, e então a detetive D.D. Warren e o detetive Bobby Dodge tentam entender o que realmente aconteceu com Tessa e a menininha Sophie que está desaparecida. Tudo isso enquanto temos flashes do ponto de vista de Tessa do que realmente aconteceu, o que nos faz realizar nossa própria investigação e tentar descobrir tudo antes do final.

É um livro bem escrito, com a trama bem desenvolvida e pistas bem colocadas. Você fica pensando e questionando o que foi escrito para tentar desvendar um pouco do mistério, e enquanto vai desvendando vai ficando de queixo caído com o que aconteceu de verdade. Adorei o livro, muito bom mesmo, mas uma trama policial para ser bem recomendado por aí, pois te põe para pensar e analisar os fatos e te faz um aprendiz de investigador policial.  É um livro grande, mas fácil de ser lido por causa da ação frenética que é descobrir quem levou Sophie e porque Tessa matou realmente o marido. Muito, muito bom!




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo