Pensando bem... Amazon Prime!

Quem gosta de comprar livros pela internet por certo conhece este sorrisinho canalha... afinal de contas ele representa uma empresa que já tem o coração e a carteira de muita gente na mão, não é mesmo? 

A Amazon é responsável por muitos dos meus surtos consumistas de bookaholic. Os presos sempre vão ser um atrativo a todos, mesmo para nós que moramos no norte e padecemos do valor descarado do frete.

Algumas pessoas sempre marcam de comprar com amigos pois, assim com o montante maior no valor do pedido, conseguem o frete gratuito para nossa região. É, o norte do pais sempre padecendo com os fretes... mas este ano eis que surge uma nova possibilidade, digamos que uma esperança no fim do túnel para alguns consumidores da Amazon.
Por Anne Magno

Eu Li: De Repente - Nichole Chase

Título:
De Repente
Autora:
Nichole Chase
Editora:
Pandorga
Ano:
2015
Série:
Royal 1/3

Adicione ao Skoob


Samantha Rousseau é uma garota que está acostumada a sujar as mãos. Ela faz mestrado em biologia da vida selvagem enquanto ajuda a cuidar de seu pai doente. Logo, não tem tempo para fofocas de celebridades, roupas da moda ou férias em algum paraíso do Caribe.
Quando a duquesa do pequeno país da Lilaria a convida para jantar, Samantha pensa que é para discutir uma doação para sua pesquisa universitária. Mas a verdade mudará o curso de sua vida de uma maneira que ela nunca sonhou.
Alex D’Lynsal, príncipe da Lilaria, já rendeu muitas manchetes escandalosas à imprensa. Mas as últimas fotos divulgadas o levaram a fugir para a América e desistir de vez das mulheres. Isto é, até ele conhecer Samantha! Ela é teimosa, determinada e incrivelmente sexy. Sem mencionar que é herdeira de um Estado inteiro, o que a coloca constantemente na primeira página de qualquer jornal.
Enquanto Sam aprende a viver em um mundo de política e riqueza, ela também precisa se esquivar de seus sentimentos crescentes por Alex. Afinal, se entregar a eles significaria mais do que apenas se apaixonar; significaria aceitar o peso de uma nação sobre seus ombros.

Oi, gente! Como estamos? Espero que todos estejam bem e com leituras correndo tranquilamente sem ter de sentir as mazelas de uma ressaca literária daquelas! O ano está chegando ao fim e as leituras continuam as pilhas KKK Faz parte da vida de um bookaholic!
Por Anne Magno

Na Tela #26 - O ódio que você semeia

Olá, leitores!

Cá estou para mais uma indicação essencial para vocês. 
Não raro sou influenciada a ler livros por filmes e séries e o post de hoje trata de mais um exemplo desse. 
Durante a Festa Literária Pará Ler que aconteceu em Belém há algumas semanas tive a oportunidade de ter em mãos o filme "O ódio que você semeia". Eu já tinha o livro há um tempinho mas vocês sabem como é leitor afobado, né? Tem tanta coisa na estante que fica até difícil de escolher as leituras. No entanto, pós o filme foi uma decisão bem fácil.
Falarei um pouco de ambas as formas de arte, no meu ponto de vista, e fiquem a vontade para trocarmos figurinha sobre o assunto. 


Título:
O ódio que você semeia
Autora:
Angie Thomas
Editora:
Galera Record

Adicione à sua estante

Uma história juvenil repleta de choques de realidade. Um livro necessário em tempos tão cruéis e extremos.
Starr aprendeu com os pais, ainda muito nova, como uma pessoa negra deve se comportar na frente de um policial.
Não faça movimentos bruscos.
Deixe sempre as mãos à mostra.
Só fale quando te perguntarem algo.
Seja obediente.
Quando ela e seu amigo, Khalil, são parados por uma viatura, tudo o que Starr espera é que Khalil também conheça essas regras. Um movimento errado, uma suposição e os tiros disparam. De repente o amigo de infância da garota está no chão, coberto de sangue. Morto.
Em luto, indignada com a injustiça tão explícita que presenciou e vivendo em duas realidades tão distintas (durante o dia, estuda numa escola cara, com colegas brancos e muito ricos - no fim da aula, volta para seu bairro, periférico e negro, um gueto dominado pelas gangues e oprimido pela polícia), Starr precisa descobrir a sua voz. Precisa decidir o que fazer com o triste poder que recebeu ao ser a única testemunha de um crime que pode ter um desfecho tão injusto como seu início.
Acima de tudo Starr precisa fazer a coisa certa.
Angie Thomas, numa narrativa muito dinâmica, divertida, mas ainda assim, direta e firme, fala de racismo de uma forma nova para jovens leitores. Este é um livro que não se pode ignorar.
Por Fernanda Karen

Pensando Bem... o que foi essa tal Festa Literária?

Oi, gente... como estamos?

Esperamos que estejam todos bem, e curtindo suas leituras. Aqui pelo blog nós estamos ainda nos recuperando de um pós festa! Quem nunca, não é mesmo? Acontece que não foi qualquer festa, foi uma megafesta, feita especialmente para nós, Paraenses, com nossa cara, gostos, sons e amores. Não sacou ainda do que estamos falando? Égua! Vamos já te contar tudinho de como foi essa festa do babado.

Do dia 30 de outubro ao dia 03 de novembro aconteceu na Casa das Artes em Belém (admito que esta que vos fala não conhecia tal lugar esplêndido, e olha que eu sou daqui mesmo... sendo turista em minha própria terra... aff) localizada atrás da Basílica de Nazaré e ao Lado de nosso tão tradicional, Ita Center Parque. 

Neste lugar tipicamente paraense aconteceu o encontro entre música, gastronomia, ilustrações, movimentos sociais, vozes, cidades e livros... muitos livros! Todos os gêneros e do nosso jeitinho, com muita farinha.

Mas Anne, quem organizou essa festa literária? O governo do Estado através da Fundação Cultural do Pará. Eles pesquisaram bastante dentro de vários movimentos sociais culturais, e selecionaram muitas coisas incríveis para todos os gostos. Dá só uma olhadinha no tipo de programações que rolaram por lá:
Por Anne Magno

Eu li: Amor sob encomenda - Carina Rissi


Título:
Amor sob encomenda
Autora:
Carina Rissi
Editora:
Verus
Ano:
2019

Adicione ao skoob

Melissa Gouvêa está totalmente focada na profissão. Responsável pela situação financeira da família, incluindo o caro tratamento médico da mãe, a determinada assistente sonha em se tornar a produtora de eventos da Allure. Como se casar não faz parte de seus planos no momento, ela se assusta ao saber que o namorado foi visto comprando um anel de noivado. Mas Mel não devia ter se preocupado tanto, já que o anel não era para ela e, pior ainda, a Allure foi contratada para o cerimonial do canalha. Mesmo assim, Melissa aceita o maior desafio de todos: produzir o casamento do ex. A bagunça em sua vida aumenta quando ela se vê dividindo o apartamento com o cara mais irritante, cínico, atrevido - e muito lindo, infelizmente - que conhece. Melissa devia se concentrar em manter o que resta de seu coração a salvo e sobreviver ao casamento do ex. O problema é que o novo colega de apartamento confunde sua razão e seus batimentos cardíacos, despertando desejos avassaladores até então desconhecidos. Tarde demais, Mel se dá conta de que seu coração nunca correu tanto perigo. Amor sob encomenda vem cheio de humor, amor e emoção e apresenta uma história que nos fará refletir a respeito do que realmente é importante na vida.

Mais uma dica de livro irresistível da nossa já conhecida e amada Carina Rissi. Consto com tranquilidade que a autora é um dos grandes nomes do chick-lit nacional; se não o maior!
"Amor sob encomenda" em sua primeira semana já configura um dos livros mais vendidos de ficção no país e em um momento de crise que o mercado editorial está passando o fato é relevante e diz muito sobre o apelo de Carina Rissi para com seus leitores. (Fonte)

Por Fernanda Karen