Eu Li: Uma paixão e nada mais - Mary Balogh

Título:
Uma paixão e nada mais
Autora:
Mary Balogh
Editora:
Arqueiro
Ano:
2019
Série:
O clube dos sobreviventes #4

Adicione ao Skoob


Ao voltar para casa depois das Guerras Napoleônicas, Flavian, o visconde de Ponsonby, ficou arrasado ao ser abandonado pela noiva.

Agora a mulher que partiu seu coração está de volta, e todos estão ansiosos para que eles reatem o noivado. Exceto Flavian, que, em pânico, corre para os braços de uma jovem sensível e encantadora.
Apesar de ter sido casada por quase cinco anos, a viúva Agnes Keeping nunca se apaixonou, nem quer se apaixonar. Aos 26 anos, ela prefere manter o controle de suas emoções e de sua vida. Porém, ao conhecer o carismático Flavian, fica tão arrebatada que acaba aceitando seu impetuoso pedido de casamento.
Quando descobre que Flavian pediu sua mão apenas para se vingar da antiga paixão, Agnes decide fugir. Mas Flavian não tem a menor intenção de deixar a esposa partir, principalmente após descobrir que, para sua própria surpresa, está completamente apaixonado por ela.
Olá meus queridos leitores... como estão as leituras de vocês este segundo semestre?

Já estamos em setembro... para 2020 falta pouquinho... e com isso seguimos com nossas ressacas literárias, lançamentos de livros maravilhosos e nossa querida torre de livros não lidos, e que vão ficando para depois pois você as vezes não consegue dizer não para você mesmo ao entrar em uma livraria ou em um site! Quem nunca, não é mesmo? E hoje temos mais uma dica de livro esperta para viciar e amar... mas vou logo avisando que o livro de hoje já começa tenso... afinal de contas quem gosta de ser traído?
Por Anne Magno

Quinta em Outra Língua #83 - Red White Royal Blue - Casey McQuiston

41150487. sy475
Título: 
Red White Royal Blue
Autor: 
Casey McQuiston
Editora: 
St. Martin's Griffin



O que pode acontecer quando o filho da presidenta dos Estados Unidos se apaixona pelo príncipe da Inglaterra?

Quando sua mãe foi eleita presidenta dos Estados Unidos, Alex Claremont-Diaz se tornou o novo queridinho da mídia norte-americana. Bonito, carismático e com personalidade forte, Alex tem tudo para seguir os passos de seus pais e conquistar uma carreira na política, como tanto deseja.

Mas quando sua família é convidada para o casamento real do príncipe britânico Philip, Alex tem que encarar o seu primeiro desafio diplomático: lidar com Henry, irmão mais novo de Philip, o príncipe mais adorado do mundo, com quem ele é constantemente comparado ― e que ele não suporta.

O encontro entre os dois sai pior do que o esperado, e no dia seguinte todos os jornais do mundo estampam fotos de Alex e Henry caídos em cima do bolo real, insinuando uma briga séria entre os dois.

Para evitar um desastre diplomático, eles passam um fim de semana fingindo ser melhores amigos e não demora para que essa relação evolua para algo que nenhum dos dois poderia imaginar ― e que não tem nenhuma chance de dar certo. Ou tem?


description
Meus filhos 
Olha eu aqui! Depois de um longo e tenebroso e inverno, chego com resenha desse livro incrível, perfeito e maravilhoso!! Acho que o momento para essa resenha é muito oportuno, levando em consideração a censura na Bienal do Livro do Rio de Janeiro para livros LGBT. 

Além disso o lançamento de Red White Royal Blue no Brasil é dia 4 de novembro pela editora seguinte e já ta na pré-venda com o nome: Vermelho, branco e sangue azul (AHHHHH). 
Por Vivian Cardoso

Bienal do Livro do RJ e a celebração da arte

A Bienal do Livro do Rio de Janeiro aconteceu entre os dias 30 de agosto a 08 de setembro e além de todos os feelings que um evento desse porte proporciona, também houveram acontecimentos importantes que precisamos constar. 
Tive oportunidade de participar do último final de semana do evento e, meus amores, os dias ferveram! 

Vem voar nos livros comigo aaaa

O youtuber Felipe Neto comprou e distribuiu 14 mil livros de temáticas LGBTs que, durante a semana anterior, foi censurado (essa é a palavra adequada) pelo prefeito da cidade do Rio de Janeiro.
Para ser mais específica, a HQ da Marvel "Vingadores, a Cruzada das Crianças'", do roteirista Allan Heinberg, que tem uma imagem de beijo entre dois homens foi entendido pelo senhor prefeito como agressivo para crianças.
Esta imagem: 



Desde então, a prefeitura usou de seu poder para "fiscalizar" com ameaças de confisco dos livros, caso eles não estivessem embalados. 
Consto que a HQ não contem conteúdo pornográfico e está liberado as crianças lerem, caso seja do entendimento dos pais, visto que menores de 18 anos são tutelados por seus responsáveis legais. Eu duvido esse fato seja difícil de entender por parte do prefeito então só me resta apontar o obvio: o moralismo, que é a pauta da vez no Brasil, quer impor as suas regras retrogradas e criminosas em nossas vidas. 

A censura sofrida na cidade do RJ foi completamente inversa aos eventos da nossa Feira Pan-Amazônica do Livro, em Belém. Foram trabalhadas e celebradas temáticas LGBTs, assim como obras de autorias de mulheres, negros e negras, indígenas e autores locais. Sai de Belém energizada de coisas boas e se deparar com essa realidade preocupante em outro território foi bem impactante.

No entanto, à nós, militantes da arte e da literatura, só resta lutar e resistir. 
Lutar pelo mundo que desejamos, com mais respeito e igualdade. 
Resistir as pessoas que querem ver outras pessoas invisibilizadas por não aceitarem suas singularidades e diferenças. 
Resistiremos e lutaremos sempre! 

A Bienal do Livro é um dos maiores eventos literários do país e a edição de 2019 é histórica. Livros diversos chegaram em mãos diversas e é esse o Brasil que queremos: um país leitor. 
No sábado a noite também teve um ato espontâneo onde leitores fizeram uma passeata aos gritos de "CENSURA NUNCA MAIS!". Os vídeos são de arrepiar e de uma esperança necessária. 
De fato, uma edição histórica, Bienal do RJ. 

Até a próxima, pessoal! 


Por Fernanda Karen

Eu li: Uma loucura e nada mais - Mary Balogh

Título:
Uma loucura e nada mais
Autora:
Mary Balogh
Editora:
Arqueiro
Ano:
2019
Série:
O clube dos sobreviventes #3

Adicione ao Skoob


TERCEIRO VOLUME DA SÉRIE CLUBE DOS SOBREVIVENTES.

Mary Balogh já vendeu mais de 100 mil exemplares pela Arqueiro e é presença constante na lista de mais vendidos do The New York Times. 
Depois de sobreviver às guerras napoleônicas, Sir Benedict Harper está lutando para seguir em frente e retomar as rédeas de sua vida. O que ele nunca imaginou era que essa esperança viesse na forma de uma bela mulher, que também já teve sua parcela de sofrimento.
Após a morte do marido, Samantha McKay está à mercê dos sogros opressores, até que planeja uma fuga para o distante País de Gales para reivindicar uma casa que herdou. Como o cavalheiro que é, Ben insiste em acompanhá-la em sua jornada.
Ben deseja Samantha tanto quanto ela o deseja, mas tenta ser prudente. Afinal, o que uma alma ferida pode oferecer a uma mulher? Já Samantha está disposta a ir aonde o destino a levar, a deixar para trás o convívio com a alta sociedade e até mesmo a propriedade que é sua por direito, por esse...
Manas e manos... o livro de hoje tinha tudo para ser bem tristinho e gótico, mas a autora é tão 'safa' e mirabolante em escrever histórias épicas que até mesmo uma história com tantos elementos dramáticos inclusos ela conseguiu transformar em um romance de época que transborda personalidade e superação, mas acima de tudo autodescobrimento. Na verdade toda essa série de livros chamada "clube dos sobreviventes" possui histórias de superação. E espero ansiosa cada novo lançamento!
Por Anne Magno

Quinta em outra língua- In Bead With The Beast - Tara Sivec

Título:
In Bed With The Beast
Autora:
Tara Sivec
Editora:
Swerve
Série:
The Naughty Princess Club #2
Ano:
2018

Adicione ao Skoob


A tale as old as time: she needs a place to stay, he's a grump with a secret and an extra room...can love find a way?
Meet the Naughty Princess Club, a series from USA Today bestselling author Tara Sivec that brings readers to Fairytale Lane and the hilarity—and romance—that three women fall into once they decide to strut their stuff and bring on their own happily ever after.
Living in her overprotective dad’s basement, shy Belle lives her life through books. Being a part of the Naughty Princess Club is the first adventure she’s ever had, plus she desperately needs the money to save one of her favorite places - the local library.
But when her new friends and new business gets her kicked out of her dad’s house, Belle is rescued by the surly Vincent “Beast” Adams who invites her to be his house guest until she gets back on her feet. Despite his attitude problem and long list of rules, Belle finds herself warming to the muscled man with a penchant for growling and starts seeing a gentle side to him that wasn’t there before.
Yet there’s a room that Beast keeps locked and Belle keeps getting hints that Beast is hiding something…can a nerdy librarian tame the beast or will their romance be over before it has a chance to blossom?
Quem acompanha as resenhas do blog sabe que em junho tivemos um surto da colunista que vos escreve quando a Renata Pamplona emprestou (calma amiga, tá seguro e guardadinho no meu quarto o seu livro) o primeiro livro deste série chamado "No Badalar da Meia-Noite". Agora imagine a minha 'cuira' ao descobrir que o segundo e o terceiro livro da série já estão sendo publicados aqui no Brasil... é só uma questão de dias até eu poder ter o meu. Me alegro em dizer que a 'cuira' (coceira, inquietação ou curiosidade exacerbada) venceu e hoje temos resenha em primeira mão do segundo livro da série para você já ir entrando no clima do lançamento do livro.
Por Anne Magno