segunda-feira, setembro 30, 2013

Eu Li: O Solteirão - Carly Phillips


Título:
O Solteirão
Autora:
Carly Phillips
Editora:
Essencia
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Raina Chandler não sabe mais o que fazer para que os filhos se casem e lhe dêem netos. Eles são os três homens mais cobiçados da cidade, e talvez por isso eles não levem nenhuma a sério. Suspeitando que esteja prestes a ter um infarto, Raina corre ao hospital e descobre que tudo não passou de uma indigestão. Mas o diagnóstico é confidencial, e seus filhos não lhe negariam um último pedido se acreditassem que ela está gravemente doente. Os irmãos decidem lançar o destino à sorte. É neste momento que o caçula, Roman, reencontra Charlotte Bronson, seu primeiro amor. Mas quando se revêem, ambos sentem que, mesmo depois de 10 anos, a história entre eles está mal resolvida. Mas será que tão mal resolvida a ponto de fazer com que Roman queira se comprometer pelo resto de seus dias? Ou será que Charlotte teria de ceder e casar-se mesmo sabendo que o marido passará mais tempo fora do que dentro de casa?


“Se há um homem nesta cidade que você gostaria que invadisse sua casa e roubasse suas calcinhas, quem seria?” ... “Um Chandler, naturalmente.”

É isso mesmo, cara leitoras, a cidade de Yorkshire Falls está sob os olhos da polícia por causa desse crime... curioso. E o principal suspeito é um Chandler! A família de solteiros mais cobiçados da cidade. Roman, o caçula dos 3 irmãos Chandler e um repórter bem sucedido, está de volta à cidade depois que sua mãe foi parar na emergência com uma indisposição. Os irmãos dedicados, Chase, Rick e Roman fariam tudo por sua mãe, Raina, e ela sabe disso.

Então Raina, para conseguir seus tão sonhados netos e fazer com que seus filhos casem, inventou uma mentirinha para colocá-los na berlinda. Que tal: um princípio de infarto. Os filhos, preocupados com a saúde de Raina decidem jogar na sorte quem seria o *insira tom irônico* felizardo para virar um homem de família e pai.

PARABÉNS, ROMAN!

Agora, procura-se uma mulher que queria ser mãe e que não se importe com as idas e vindas do seu futuro marido delícia para fora da cidade constantemente. (Pra onde mando o currículo, man?) Certamente, Charlotte Bronson é a ultima mulher cotada para esse papel. Independente e com um trauma de infância (seu pai é um dos supracitados maridos que vão e voltam), Charlotte gosta de Yorkshire Falls e lá quer ficar. Seu negócio, uma loja de roupas intimas feminina, é um sucesso e está tudo muito bem, obrigada.

Exceto que... Roman, Roman... sua paixão de infância está de volta. E, ah, o sentimento é muito recíproco.

Enquanto Roman caça uma esposa ideal para seu plano, as calcinhas das mulheres da cidade estão sumindo misteriosamente. E, por conta de uma traquinagem na infância de Roman, ele é o principal suspeito. E as mulheres, em vez de trancar suas casas temerosas, deixam de portas abertas para que príncipe Roman venha roubá-las. (Taradhênhas!)

Charlotte sabe que Roman não seria capaz de roubar calcinhas alheias. Ela o conhece bem.  O amor é correspondido, mas a personalidade e o estilo de vida de ambos eram controversos. No entanto, a química dos dois é alucinante e explosiva. O primeiro reencontro no livro é: wow! E daí, só vai esquentando.

“A despeito das boas intenções, ela o conduzia até cair no abismo. Ele deu um passo à frente, encostando-a na parede até seus corpos se alinharem. Impossível não perceber a evidência do desejo dele...”

“O solteirão” é um livro divertidíssimo e mui caliente. Acho que esse é o primeiro chick-lit que leio em terceira pessoa. É muita informação de diversos personagens e a história fica bem carregada. Gostei da diversidade, mas creio que, eventualmente, o enredo se perdia entre tantos assuntos. A única coisa que incomodou, de fato, foi a forma que o diálogo era estabelecido: entre aspas. (Autores, não façam isso em casa, por favor.) As interações eram confusas e era necessário eu voltar algumas vezes para compreender direito.

Mas no que diz respeito à diversão, “O solteirão” é nota 10! Ri muito com os flertes profissionais entre Roman e Charlotte e das situações que eles se metiam. Sem falar no bendito ladrão de calcinha que rendeu umas gargalhadas a mais.

“O Solteirão” é o livro 1 da série “Chandler Brothers”. Espero encontrar os livros dos irmãos Chase e Rick para completar o amor em família. 





Fernanda Karen Estudante de Serviço Social com o coração no curso de Letras. Apaixonada por séries, dramas e café. Bookaholic irrecuperável e promiscua literária. Eventualmente estou trocando um de meus rins por livros muito desejados. (Qualquer coisa é só entrar em contato). Amo YA, ficção-fantasia, clássicos (brasileiros, portugueses, ingleses, latinos etc), chick-lits... Perceberam que meu preconceito literário é zero? Ops, quase zero; não leio auto-ajuda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo