Eu Li: Um cavalheiro a bordo - Julia Quinn

Título:
Um cavalheiro a bordo
Autora:
Julia Quinn
Editora:
Arqueiro
Ano:
2019
Série:
Os Rokesbys #3

Adicione ao Skoob


Ela estava no lugar errado…

Durante um passeio pela costa, a independente e aventureira Poppy Bridgerton fica agradavelmente surpresa ao descobrir um esconderijo de contrabandistas dentro de uma caverna.
Mas seu deleite se transforma em desespero quando dois piratas a sequestram e a levam a bordo de seu navio, deixando-a amarrada e amordaçada na cama do capitão.
Ele a encontrou na hora errada…
Conhecido entre a alta sociedade como um cafajeste e um corsário inconsequente, o capitão Andrew James Rokesby na verdade transporta bens e documentos para o governo britânico.
No meio de uma viagem, ele fica assombrado ao encontrar uma mulher na sua cabine. Sem dúvida sua imaginação está lhe pregando peças. Mas, não, ela é bastante real – e sua missão para com a Coroa o deixa preso a ela.
Será que dois erros podem acabar no acerto mais maravilhoso de todos? Quando Andrew descobre que Poppy é uma Bridgerton, entende que provavelmente terá que se casar com ela para evitar um escândalo.
Em alto-mar, as disputas verbais entre os dois logo dão lugar a uma inebriante paixão. Mas depois que o segredo de Andrew for revelado, será que ele conseguirá conquistar o coração dela?

Oi gente... sejam bem-vindos novamente no blog, e já que o livro de hoje é um de meus amados romances de época, vamos começar a resenha de hoje parafraseando a primeira frase do livro Orgulho e Preconceito que é uma de minhas frases favoritas da Sra. Bennet: Se há uma Bridgerton solteira por certo ela encontrará um Rokesbys solteiro para se casar. Você que está pegando o navio já em alto mar e não pegou a referência, vamos lá as explicações. Este é o terceiro livro de uma série linda digna de Julia Quinn, mas no primeiro livro desta mesma série, "Uma dama fora dos padrões", Billie Bridgerton passa a conhecer melhor o filho mais velho da família Rokesbys, e no livro de hoje, "Um Cavalheiro a bordo" a prima dela, Srta. Poppy Brigerton, acaba passando por uma situação muito inusitada e 'esbarra' um outro Rokesbys. Ficou confuso? Então vamos logo a resenha que é mais emocionante.
Por Anne Magno

Garota Pai D'Égua na FLIPOP, enfim!


Para quem acompanhou as redes sociais do blog na semana passada já sabe que tive a oportunidade de participar pela primeira vez do Festival de Literatura POP, promovido pelo selo Seguinte da editora Companhia das Letras. Fiz uma cobertura intensa envolvendo fotos sem fim. 

Foto: editora Seguinte
Desde o seu surgimento em 2017, a FLIPOP sempre foi um objetivo para mim. No entanto, como o evento acontece em SP e moramos no Pará, a participação exige planejamento de rotina e, claro, financeiro. E em 2019 finalmente (!) deu tudo certo; bateu com meu período de férias da residência e deu para guardar o dinheiro necessário. Além disso, as datas foram divulgadas com um pouco mais de antecedência, o que contribuiu para as supracitadas situações felizes acima. 

A FLIPOP é organizada pela Editora Seguinte e neste teve apoio da Agência Página 7, Aleph, Astral Cultural, Avec Editora, Duplo Sentido Editorial, Editora Planeta Brasil, FTD Educação, Grupo Editorial Record, Harper Collins Brasil, LabPub, Morro Branco, Plataforma 21, Rico Editora, Rocco, todavia e Turista Literário.
Por Fernanda Karen

Eu Li: A dama mais desejada - Julia Quinn, Eloisa James, Connie Brockway

Título:
A dama mais desejada
Autoras:
Julia Quinn
Eloisa James
Connie Brockway
Editora:
Arqueiro
Ano:
2019
Série:
A dama mais... #1



PRIMEIRO VOLUME DA DUOLOGIA "A DAMA MAIS...".
Três das estrelas mais brilhantes dos romances de época convidam você para uma festa na casa de campo do ilustríssimo marquês de Finchley.
Hugh Dunne, o irresistível conde de Briarly, precisa de uma esposa. Para ajudá-lo, sua irmã convida as mais elegantes damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros, para uma festa em sua propriedade.
A reunião inclui a incrivelmente bela (e dolorosamente tímida) Gwendolyn Passmore, a sincera e adorável Katherine Peyton e a viúva lady Georgina Sorrell, além de alguns condes e até um arrojado herói de guerra.
Durante o evento, que promete ser o grande acontecimento da temporada, Hugh terá tempo suficiente para eleger a dama que mais deseja. A não ser que outro cavalheiro seja mais rápido.
Nesse caso, quem sabe ele acabe cortejando uma moça que definitivamente não está no mercado casamenteiro, e que vai exigir uma boa dose de perseverança...

Admito que ao descobrir que a editora Arqueiro iria publicar mais um livro colaborativo de Julia Quinn com outras autoras fiquei um tanto quanto receosa pois não curto muito livros nesse aspecto, porém ao já conhecer duas das três autoras, neste caso, e admirar seus trabalhos separadamente meus receios foram vencidos pela curiosidade incandescente nossa de cada dia, ao que sou muito grata, pois sem sombra de dúvidas este é um dos meus livros favoritos do ano de 2019. Facilmente está em meio top 5 de 2019!
Por Anne Magno

[Listopia] Filmes onde o clássico encontra o contemporâneo... na música!

Oi gente! Como estamos?

Estamos findando o primeiro semestre daqui há alguns parcos dias e minhas leituras voltaram a fluir muito bem. Mas entre uma leitura e outra é sempre bom dar uma parada e ouvir uma música gostosa, curtir uma saidinha rápida com os amigos, nem que seja só para se ver e matar a saudade que as redes sociais as vezes nos impõe. Curta a família, o cachorro ou a sua companhia... viva um pouco fora das páginas. Percebi que isso me ajudou muito a não ter tantas ressacas literárias constantes como estavam acontecendo com uma frequência devastadora na vida de uma blogueira literária.

Particularmente, quando não estou fazendo nenhuma dessas coisas maravilhosas, gosto de curtir música clássica. Mas não qualquer música clássica... eu amo os mashups que alguns musicistas fazem de músicas de rock ou contemporâneas em instrumentos clássicos. O meu favorito é o violinista David Garret... procurem um álbum chamado "Rocky Symphonies"!

Mas esse gosto peculiar não nasceu do nada... como todos sabemos também sou uma cinéfila. E esse musical nasceu de filmes que possuem trilhas sonoras e tramas envolvendo estes estilos diferentes de música. 

E por isso o post de hoje é uma pequena lista de alguns filmes que amo mesmo... mas que primeiro me ganharam pela soundtrack única. Eis aqui algumas dicas para variar um pouco entre uma e outra leitura sua:

Por Anne Magno

Masterpost: Magisterium - Cassandra Clara e Holly Black

Resultado de imagem para magisterium livros

Em homenagem ao lançamento do último livro de magisterium e ao evento que vai acontecer nesse sábado na livraria leitura, aqui vai um masterpost dessa série de magia pra deixar a gente afiado. 

Primeiramente, Magisterium é escrito por duas autoras maravilhosas: Cassandra Clare (rainha dos Caçadores de Sombras) e Holly Black (rainha dos livros com fadas). São duas autoras que eu amo de verdade e apesar de escreverem o mesmo tipo de livro e serem bastante amigas, elas têm um jeito muito particular de escrever e dar um rumo para seus personagens. 

Acho que o porquê de Magisterium ter dado certo se deve ao equilíbrio que a escrita de uma traz na outra. Enquanto Cassandra tem um ar mais fantasioso e engraçado, Holly já leva pra seriedade e aquele sarcasmo que a gente ama. 

Magisterium é uma escola de magia e cada um dos cinco livros representa um ano letivo na vida de Callum Hunt, nosso herói (ou até mesmo anti-herói). Os anos letivos da escola são classificados por metais. Então temos o ano de ferro, cobre, bronze, prata e ouro.

Por Vivian Cardoso