quarta-feira, fevereiro 29, 2012

[Quinta Em Outra Língua #5] Legend - Marie Lu

Quinta em Outra Língua é um  meme criado pelo blog Amount of Words, com o objetivo de fazer resenhas ou comentar sobre o lançamento de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!




Título:
Legend
Autor:
Marie Lu
Editora: 
Putnam Juvenile
Onde Comprar:
Amazon | Book Depository

O que uma vez foi a parte ocidental dos Estados Unidos é agora a casa da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos.
Nascida em uma família de elite de um dos distritos mais ricos, June, 15 anos, é uma prodígio sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República.
Nascido na favela, Day, 15 anos, é o criminoso mais procurado do país, mas seus motivos podem não ser tão maliciosos quanto parecem.
De mundos bem diferentes, June e Day não tem razão para se cruzarem - até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Pego em um derradeiro jogo de gato e rato, Day está numa corrida pela sobrevivência de sua família, enquanto June procura vingança pela morte de Metias. Mas em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os juntou, e até onde seu país é capaz de ir para manter os seus segredos.


Distopia RULES! Legend RULES! Sim, desde que eu conheci esse gênero não lembro de ter lido nenhum livro distópico do qual não tenha gostado. Com Legend não foi diferente! Não tinha me sentido tão empolgada com uma distopia desde que li Jogos Vorazes.

Um pouco sobre a República: ela ocupa o lado ocidental do que antigamente eram os Estados Unidos, e vive em guerra com os Patriotas, que vivem na parte oriental. Todas as crianças, ao completarem 10 anos, são submetidas a um teste, tipo um teste de Q.I e habilidades físicas, e o resultado desse teste, cuja nota máxima é 1500, define se eles serão treinados para serem militares ou se trabalharão em outras áreas da República. O país também tem um grave problema com uma praga que atinge várias áreas de vez em quando.

June e Day são adolescente super talentosos, mas com passados totalmente diferentes. June foi criada em uma família abastada, repleta de profissionais dos altos escalões dos comandos militares da República. A garota é um prodígio, tirou 1500 no seu teste, algo extremamente raro de acontecer, e agora é a melhor aluna da melhor universidade militar da República. Day nasceu na área pobre e sempre teve que lutar pela sobrevivência de sua família, e apesar de toda sua inteligência e talento, não foi aprovado em seu teste. Ele fugiu antes que fosse mandado para 'os campos de trabalho' e desde então vive na clandestinidade.

Se eu contar mais estraga a estória, mas durante uma tentativa de assalto, Day acaba machucando o irmão de June, Metias. Em busca de vingança June vai atrás de Day e aí muitas, muitas coisas acontecem.

Gente, esse livro é muito bom e yes, faz parte de uma série. Pena que o segundo livro só será lançado no final do ano =/.  Enfim, a autora escreve muito bem e nos envolve totalmente na estória de June e Day.  É impossível não torcer pelos dois ao mesmo tempo, apesar de um estar perseguindo o outro. Os capítulos são alternados entre o ponto de vista de Jay e o ponto de vista da June, o que  nos dá uma visão melhor de ambos os ambientes em que eles cresceram e a concepção que têm da República.

E quando vamos descobrindo mais sobre a República, a raiva é tanta, tanta! O final foi de tirar o fôlego, e trágico também. Credo, que raiva dos governos das distopias. Capitol, República, ambas me tiram do sério. Depois da minha experiência com Jogos Vorazes, nem me atrevo a esperar um final feliz. 

Recomendo esse livro a todos os fãs de distopia! Vocês vão adorar! 


terça-feira, fevereiro 28, 2012

Eu Li: Para Sempre - Kim e Krickitt Carpenter


Título:
Para Sempre
Autor: 
Kim & Krickitt Carpenter
Editora: 
Novo Conceito
Onde Comprar: 
Submarino | Saraiva | FNAC

A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.


Para Sempre é um livro bem fininho - tem apenas 155 páginas -  e bem fácil de ler. Conta a história de Kim e Krickett Carpenter, uma casal que teve seu primeiro contato através do telefone, e desde então passou a travar conversas telefônicas e por carta até que o encontro finalmente acontecesse. Depois do encontro não demorou muito para que se casassem... e para que a tragédia acontecesse: 10 semanas depois de terem se casado, durante uma viagem para comemorar o Dia de Ação de Graças com os pais de Krickitt, eles sofrem uma grave acidente de carro, do qual Krickitt só saiu viva, mas terrivelmente machucada, devido a um verdadeiro milagre.

Kim (acho que Krickitt só participou do livro para dizer como se sentia, pois ele é narrado totalmente pelo Kim)  nos conta como foi a recuperação de K (nome complicado o dela hein? ) , a descoberta de que ela perdera as memórias sobre ele e o casamento, e todo o esforço que fizeram para se habituarem novamente um ao outro, mesmo com as oscilações de humor e ataques de fúria de K.

Como eu disse lá em cima, é uma história fácil de ler, com uma linguagem bacana - apesar de às vezes parecer meio forçada -, mas não é muito empolgante sabe? Claro, você vai dizer, não é um livro de ação, mas mesmo assim, quando você sente alguma conexão com os personagens (o que eu também não senti) você fica empolgado para saber mais sobre eles.

Mas é uma história bonita. É uma história de persistência, determinação, teimosia e muito amor. Tudo o que Kim precisou agüentar para ter Krickett de volta... nossa, só com muita paciência. O livro passa uma bela mensagem para todos, tanto para os que passam por algum problema semelhante quanto para aqueles que acham que os problemas que têm, insignificantes perto dos problemas de tantas outras pessoas, não tem solução.



segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Eu Li: Antes que eu Vá - Lauren Oliver


Título :
Antes que eu Vá
Autor :
Lauren Oliver
Editora:
Intrínseca
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no Thomas Jefferson, o colégio que frequenta — da melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, deveria ser apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita. Em vez disso, acaba sendo o último. Mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. E, ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha desvenda o mistério que envolve sua morte — descobrindo, enfim, o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. ... Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente. O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.

Eu já sabia que ia adorar esse livro, desde que eu o comprei na época do seu lançamento no Brasil. Eu não comecei a ler logo que chegou por que sabia que a estória era triste, apesar de para muitos a sinopse parecer clichê.

Samantha é um típica garota popular, bonita e com amigas mais bonitas ainda. Tem uma namorado atleta e cobiçado por muitas, e ela está feliz com essa vida. Mas uma noite, noite essa que tinha tudo para ser especial, as coisas não saem como o esperado e na volta para casa Sam e suas amigas sofrem um acidente de carro, resultando na morte dela. Como ela mesmo diz, pensava que ao morrer você entrava em um túnel de luz, mas o que acontece é que ele acorda novamente na manhã do dia do acidente. Samantha sabe que não foi um sonho, por mais que queira acreditar nisso, e depois de alguns momentos apavorantes de deja-vu, resolve tentar mudar seu destino, e para isso vai tentar refazer seu dia e no processo aprenderá muitas coisas valiosas a respeito de si mesma e dos outros. 

É quando acontece. O instante da morte é cheio de calor e som, e uma dor maior do que tudo, uma calor escaldante me partindo em dois, algo cauterizando, chamuscando e rasgando, e se o grito fosse uma sensação, seria esta.
Depois nada.
Sei que alguns de vocês devem estar pensando que talvez eu mereça. Talvez eu não deve ter enviado aquela rosa a Juliet (...). Talvez não devesse ter colado do teste  de Lauren Lornet. Talvez não devesse ter dito aquelas coisas a Kent. Provavelmente há quem acredite que eu mereça, porque ia deixar o Rob ir até o fim (...).
Mas antes que comece a me acusar, permita-me fazer uma pergunta: o que fiz foi realmente tão ruim? Tão ruim  que eu merecia  morrer por isso? Tão ruim que eu merecia morrer assim?
O que fiz foi realmente tão pior do que o que todo mundo faz?
É realmente muito pior do que o que você faz?
Pense a respeito.

Muitos vão pensar que para ela ter morrido assim deve ter feito algo super grave e por isso merecia, sim. Mas enquanto a acompanhamos nas sete vezes em que ela acorda no dia de seu acidente, percebemos que o que ela fazia não é realmente muito diferente do que fazemos todos os dias. Não que façamos com a intenção de ser maus, mas apenas como simples brincadeira, ou como uma maneira de nos proteger. O que é certo para você nem sempre é o certo para os outros e vice-versa. Mas o mais triste de tudo é que a maioria de nós tem a vida toda para corrigir nossos erros, erros às vezes mais graves que os de Sam e suas amigas.

Talvez você possa se dar ao luxo de esperar. Talvez para você haja um amanhã. Talvez para você haja mil amanhãs, ou três mil, ou dez, tanto tempo que você pode se banhar nele, girar, deixar correr como moedas entre os seus dedos. Tanto tempo que você pode desperdiçar.
Mas para alguns de nós, só existe hoje. E a verdade é que nunca se sabe.

É uma história com muitas lições e questões a serem refletidas pelos leitores. Questões como brincadeiras, julgamentos, apelidos, e atitudes em relação aos outros. O medo de ser quem você realmente é e acabar se encaixando em esteriótipos por causa disso. O querer ser perfeito e achar que nada tem consequências, típicos da adolescência.

A autora fez um ótimo trabalho ao descrever o amadurecimento de Sam ao longo dos sete dias que ela teve para tentar reverter seu futuro. A odiamos em um momento, a entendemos no outro, e logo nos vemos torcendo para que ela consiga mudar seu futuro. Conhecemos mais de seus sentimentos, seus motivos, sua familia, suas amigas. É impossível desejar o que aconteceu a Sam. Sabemos que ela errou, mas quem não erra?

Eu também adorei o destaque que a autora deu aos personagens Kent, Juliet e Izzy.  Nem todas as tramas terminaram do jeito que eu gostaria, mas a vida não é assim também? Resumindo que eu adorei o livro, e esta resenha está meio confusa porque este livro mexeu muito comigo. Chorei, eu confesso, em vários momentos, e fiquei pensando no livro muito tempo depois de ter terminado.


Recomendo a todos, como uma forma interessante e não didática de refletir sobre a vida, e o quão curta ela pode vir a ser.




P.S. Não sei se vocês já leram um livro chamado Os Treze Porquês, do Jay Asher. Esse livro, que já tem resenha aqui no blog, conta a estória de uma menina que se suicidou, mas deixou treze fitas cassete, para as treze pessoas que, de uma forma ou outra, levaram ela a cometer suicídio. Imagine você lá, feliz,e de repente sua vida muda, pois você recebe um kit de fitas que conta o que levou uma garota jovem a cometer suicídio, e oh!, você é citado em uma desas fitas, porque você também contribuiu com isso. Em Os Treze Porquês, nós conhecemos os dois lados: o do suicida e o das pessoas que, mesmo sem querer,  o levaram a isso. Quem gostou de Antes que eu Vá vai adorar ler Os Treze Porquês. 

domingo, fevereiro 26, 2012

Essa Semana #28

Essa Semana...Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit,        onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana        literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre  os       blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um    pouquinho     mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem    interesse  em    participar? Saiba como aqui!


~> Leitura do momento:
    Interligados - Aden Stone e a Batalha Contra as Sombras  -  Gena Showalter

~> Li essa semana: 
    Contos de Meigan - Roberta Spindler & Oriana Comesanha
    Legend - Marie Lu
    Two-Way Street - Lauren Barnholdt
    Para Sempre - Kim Carpenter, Krickitt Carpenter

~>Resenhei essa semana:
    [Quinta Em Outra Língua #4] Two-Way Street - Lauren Barnholdt
    Eu Li: Contos de Meigan: A Fúria dos Cártagos - Roberta Spindler & Oriana Comesanha


sábado, fevereiro 25, 2012

Chegou Pra Mim #36

Oie!! Semana passada não teve vídeo por que eu e minha irmã estávamos com preguiça de gravar. E hoje quando fomos gravas descobrimos que as pilhas estavam descarregadas. Aff ! Aí eu tive que gravar do celular, e ficou ruinzinho, mas vamos lá!







Contos de Meigan: A Fúria dos Cártagos - Roberta Spindler & Oriana Comesanha ( Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)
Presentes da Vida - Emily Giffin ( Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)
Para Sempre - Kim & Krickitt Carpenter (Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)

Bjos!

Lançamentos de Fevereiro

A Novo Conceito anunciou que irá trazer para a Bienal do Livro de São Paulo o autor do livro Cruzando o Caminho do Sol, futuro lançamento da editora, Corban Addison:

Cruzando o Caminho do Sol - Corban Addison

Sita e Ahalya são duas adolescentes de classe média alta que vivem tranquilamente junto de seus familiares, na Índia. Suas vidas tranquilas mudam completamente quando um tsunami destrói a costa leste de seu país, levando com suas ondas a vida dos pais e da avó das meninas. Sozinhas, elas tentam encontrar um modo de recomeçar a vida. Mas elas não devem confiar em qualquer um... Enquanto isso, do outro lado do mundo, em Washington, D. C., o advogado Thomas Clarke enfrenta uma crise em sua vida pessoal e profissional e decide mudar radicalmente: viaja à Índia para trabalhar em uma ONG que denuncia o tráfico de pessoas e tenta reatar com sua esposa, que o abandonou. Suas vidas se cruzarão em um cenário exótico, envolto por uma terrível rede internacional de criminosos. Abrangendo três continentes e duas culturas, Cruzando o Caminho do Sol nos leva a uma inesquecível jornada pelo submundo da escravidão moderna e para dentro dos cantos mais escuros e fortes do coração humano.

Confira o 1º Capítulo do livro AQUI, e o booktrailer AQUI:


A Editora Arqueiro tem dois lançamentos previstos para o mês de março. Veja abaixo:

Nunca Diga Adeus - Doug Magee

Com apenas 9 anos, Sarah está prestes a viver uma grande aventura: vai viajar sem os pais pela primeira vez na vida. A viagem tinha tudo para ser feliz e inesquecível, mas logo se transforma num terrível pesadelo. Sem o marido para ajudá-la, Lena, mãe de Sarah, confere e assina os documentos autorizando a ida da filha. David saiu de casa cedo dizendo que recebera uma ligação do trabalho. Mais uma desculpa esfarrapada que ela não engoliu. O casamento está em crise, mas ela acredita que os dois vão conseguir se acertar no período em que a menina estiver fora. Já pensando nos momentos a sós com o marido, Lena entra em pânico quando uma segunda van chega para buscar Sarah. Pouco depois, ela descobre que o primeiro motorista não faz parte da equipe do acampamento e que sua filha e outras três crianças foram sequestradas. Após algumas horas, os criminosos enviam um e-mal exigindo 1 milhão de dólares para libertar as vítimas. Mas as condições para a entrega do dinheiro lançam suspeitas sobre alguns dos pais, e os casais começam a se voltar uns contra os outros, expondo seus segredos e relacionamentos já desgastados. Neste suspense de tirar o fôlego, o desespero e a ganância levam algumas pessoas a tomar decisões impensáveis. Mas a fé e a intuição sempre podem superar as dificuldades.

 Você pode conferir os dois primeiros capítulos AQUI.



Dias de Chuva e Tempestade - Nancy Pickard
A professora Jody Linder acaba de receber uma terrível notícia: o homem condenado pelo assassinato de seu pai está sendo solto e voltará para a cidade.
Há 23 anos um crime abalou a pacata Rose, uma cidadezinha no interior do Kansas. Hugh-Jay Linder, filho de um rico fazendeiro, foi encontrado morto em casa e sua esposa, Laurie, desapareceu, levantando a suspeita de que ela também teria sido assassinada.
Ex-empregado da família, o vaqueiro Billy Crosby foi imediatamente detido e logo condenado: um vestido sujo com o sangue de Laurie estava dentro da sua picape e o chapéu dele foi encontrado na cena do crime.
Agora o jovem advogado Collin Crosby quer provar que o pai é inocente e que as evidências foram manipuladas por influência da família Linder.
Enquanto Collin espera um novo julgamento para fazer justiça ao pai, Jody precisa confrontar seus tios e avós para descobrir o que realmente aconteceu naquela terrível noite. Para isso, ela sera obrigada a remexer em velhos segredos de família e a lidar com consequências imprevisíveis.
Um suspense com pinceladas de poesia e lirismo, Dias de chuva e tempestade captura a essência das pequenas cidades americanas e demonstra a habilidade de Nancy Pickard em criar personagens incrivelmente reais e profundos.

Confira um trecho do livro por AQUI


O grupo Giz Editorial anunciou o lançamento de 3 livros de Fantasia e Ação para o inicio de 2012. Esses livros são de autoras nacionais conhecidas: Regina Drummond, Rosana Rios e Georgette Silen. A previsão de lançamento é dia 15/03, e quem comprar na pré-venda pelo site da editora ganha um brinde especial. Confiram capas e sinopse abaixo:

Fábulas ao Anoitecer - Georgette Silen

Você sabe o que acontece na escuridão da noite? Que mistérios se escondem sob a luz do luar? Fábulas ao Anoitecer é uma seleta de narrativas fantásticas que têm como cenário principal o manto da escuridão, que assume seu reinado após o pôr do sol. Terror, amor, magia, criaturas fantásticas como fadas, bruxos, dragões, elfos, e até ficção científica surgem de suas páginas. Mitologia e lendas folclóricas mundiais são revisitadas e conduzem o leitor pelo maravilhoso mundo da Literatura Fantástica Brasileira. Fábulas ao Anoitecer é para ser lido debaixo das cobertas, com lanternas acesas, num clima de mistério e segredo. Mas tome cuidado com as janelas. Mantenha-as bem fechadas...








O Despertar das Tatuagens - Regina Drummond e Rosana Rios

Dois mundos. Um objeto perdido. Marcas que se transformam em tatuagens de poder. O mal se espalha por um reino idílico, governado pela Grande Mãe, uma poderosa matriarca. Uma profecia pode levar a salvação para o continente devastado. Mas pode também atrair criaturas perigosas: as Sombras, que se alimentam das fraquezas humanas, encontram o campo livre para agir. Entre duas realidades cheias de desafios, Raiziar, o herdeiro da Grande Mãe, luta pelo despertar das nove tatuagens que traz no corpo. Só elas poderão ajudá-lo a encontrar o objeto capaz de devolver força e poder aos seus ancestrais.







As Crônicas de Kira - Georgette Silen 

Uma princesa guerreira. Uma profecia antiga. Uma missão sagrada.
Kira, a Princesa de Hisipan, terra de fabulosas mulheres guerreiras, parte em uma jornada heroica por reinos distantes, à procura de um artefato mágico.
Uma narrativa épica, repleta de reviravoltas e personagens complexos, guerreiros, batalhas espetaculares em terra e mar, criaturas fantásticas, monstros saídos de histórias de terror, belas mulheres e feiticeiros sinistros, que irá hipnotizá-lo do início ao fim.
As Crônicas de Kira  é leitura obrigatória para os apreciadores do gênero Espada & Magia, que tornaram famosos personagens como Conan, o Bárbaro, e Elric, o cavaleiro albino.







É isso pessoal! Sábado que vem tem mais News!

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

[Quinta Em Outra Língua #4] Two-Way Street - Lauren Barnholdt

Quinta em Outra Língua é um  meme criado pelo blog Amount of Words, com o objetivo de fazer resenhas ou comentar sobre o lançamento de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!




Título:
Two-Way Street
Autor:
Lauren Barnholdt
Editora:
Simon Pulse
Onde Comprar:
Amazon | Book Depository 

Jordan terminou recentemente com Courtney por alguma garota que ele conheceu no Myspace. É essa a razão que ele dá a Courtney. Courtney tenta descobrir quem é, mas Jordan tira ela da lista de amigos e a bloqueia de sua página no Myspace. Então Courtney simplesmente chama a garota de Carmen.
Uma viagem que os dois planejaram juntos para ir para a Universidade coloca a situação deles em um lugar pior do que antes. E a pior parte é que os pais de Courtney dizem que é muito tarde para cancelar, então ela é forçada a ir em uma viagem com seu ex. Ela tem estado completamente quebrada por dentro desde a separação, mas ela não planeja ficar se lastimando e agindo como se se importasse na viagem. Não, ela vai agir como se não desse a mínima para isso.  (Tradução por Bianne Souza)


Courtney terminou seu namoro com Jordan há duas semanas, e por mais que tentasse argumentar com seus pais que não poderia ir em uma viagem com seu ex, eles dizem que é tarde para desistir. Sem outra escolha, Courtney só pode torcer para a viagem ser rápida, pois fingir que não se importa por ter sido trocada por outra é bem difícil. 

Jordan não vê a hora de embarcar na viagem com Court. Talvez seja a última chance que ele tem de passar bons momentos ao lado dela. Os dois estão indo para a mesma universidade, mas talvez nunca mais se vejam. Jordan sabeque Court está magoada com ele, mas não pode contar o que realmente há por trás do seu rompimento com ela. A situação poderia ficar bem pior...

Eu li esse livro mais por causa da road trip do que pelo romance. Se bem que eu esperava que houvesse uma boa união das duas coisas. Mas não foi bem isso que aconteceu. A gente sabe que eles estão em uma road trip porque está no enredo, mas não há nada muito característico de road trips. Não que eu tenha lido outro livro de roadtrip, mas pelo que as pessoas falam deveria haver algo de muito bom e diferente a respeito desse tipo de viagem.

Minha última esperança era o romance.Não foi tão decepcionante quanto a ausência da roadtrip, mas também não é lá essas coisas! Se a Cort ia ficar brava de qualquer forma, com Jordan contando o segredo ou terminando com ela, mas antes ele ter contado logo né? Cometeu dois erros o boboca.

Mas é fofinho, bom para distrair. E é rápido de ler =D


quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Eu Li: Contos de Meigan: A Fúria dos Cártagos - Roberta Spindler & Oriana Comesanha


Título:
Contos de Meigan: A Fúria dos Cártagos
Autor :
Roberta Spindler & Oriana Comesanha
Editora:
Dracaena
Onde Comprar:
Saraiva | Submarino | FNAC

Meigan é um mundo diferente do nosso, morada de seres especiais e poderosos que se denominam magis. Na aparência são exatamente como nós, mas as diferenças não podem ser ignoradas por muito tempo. Os magis tem uma relação especial com a natureza e seus elementos, moldando-os a sua vontade e apoderando-se de sua força. Esses elementos, chamados mantares, não se limitam apenas aos conhecidos fogo, terra, ar e água. Existem muitos outros, como as sombras, o tempo e até mesmo o controle sobre o próprio corpo. Ter a capacidade de decifrar, entender e interagir com a natureza é um dos principais requisitos para a evolução de um magi. Para tanto, deve-se, primeiramente, entender que tudo faz parte da mesma manifestação natural e que toda matéria e energia estão inseridas em um processo dinâmico e universal. Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos começa com Maya Muskaf preparando-se para voltar para casa. Depois de três anos vivendo na Terra, o momento de retornar a Meigan finalmente havia chegado. Estava preocupada, pois algo afetava seu controle sobre os mantares, talvez algum resquício da misteriosa doença que a debilitou durante a infância. Com medo de estar novamente doente e para conseguir respostas, decidiu deixar de lado as diferenças com sua mãe, a principal governante do mundo magi. Voltaria a Katur, capital de Meigan, e pediria perdão por todas as brigas passadas. Assim, abandonou sua vida terrena e entrou na primeira caravana que encontrou. Entretanto, seus planos acabaram tomando um rumo muito diferente daquele que imaginara.

O livro tem mais de 600 páginas e nos conta uma estória fantástica. Nesse novo mundo chamado Meigan, os magi são descendentes dos manarcus, seres poderosos que tinha domínio sobre um mantar - um elemento da natureza. Com o passar do tempo, as tribos de manarcus foram se relacionando entre si, gerando seres capazes de controlar vários mantares, mas não com a perfeição que os manarcus controlavam apenas um, e esses seres foram chamados de magi.

Maya Muskaf é uma magi , filha de Liza Muskaf, a atual shyrat - um líder-governante -  de Meigan. Ela fugiu para a Terra a fim de fugir das pressões que o cargo de sua mãe exercia sobre ela e das lembranças de um infância afetada por uma misteriosa doença. Mas ao chegar a Meigan se depara com o caos: fumaça, gritos e corpos espalhados diante dos sete portões que protegem a entrada de Meigan. Mal ela sabe que está prestes a enfrentar as maiores batalhas de sua vida.

A partir de então nos vemos em meio a intrigas, conspirações rebeldes, magia e batalhas que te fazem querer pegar algum tipo de arma e defender uma causa também! Sentimos raiva de alguns personagens, pena de outros, e vontade de sacudir a Maya até entrar juízo na cabecinha dela. E rimos muito dos comentários de Keyth, o personagem mais hilário de todos!

O final do livro é muito surpreendente! Sério, eu duvido que alguém adivinhe como a jornada através de Meigan acaba. Tudo bem que eu não agüentei de curiosidade e li o final antes de terminar - NÃO façam isso! - mas mesmo quando eu voltei a ler a parte em estava não consegui parar de pensar no final. Ele estava lá, no fundo da minha mente, mesmo enquanto eu lia sobre batalhas fantásticas. E mesmo quando eu realmente cheguei ao final não fiquei menos surpresa. Só conseguiu pensar em OMGs e COMASSIMs . E estou pensando nele enquanto escrevo essa resenha.

É que ele foi muito bem escrito e serve a dois propósitos: ter uma continuação ou não. É porque o livro todo te transmite a sensação de estar lendo um conto de fadas sabe? Não pelas características da estória, mas porque tem todo aquele ar fantástico e antigo, como algo que foi repassado durante gerações. Então quando chegamos ao final temos a sensação de conto de fadas ainda mais reforçada: o que o 'Felizes Para Sempre' te diz de verdade sobre os futuros acontecimentos? Não muita coisa, certo? Mas é, de certa forma, definitivo, e te deixa especulando e imaginando e te traz uma sensação boa, tipo de 'missão cumprida', mesmo que ainda haja perguntas a serem respondidas. Uma sensação difícil de descrever. Mesmo assim eu espero uma continuação. Pra ontem!

Eu não pensei que fosse gostar tanto. Já falei diversas vezes que estórias em novos mundos me deixam com um pé atrás por causa do comum excesso de descrições. Contos de Meigan não é assim. O ambiente em que é narrada de forma clara e direta. Em nenhum momento a estória é chata ou maçante, e o que eu mais pensava é que foi necessária muita imaginação por parte das autoras. Por falar nisso, apesar de ter sido escrito por duas pessoas, em momento algum eu senti mudanças no estilo da narrativa. Realmente pareceu ter sido escrito por uma pessoa só e sua grande imaginação. Grande parceria!

É um dos melhores livros da literatura nacional que eu li até agora. Creio que os fãs de Senhor dos Anéis e Guerra dos Tronos vão adorar! Adorei, adorei !!! Difícil de explicar o quanto, só lendo para entender ;)


terça-feira, fevereiro 21, 2012

Debut Author Challenge Brasil 2012


Sempre quis participar do Debut Author Challenge que a Kristi do The Story Siren organizava, mas sempre tive preguiça hehe.  Mas aí a Pam do Garota It e a Carol do Garota que Lê entraram em contato para saber se poderiam fazer uma versão do DAC somente para blogs de língua portuguesa, e a resposta foi SIM! \o/

O objetivo desse desafio é ler e resenhar pelo menos 12 livros de autores estreantes no Brasil em 2012, ou seja, eles podem até ter vários livros publicados lá fora, mas se é o primeiro livro dele publicado aqui no Brasil  e no ano de 2012, está valendo. E isso vale para autores nacionais cujos primeiros livros serão publicados esse ano.

Qualquer um pode participar, e você pode saber mais sobre isso AQUI.


Bom, o objetivo é ler, NO MÍNIMO, 12 livros de autores estreantes, mas a minha lista vai ser maior, afinal ela pode ser modificada caso eu mude de idéia, e vai servir de controle para mim  =D

1. Sob a luz dos seus olhos - Christiane M. - Underworld
2. Treze pequenos envelopes azúis - Maureen Johnson - Underworld
3. Entwined - Heather Dixon - Underworld
4. The Knight Angels - Abra Ebner - Underworld
5. The Future of Us - Jay Asher & Carolyn Mackler - Galera Record
6. Starcrossed - Josephine Angelini - Intrínseca
7. Shatter Me - Tahereh Mafi - Novo Conceito
8. The Falconer - Elizabeth May - Novo Conceito
9. Tão Perto - Susane Colasanti - Novo Conceito
10. The Nine Lives of Chloe King - Liz Braswell - Record
11. Paranormalcy - Kiersten White - Record
12. Divergente - Veronica Roth - Rocco
13. Twenty Boy Summer - Sarah Ockler - Novo Conceito
14. How to save a life - Sara Zarr - iD
15. Incarnate - Jodi Meadows - Harper
16. Tempest - Julie Cross - Thomas Dunne


Por enquanto é essa a lista, mas creio que vá aumentar! Vou postando os links das resenhas aqui conforme for lendo ^^

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Autor Parceiro #8 - Roberta Spindler & Oriana Comesanha

~>Sobre as Autoras




 Roberta Spindler nasceu em Belém do Pará, em 1985. Graduada em publicidade, trabalha como editora de vídeos. Escreve desde a adolescência e é apaixonada por literatura fantástica. Publicou nas antologias Psyvamp e Deuses, da Editora Infinitum, e Tratado Secreto de Magia – Vol. II, da Editora Andross.
Twitter: @robertaspindler
Tumblr: www.rspindler.tumblr.com



Oriana Comesanha tem 25 anos, nasceu em Belém do Pará. É formada em psicologia pela Universidade Federal do Pará e trabalha na área de psicologia jurídica. Começou a escrever ainda jovem, atividade que originou o livro Contos de Meigan – A fúria dos Cártagos, e atualmente divide seu tempo entre a paixão pela profissão e pela literatura. Tem alguns contos ainda não publicados, além de publicações em sua área de interesse profissional.
Twitter:  @orianacomesanha








~>Sobre o Livro




Meigan é um mundo diferente do nosso, morada de seres especiais e poderosos que se denominam magis. Na aparência são exatamente como nós, mas as diferenças não podem ser ignoradas por muito tempo. Os magis tem uma relação especial com a natureza e seus elementos, moldando-os a sua vontade e apoderando-se de sua força. Esses elementos, chamados mantares, não se limitam apenas aos conhecidos fogo, terra, ar e água. Existem muitos outros, como as sombras, o tempo e até mesmo o controle sobre o próprio corpo. Ter a capacidade de decifrar, entender e interagir com a natureza é um dos principais requisitos para a evolução de um magi.
Contos de Meigan – A Fúria dos Cártagos começa com Maya Muskaf preparando-se para voltar para casa. Depois de três anos vivendo na Terra, o momento de retornar a Meigan finalmente havia chegado. Ela estava preocupada, pois alguma coisa afetava seu controle sobre os mantares, talvez algum resquício da misteriosa doença que a debilitou durante a infância. Com medo de estar novamente doente e para conseguir respostas, decidiu colocar de lado suas diferenças com sua mãe, a principal governante do mundo magi. Voltaria a Katur, capital de Meigan, e pediria perdão por todas as brigas passadas.
Assim, deixou sua vida terrena de lado e entrou na primeira caravana que encontrou. Entretanto, seus planos acabaram tomando um rumo muito diferente daquele que imaginara. Os soldados que escoltavam a caravana acabaram achando destroços e um corpo no chão. Logo que avistou o homem morto, com os cabelos tão brancos quanto sua pele e os olhos inteiramente negros, Maya soube que se tratava de um dos cártagos – antigos magis que traíram seu povo e por isso foram banidos para uma dimensão paralela.
As implicações para tal presença em território magi eram gravíssimas e não demorou muito para que Maya e seus companheiros descobrissem que os magis traidores estavam tomando o Solo Sagrado e derrubado seus portões de defesa. Agora, em meio ao caos de uma violenta batalha, Maya vai precisar lutar para sobreviver e conseguir respostas para as perguntas que lhe afligiam. Como os cártagos conseguiram acesso ao Solo Sagrado? Onde estavam os guardiões dos portões, os mais poderosos guerreiros de Meigan? E, a mais importante de todas,conseguiria chegar a Katur a tempo de encontrar sua mãe?


Página no Facebook: http://www.facebook.com/contosdemeigan
Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/198922
Booktrailer: http://youtu.be/krlnuBhV-fA

domingo, fevereiro 19, 2012

Essa Semana #27

Essa Semana...Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit,        onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana        literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre  os       blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um    pouquinho     mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem    interesse  em    participar? Saiba como aqui!


~> Leitura do momento:
   Contos de Meigan - Roberta Spindler & Oriana Comesanha

~> Li essa semana: 
   Glimmerglass: O Encontro de Dois Mundos - Jenna Black

~>Resenhei essa semana:
   Eu Li: O Verão que Mudou Minha Vida - Jenny Han
   [Quinta em Outra Língua #3] Return to Paradise - Simone Elkeles

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

[ Listopia #2 ] As 10 capas mais bonitas da literatura nacional

Hoje é dia de conhecer as minhas dez capas preferidas da literatura nacional \o/ Não vou mentir dizendo que foi difícil escolher, pois na verdade poucos autores independentes ou editoras que publicam autores nacionais tem cuidado com a capa do livro que, junto com o título, é o primeiro aspecto que chama atenção. Mas houve um aspecto difícil:  ordenar por ordem de preferência. Depois de ter demorado duas horas para escolher a capa, eu demorei DOIS DIAS para colocar na ordem, e mesmo assim não estou satisfeita. Sinto que estou sendo injusta com algumas capas, então considerem todas como 1º lugar okay? =D


quinta-feira, fevereiro 16, 2012

[Quinta em Outra Língua #3] Return to Paradise - Simone Elkeles

Quinta em Outra Língua é um  meme criado pelo blog Amount of Words, com o objetivo de fazer resenhas ou comentar sobre o lançamento de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!


Título:
Return to Paradise
Autor :
Simone Elkeles
Editora:
Turtleback Books
Onde Comprar:
Book Depository | Amazon

Sinopse com Spoilers!
Maggie e Caleb acabaram de passar pelo pior ano de suas vidas. Acertada por um carro e recomeçando sua vida como uma manca , Maggie nunca pensou que perdoaria Caleb. Mas ela perdoou - e se apaixonou. O que eles compartilharam foi real. Mas Caleb queria ficar livre do passado -  e de um terrível segredo: não foi ele quem atropelou Maggie. Então ele deixou Paradise - e Maggie - para sempre.
Quando Maggie e Caleb se cruzam em uma cidade diferente, eles não podem negar seus verdadeiros sentimentos. Maggie deixará Caleb ir embora de novo? Ou Caleb irá encarar a verdade e retornar a Paradise? (Tradução por Bianne Souza)


Difícil fazer uma resenha sem spoilers, mas vamos lá! Como eu falei na resenha de Leaving Paradise, o final não era o que eu esperava. Maggie descobre um grande segredo de Caleb, segredo este que envolve o acidente que a machucou, porém ao invés de a autora resolver o problema com o segredo no mesmo livro ela preferiu deixar para uma continuação. Eu temia achar o segundo livro um tanto desnecessário...e estava certa.

A estória não é chata não. Tem mais cenas calientes do que no livro anterior e nos apresenta novos personagens também, mas eu não perdi a sensação de que a autora poderia ter simplificado as coisas e escrito um livro só, maior claro, mas mais direto sabe?

É que apesar de saber que os sentimentos deles são realmente conflitantes eu senti que ficou um pouco repetitivo, vai e volta, briga e reconcilia e tal. Mas apesar de tudo eu não consegui parar de ler, o que é super contraditório. A autora tem um talento que te faz relevar alguns aspectos e continuar com a leitura. E apesar da sensação de 'enrolação' eu queria muito saber como ia ser quando eles voltassem para Paradise e decidissem enfrentar o passado e suas famílias de frente. 

As cenas um tanto calientes nesse livro foram motivos de bastante 'uous' e risadinhas de minha parte! Um desses uous eu falei alto no ônibus e a senhora do lado me lançou um olhar constrangedor asauhshuasha Eu acho que falei meu 'uou' como se fosse eu com ele entende? Imaginam como pareceu? shuauhshausuha. Totalmente pervertido hehe

Enfim, apesar da sensação de que a autora poderia ter escrito um livro só contando a estória de Maggie e Caleb e que este livro seria perfeito tal como Química Perfeita, o final é recompensador. A velha estória da redenção e de seguir em frente está presente. Talvez não dá forma como esperávamos, mas mesmo assim. E é consolador, e nos deixa feliz com os personagens, como se eles fossem um casal próximo na vida real e estivéssemos felizes pela caminhada ter chegado ao fim, por haver futuro, esperança. Simone Elkeles rules!


segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Eu Li: O Verão que Mudou Minha Vida - Jenny Han

Título :
O Verão que Mudou Minha Vida
Autor :
Jenny Han
Editora:
Galera Record
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

A vida de Belly é medida em férias de verão. Para ela, todas as coisas boas só acontecem entre os meses de junho e agosto, quando está na casa de praia junto a Susannah, única e melhor amiga de sua mãe e uma espécie de tia, e seus dois filhos, Jeremiah e Conrad. Mais do que irmãos postiços e companheiros de férias, os filhos de Susannah tornaram-se o centro das suas emoções. A véspera do aniversário de 16 anos de Belly marca também o fim daquele que parece ser o último verão onde estarão todos reunidos em Cousins Beach. A partir do ano seguinte todos estarão ocupados demais e talvez algum deles já nem esteja mais entre nós...

Eu falei no vídeo do Chegou Pra Mim que o que me chamou atenção nesse livro foram as lembranças que a sinopse me despertou de uma fanfic que eu li há algum tempo atrás chamada Surpresas do Coração. Nessa fic uma garota estava dividida entre dois irmãos, filhos dos patrões de seu pai. Depois ela escolhe um deles, mas o destino se encarrega de mudar a vida dos três para sempre. Não sei se foi baseada em algum filme, série, livro ou whatever, só sei que ri e chorei com essa fic,e guardo ela no coração. Eu esperava que o livro despertasse as mesmas sensações.

Até as 100 primeiras páginas, ou um pouco mais, o livro me pareceu chato de dar dó. Belly me pareceu extremamente fútil com sua fixação pelo verão, deixando de dar valor para coisas mais importantes. Conrad era só um chato, que ignorava ela de todas as maneiras, de forma que eu não entendi como ela podia gostar dele. Jeremiah me parecia o mais legal de todos, mas não via nada nas atitudes dele que demonstrassem algum sinal de afeto por Belly. Estava jurando que o triângulo amoroso não ia deslanchar.

Mas aí entrou em cena um garoto chamado Cameron, que Belly conhece em uma fogueira na casa de um amigo dos irmãos. Ela e Cameron se dão bem instantaneamente, o que, finalmente, gera uma reação por parte dos meninos!!! E aí a estória começa a ficar interessante em relação ao triângulo, ou nesse caso quadrado, amoroso. A partir desse momento eu não consegui parar de ler, pois fiquei realmente curiosa para saber com quem Belly ia ficar.

Como a sinopse diz, Belly conta sua vida em verões e por isso alguns capítulos do livro retratam verões passados da vida de Belly. No começo eu achei essa mudança repentina de assunto algo desnecessário, mas depois percebi que algumas situações dos verões passados influenciavam nas situações do verão atual. Continuou um pouco esquisito estar lendo sobre uma coisa e de repente ir para quatro anos atrás. Tive vontade de pular alguns desses capítulos para continuar lendo a estória atual, mas me controlei.

A verdade é que esse livro não tem  muito romance. É um pseudo-romance, um romance que existe mais na cabeça da Belly do que na vida real. É chato no começo, mas depois que deslancha a curiosidade de impele a continuar lendo. Os personagens masculinos não foram bem desenvolvidos, em minha opinião, durante a maior parte da estória. Somente no final, depois de uma notícia ruim, que começamos a conhecê-los melhor.

Eu gostei e não gostei ao mesmo tempo. Sei lá, é meio difícil dizer. Acho que faltou mais profundidade na estória, apesar de ela ser naturalmente clichê. Há clichês bem desenvolvidos por aí. O triângulo amoroso é um clichê muito utilizado e constantemente bem desenvolvido. Como nesse caso eu só senti que estava conhecendo mais dos garotos no final, não dá para torcer por nenhum entende? Não havia nada que pesasse para um ou para outro. Mas eu li as sinopses dos outros livros e a estória parece ficar bem interessante mesmo. Inclusive as notas dos livros foram crescendo.

Eu sei que essa sinopse está enorme e confusa, mas é que foi bem difícil escrevê-la. Não sei descrever meus sentimentos em relação ao livro. É uma leitura light, não me arrependo de ter lido (apesar do começo super arrastado) e vou continuar lendo a série. Mas não é um livro que eu leria novamente. Enfim, a série melhora, e isso é ótimo. Muitas vezes as séries começam assim e no livro seguinte você se vê apaixonada. Vale à pena dar uma chance né?


domingo, fevereiro 12, 2012

Essa Semana #26

Essa Semana...Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit,        onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana        literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre  os       blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um    pouquinho     mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem    interesse  em    participar? Saiba como aqui!


~> Leitura do momento:
   Fantasy In Death - J.D. Robb
   Um Mundo Brilhante - Tammy Greenwood

~> Li essa semana: 
   Kindred In Death - J.D. Robb
   Missing In Death - J.D. Robb
   O Verão que Mudou Minha Vida - Jenny Han
   Leaving Paradise - Simone Elkeles
   Return to Paradise - Simone Elkeles

~>Resenhei essa semana:
   Eu Li: Beijada Por Um Anjo 5 - Revelações - Elizabeth Chandler
   [Quinta em Outra Língua #2] Leaving Paradise - Simone Elkeles

sábado, fevereiro 11, 2012

Chegou Pra Mim #35

Oi!!!
Depois de muuuuuito tempo, um vídeo de Chegou Pra Mim para vocês =D Espero que gostem e comentem bastante!





Resenhas Citadas:

Eu Li: O Nome do Vento - Patrick Rothfuss
Eu Li: O Trono De Fogo (As Crônicas dos Kane #2) - Rick Riordan
Eu Li: Beijada Por Um Anjo 5 - Revelações - Elizabeth Chandler

Recebidos:

O Trono de Fogo - Rick Riordan (Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)
O Nome do Vento - Patrick Rothfuss (Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)
A Grande Esperança - Ellen White (Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)
O Verão que Mudou Minha Vida - Jenny Han (Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)
Beijada por um Anjo 5 - Revelações - Elizabeth Chandler (Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)
Um Mundo Brilhante - Tammy Greenwood (Skoob - Saraiva - FNAC - Submarino)


Bjs

quinta-feira, fevereiro 09, 2012

[Quinta em Outra Língua #2] Leaving Paradise - Simone Elkeles

Quinta em Outra Língua é um  meme criado pelo blog Amount of Words, com o objetivo de fazer resenhas ou comentar sobre o lançamento de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!


Título:
Leaving Paradise
Autor :
Simone Elkeles
Editora:
Turtleback Books
Onde Comprar:
Book Depository | Amazon |

Nada tem sido o mesmo desde que Caleb Becker deixou uma festa bêbado, se colocou ao volante, e acertou Maggie Armstrong.
Mesmo depois de meses de dolorosa fisioterapia, Maggie anda mancando. Sua vida social é nula e a bolsa de estudos para estudar fora - sua chance de escapar de todos e seus olhares de pena - foi cancelada.
Depois de um ano em uma prisão juvenil, Caleb está livre..se liberdade significar intermináveis conversas com o treinador de transição e olhares curiosos de toda a cidade.Voltar para casa deveria ser bom, mas sua família e sua ex-namorada são como estranhos.
Caleb e Maggie são intrusos, taxados como "criminoso" e "aberração". Então a verdade sobre o que realmente aconteceu na noite do acidente vem à tona e, mais uma vez, tudo muda. É uma sombria e tortuosa  jornada para Caleb e Maggie, no entanto eles acabam encontrando conforto e força em uma surpreendente fonte: um no outro.
(tradução by me =D) (Tradução por Bianne Souza)


O primeiro aspecto que me chamou atenção nesse livro foi a premissa do casal complicado: o atropelador e a atropelada, e agora aleijada, que se encontram depois de um ano e apesar de toda a raiva, mágoa e arrependimento, se vêem sozinhos contra o resto da cidade, que se preocupa em taxá-los, mas não em ajudá-los.Interessante? MUITO!  O segundo aspecto é que ele foi escrito pela mesma autora de Química Perfeita, que é PERFEITO e se tornou um dos meus livros favoritos!

Eu tinha muita expectativa sobre esse livro por tudo o que eu falei acima e apesar de não ter sido tudo aquilo que eu esperava, também não me decepcionou (contraditório? hehe). É por quê a premissa é realmente muito boa: o conflito de sentimentos entre os dois, Maggie sabendo que nunca mais será a mesma por causa de Caleb e mesmo assim se apaixonando, os rótulos que as pessoas colocaram neles sem buscar entender o que se passa, o preconceito, a dificuldade de perdoar e seguir em frente...tudo isso é muito bem abordado e motivo de lágrimas escorrendo pelo rosto em vários momentos.

Como a estória é narrada em 1ª pessoa, com os capítulos se revezando entre o ponto de vista da Maggie e do Caleb, você consegue perceber muito bem esse conflito de sentimentos e se comover com eles. Quando eles são forçados a conviver durante um tempo esse conflito se intensifica, e a atração também.

Eu tive sentimentos um tanto conflitantes em relação ao final. Não posso dizer por quê, mas não era o final que eu esperava. Mas eu recomendo muitíssimo o livro pois trata de um assunto interessante de uma forma bem acessível. E é bem escrito! E você fica curioso para saber se pode dar certo um relacionamento com tantos sentimentos e pessoas envolvidos. E que venha Return to Paradise, a continuação =D

P.S. Eu adoro o fato dessa autora escrever livros para jovens com situações um tanto polêmicas, com casais impensáveis, e ela já está na lista das autoras cujo trabalho eu pretendo seguir daqui para frente.



terça-feira, fevereiro 07, 2012

Bookshelf Tour #1

Oieeeeeee!
Uma semana dessas, qaundo eu não tinha recebido nada para mostrar no Chegou Pra Mim, eu gravei um bookshelf Tour, mas o you tube não quis upar o vídeo. Eu resolvi esse problema ontem e mesmo faltando alguns livros na estante, resolvi mostrar o vídeo para vocês.
Eu estou toda atrapalhada mostrando os livros, mas relevem por favor =D
Espero que gostem!




XOXO

segunda-feira, fevereiro 06, 2012

Eu Li: Beijada Por Um Anjo 5 - Revelações - Elizabeth Chandler

Título :
Beijada Por Um Anjo 5 - Revelações
Autor :
Elizabeth Chandler
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC
A sinopse contém spoiler. Leia por sua conta e risco =D
Depois que Ivy descobre que Tristan está no corpo do assassino Luke, a vida deles toma um outro rumo. Tristan se esconde da polícia e Ivy não sabe onde localizá-lo. Para piorar as coisas, Beth está cada vez mais distante e estranha, e só Ivy sabe o que realmente está acontecendo com ela. Ao descobrir o paradeiro de Tristan, Ivy não se contém e corre para ele, apesar do risco de ver seu amor descoberto. Para conquistar sua liberdade, Tristan, com a ajuda da namorada, tentará descobrir em que encrenca se meteu o garoto que lhe empresta o corpo. E, na busca de evidências, Tristan e Ivy percebem que existem mistérios sobre os quais eles não têm controle e que podem levá-los por um caminho sem volta. Além disso, a interferência de Tristan sobre o destino de Ivy deverá ser punida duramente. Pode ser que um deles não viva por muito mais tempo.

Resenha SEM SPOILERS


No final da resenha passada eu disse que queria saber como a autora faria para explicar determinado acontecimento que foi revelado logo no final do livro. Esse era meu principal medo em relação a esse novo direcionamento da estória, que a autora não conseguisse convencer os leitores com a nova trama e seus motivos, mas conseguiu, na minha opinião.

Na verdade eu acho que a grande maioria dos leitores notou um considerável amadurecimento na estória e na escrita da autora desde o quarto do livro, que é onde nos é apontado este novo rumo para os personagens e seus sentimentos. Das várias resenhas de Beijada por um Ano 4 que eu li logo depois do lançamento, muitas demonstravam a surpresa de seus autores com o final do livro e a curiosidade acerca da continuação. Muitas dessas pessoas não 'colocavam muita fé' na série, pois até o terceiro livro a trama era mais lenta, clichê demais para alguns gostos e acima de tudo, não despertava muita curiosidade. Mas essas opiniões mudaram, se tornaram mais especulativas acerva da evolução da série.

Quando eu iniciei o 4º livro também fiquei surpresa, e de uma trama lenta, passou a ser uma trama que te deixa curioso sobre os próximos acontecimentos, te fazendo quase devorar o livro. Aí eu entendi a surpresa das pessoas em relação ao 4º livro:  a série, que inicialmente só teria 3 livros, devido ao seu sucesso, fez com que a autora anunciasse o lançamento de mais três livros. Todo mundo pensou que a história fosse desandar, mas aí a autora mostra que o intervalo entre o lançamento dessas duas partes da série (o 1º livro foi lançado em 1995 e o 4º em 2011) foi benéfico tanto em relação à escrita dela quanto em relação à trama. 

Nesse o livro é muito bom, e além de esclarecer o mistério do livro anterior, a autora nos dá mais mistérios para tentar resolver e mais preocupação em relação à personagens queridos. Dessa vez eu posso dizer que o vilão era quem eu menos esperava e as provas são mais estilo Sherlock Holmes hehe. Mas é claro que, por haver um novo livro a caminho, nem tudo ia terminar bem certo? Esse 5º livro melhorou mais ainda em relação ao anterior e agora eu só espero que a autora continue assim e saiba terminar a estória com chave de ouro. Se você estava com pé atrás em relação a série por causa dos primeiros livros, dê uma chance a série, pois ela melhorou muito mesmo.

domingo, fevereiro 05, 2012

Essa Semana #25

Essa Semana...Meme semanal hospedado pelo Lost in Chick Lit,  onde compartilhamos pequenas informações sobre a nossa semana  literária. Tendo como principal objetivo encorajar a interação entre os  blogs literários brasileiros, fazer amizades e conhecer um pouquinho  mais sobre outras pessoas apaixonada por literatura. Tem interesse em  participar? Saiba como aqui!

~> Leitura do momento:
   Antes que eu Vá - Lauren Oliver

~> Li essa semana: 
   A Filha do Ferro - Julie Kagawa
   Terrível Encanto - Melissa Marr
   Confissões de um Turista Profissional - Kiko Nogueira
   Beijada Por Um Anjo 5 - Revelações - Elizabeth Chandler


~>Resenhei essa semana:
   [Quinta em Outra Língua #1] White Cat - The Curse Workers 1 - Holly Black
   Eu Li: Passagem para o Inverno - Conto da Série Os Encantados do Ferro - Julie Kagawa
   Eu Li: Confissões de um Turista Profissional - Kiko Nogueira

sábado, fevereiro 04, 2012

Novidades Novo Conceito e Galera


A Novo Conceito anunciou que irá lançar o livro Estilhaça-me, Shatter Me no original, da autora  Tahereh Mafi. Eu estava para comprar esse livro, mas agora vou esperar! =D Confira o Booktrailer.

A Galera Record divulgou a capa,o booktrailer, e 1º capítulo do segundo livro da série Os Diários de Carrie, O Verão e a Cidade. Leia o 1º capítulo aqui e sinta o gostinho do novo livro da série.



Beijooooooooos!

sexta-feira, fevereiro 03, 2012

[ Listopia #1 ] As 10 capas internacionais mais bonitas

A única coisa que eu tenho certeza que me atrai em uma capa são as cores. Adoro capas coloridas!!!! Também adoro capas diferentes, um tanto enigmáticas. Tem capas que se eu pudesse eu ficava olhando, olhando....algumas eu nunca vi pessoalmente , imagina só se eu tivesse visto!
Nessa lista eu não considerei livros cujas capas foram mantidas ao serem publicados no Brasil, pois elas possivelmente vão estar na lista das capas das publicações nacionais hehe.  Ah, lá embaixo tem uma enquete pra você votar na sua capa preferida entre as que eu escolhi. E foi tão difícil escolher.....
Vamos ver quais são minhas capas internacionais preferidas ?

quinta-feira, fevereiro 02, 2012

[Promoção] Promoção 1500 Seguidores!!!

Estava querendo colocar essa promoção no ar faz um tempo, mas não tinha idéia do que colocar como prêmio. Mas a nossa querida editora parceria, Novo Conceito, mandou dois super kits para vocês, Beijada Por Um Anjo 5 - Revelações e Um Mundo Brilhante, e eu acrescentei R$ 50,00 em livros para alimentar o vício do futuro(a) ganhador(a) \o/\o/\o/
Participem e divulguem !!!!!

[Quinta em Outra Língua #1] White Cat - The Curse Workers 1 - Holly Black

Quinta em Outra Língua é um  meme criado pelo blog Amount of Words, com o objetivo de fazer resenhas ou comentar sobre o lançamento de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!


Título :
White Cat
Autor :
Holly Black
Editora:
McElderry Books
Onde Comprar:
Book Depository | Amazon

Casel sempre soube que ele matou Lila, mas agora os pedaços estão começando a não se encaixar.
Cassel vem de uma família de curse workers - pessoas que tem o poder de mudar suas emoções, suas memórias, sua sorte, com mais leve toque de suas mãos. E como curse work é ilegal,  eles todos são criminosos, ou vigaristas. Exceto por Cassel. Ele não tem esse toque mágico, por isso ele é um estranho, a criança direita na família torta. Você só precisa ignorar um pequeno detalhe - ele matou sua melhor amiga, Lila, há três anos.
Desde então, Cassel tem construído cuidadosamente uma fachada de normalidade, se misturando à multidão. Mas sua fachada começa a ruir quando ele começa a ander durante o sono, levado pela noite por sonhos terriveis com um gato branco que quer lhe dizer alguma coisa. Ele tem percebido outras coisas estranhas também, incluindo o comportamento de seus dois irmãos mais velhos. Eles estão guardando segredos de Cassel, presos em uma misteriosa trama. Conforme Cassel começa a perceber que ele é parte de uma grande trapaça , ele também  se pergunta sobre o que realmente aconteceu com Lila. Ela poderia ainda estar viva? Para descobrir, Cassel terá que superar o maior dos trapaçeiros.

Holly Black criou um impossiveldelargar conto de criminosos e magia em que um único toque pode trazer amor - ou morte - e os seus sonhos podem ser mais reais do que as suas memórias. (Tradução por Bianne Souza)

Para inaugurar o meme aqui no blog, nada melhor do que começar com um livro como White Cat. Ô livro bom gente! Li tantos elogios ao livro que não aguentei esperar a Rocco lançar no Brasil e comprei o meu exemplar em inglês mesmo. Não me arrependi!!!!!

Curse Workers são pessoas que possuem a habilidade de mudar as emoções, as memórias, a sorte, a até matar pessoas através de um simples toque. Cassel é o único normal em uma família de curse workers. Ele não nasceu com o toque mágico, e por isso se sente um estranho na família. Sua mãe é uma worker de emoções e está presa por ter feito caras ricos se apaixonarem por ela. Seu avô é um worker da morte, uma dos mais poderosos tipos de worker.Seus irmãos mais velhos, Philip e Barron, são workers de corpo (podem quebrar qualquer parte com um toque) e memória respectivamente. Nesse mundo de curse workers todos, com habilidades ou não, precisam usar luvas para se protegerem dessas maldições, o que fez com que essas habilidade fossem consideradas ilegais.

Além disso tudo Cassel matou sua melhor amiga, Lila, há três anos atrás.Não que todos saibam disso, claro. É um segredo de família, pois o pai de Lila é um poderoso mafioso e acredita que sua filha esteja desaparecida. Cassel não se lembra direito do que aconteceu, só sabe o que sua família lhe contou. Porém coisas estranhas começam a acontecer, e ele começa a desconfiar do que se lembra e do que lhe foi contado. Será que Lila realmente morreu?

Esse livro é muito bem escrito e impossível de largar. A trama é ótima, com essa nova abordagem para a magia e o mistério que ronda a morte de Lila e as desconfianças de Cassel sempre no ar. É cheio de reviravoltas. Quando achamos que sabemos de alguma coisa, a autora vai lá, e pá, muda o rumo da estória, nos deixando sem rumo O.o  Eu li roendo as unhas e quando cheguei no final não sabia se ria ou chorava pelo Cassel. Ele é meio azarado gente, sério, e ninguém merece a família que ele tem. Só metem o pobrezinho ( e lindinho, e gostosinho, e bad boyzinho *-*) em confusão. 

Adorei, vou comprar meu Red Glove assim que eu tiver verba.  E se você não lê em inglês, White Cat tem lançamento previsto para 2012 pela Rocco! Se preparem que vocês vão viciar! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo