terça-feira, agosto 26, 2014

Chegou Pra Mim #95

Oi gente linda!

Essa semana eu vou mostrar os mais novos livros/filhos meus. Segundo o Skoob eu já tenho 536 livros, sem contar com os que eu vou mostrar hoje e os que serão mostrados em um vídeo especial sobre a 23ª Bienal do Livro de São Paulo (fiz várias comprinhas e ganhei presentes!). Já vi que será necessário comprar outra estante, só não me perguntem onde eu vou colocar. #SOCORR

Bom, dia 2 de agosto foi meu aniversário \o/ e eu ganhei dois livros de presente nesse dia. Sim, quase um mês depois eu vou mostrar, mas é que eu encaixei logo eles na estante e acabei esquecendo de mostrá-los. Muito obrigada Janaina e Renato por terem me dado Sombrio Perdão (Melissa Marr) e Cidades de Papel (John Green), respectivamente. 


Já estes dias eu recebi dois livros super, mega, hiper esperados. Um deles, Outlander - A Viajante do Tempo, da Diana Gabaldon, faz parte de uma série que está sendo publicada pela Saída de Emergência e que eu amo de paixão, de coração, com amor sem medidas! Outlander está em minha vida há muito tempo, e é uma daquelas séries que você lê e relê sem ficar cansado. É como voltar para casa. Em breve tem post especial para vocês ;) 
Ah, alguns dias depois chegou um kit com um informativo sobre a série, um mousepad do livro, um botton super legal e um pocket Jamie. Isso mesmo, uma miniatura do Jamie para recortar. AMEI!



O outro livro muito esperado era Bem-Casados, da Nora Roberts. Já li (devorei na verdade), e em breve a Fernanda vai ler e resenhar para vocês ;)
Da Arqueiro também chegou Os Assassinos do Cartão-Postal, do James Patterson. Eu fui uma das mediadoras do Encontro de Fãs de Literatura Policial organizado pela editora Arqueiro, e que tinha como destaques Os Assassinos do Cartão-postal e também Seis Anos Depois, do Harlan Coben.


Bom, são esses os mais novos habitantes da minha estante. Todos lindos né? Só espero que a estante aguente mais esses. E ainda estou planejando fazer umas comprinhas na Amazon.com.br. É, me desejem sorte! 

Até! 
 

quinta-feira, agosto 21, 2014

Eu Li: O Peculiar - Peculiar #1 - Stefan Bachmann



Título:
O Peculiar
Autor:
Stefan Bachmann
Editora:
Galera Júnior
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC


Parte romance gótico, parte mistério e aventura steampunk. Após a invasão do mundo pelos seres mágicos, as fadas foram aceitas entre os mortais, mas os mestiços não têm lugar. Os irmãos Barthy e Hettie vivem com medo. Tudo piora quando Peculiares são encontrados, ocos, boiando no Tâmisa. Mas eles estão seguros em Bath, não? Talvez... Se não fosse pela misteriosa dama em veludo ameixa que aparece na vizinhança. Quem é ela? E o que quer?

Eu tenho ficado cada vez mais encantada com o mundo das fadas, mas não aquelas boazinhas, que querem o bem de todos, são fofinhas e etc. As fadas más, interesseiras e cínicas, são as que me chamam atenção. Em O Peculiar encontramos este tipo de fada, em uma trama onde a história da Inglaterra foi reinventada de modo a nos mostrar uma Inglaterra Vitoriana onde fadas, duendes e outros tipos de seres convivem com os humanos...mas não em paz.

Esta Inglaterra alternativa é resultado de uma guerra, a Guerra das Flores, iniciada em um belo e terrível dia onde um portal do mundo das fadas se abriu para o mundo humano, e elas, em sua personalidade essencialmente egoísta, lutaram com os humanos pelo poder do mundo, visto que o portal para o delas se fechou. Depois de muito tempo as coisas se acalmaram, resultando em fadas que perderam grande parte de sua essência durante o convívio com os humanos. Mas essa domesticidade não agrada a todos, e a vingança planejada afetará especialmente um tipo bem especial de criatura: os peculiares, maldosamente chamado de medonhos,  filhos de humanos e de fadas, e desprezados por ambas as raças por sua feiura.

Bartholomew e Henrietta são duas crianças peculiares que vivem escondidos em uma periferia. Eles são irmãos, e enquanto Barthy pode ser confundido com uma criança humana em algumas situações, com a garota é diferente, pois ela tem galhos saindo de suas cabeça, como se fossem seus cabelos. Barthy tem um único amigo, uma garoto que ele vê brincando de vez em quando na rua quando as coisas estão calmas, e quando ele testemunha esse garoto ser levado por uma mulher misteriosa, tudo começa a desandar. Paralelamente, ou não, a isso, crianças peculiares têm sido achadas mortas, sem nada por dentro, somente pele, no rio Tâmisa. Será que a mulher de roxo tem alguma coisa a ver com isso?

Esse aventura tem nuances steampunk e góticas, e apesar da bizarrice das mortes, a narrativa é para um público mais jovem, como uma linguagem fácil mas não simplória. O primeiro capítulo é um arraso só! Parece que você mergulhou em uma história de fadas realmente, com uma narrativa com um quê de poética que te faz visualizar os acontecimentos como se estivessem acontecendo bem na sua frente. Só o primeiro capítulo já contou muitos pontos para mim. 

Barthy é um dos protagonistas, e é um garoto corajoso e aventureiro, e não é difícil se envolver na trama. O outro é Arthur Jelleby, um parlamentar inglês que sempre imaginou que sua vida fosse ser uma calmaria, entre idas ao parlamento e sua família, mas acaba tendo sua vida agitada e sua coragem testada ao se ver envolvido em uma trama perigosa. As descrições do autor sobre a Londres gótica, sobre o clima, sobre as fadas, são todas muito reais, muito palpáveis. Adoro isso! Ele realmente consegue nos fazer acreditar em uma Londres vitoriana povoada por fadas. O livro termina no estilo "OMG não! " e dá uma pena tão grande do Barthy! Mas do jeito que ele é, sua busca promete muitas aventuras no próximo livro.

Por ser infanto-juvenil, e já sabendo disso de antemão, eu iniciei a leitura com isso em mente, e concluo que é uma ótima aposta para jovens leitores - mas não só para eles - , pois também trata de assuntos sérios, como o preconceito e a morte. É um livro que tem seus defeitos, como a lentidão em alguns momentos, mas que conquista pelos personagens e pela curiosidade que desperta sobre a misteriosa dama de roxo, as mortes e os interessantes peculiares.



segunda-feira, agosto 18, 2014

Eu Li: Inimigo Sombrio - Amada Imortal #3 - Cate Tiernan


Título:
Inimigo Sombrio
Autora:
Cate Tiernan
Editora:
Galera
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC


Natasya está de volta a River’s Edge, ainda se recuperando dos eventos traumáticos de Cair das Trevas. E, quem sabe, de um entendimento com Reyn, o gato escandinavo que fez parte da horda que destruiu o castelo de seu clã e matou toda a sua família. Só que quando representantes das oito casas imortais aparecem mortos e drenados de seus poderes, e os irmãos de River chegam ao retiro, ela descobre que há coisas muito mais graves em curso.



Mais um casal literário xodó está me deixando – o que me fará matar a saudade assaltando a estante só para procurar cenas dos dois ♥. Reyn e Nastasya são um casal diferente do normal, o que me faz gostar mais deles. Quem já leu algum livro da série sabe o quanto o passado dos dois os condena. Em um mundo contemporâneo onde existem pessoas imortais – não vampiros, simplesmente imortais – dotados de Magick – um tipo de poder que pode ser bom ou mau – a maioria dos imortais foi corrompido em algum momento da vida e fez coisas das quais se arrepende. Reyn carrega a culpa imensa de ter sido um dos responsáveis pela morte da família de Nastasya, e por isso ambos tentam resistir à atração enorme que existe entre eles. Mas há muito mais nessa relação e na dinâmica entre eles que me deixa caidinha pelos dois.

Nastasya já passou por muita coisa em sua jornada por redenção em River’s Edge – um lugar para imortais que querem se recuperar de seus erros passados – e é nesse lugar que mais uma vez Nastasya se vê em perigo de vida. Nesse último volume, chefes de casas/linhagens de imortais em todo mundo estão sendo assassinados, e algumas pessoas passam a suspeitar que Nastasya tenha alguma relação com isso, ela mesma sendo a única sobrevivente de uma tradicional casa de imortais da Islândia. Ela não é uma santa, convenhamos, e teve uma recaída no segundo livro que custou a vida de inocentes, então sua ficha é suja e digna de suspeitas, mas ela é sincera em sua vontade de mudar, e Reyn é um de seus grandes apoiadores, do seu jeito silencioso e turrão de ser.

PENSEM NUMA TRILOGIA BOA! PENSEM NUM HOMEM BOM QUE SÓ ELE! Essa é Amada Imortal, esse é Reyn. A autora foi muito inteligente em abordar a imortalidade como o total oposto de um mar de rosas, como muitos livros passam a ideia de ser. Ela aborda o aspecto da perda de sentimentos que acontece com o tempo, e o que a busca por novas sensações, muitas vezes ligadas ao poder, ao ódio, a destruição, pode fazer com uma pessoa. Nastasya tem mais de 400 anos e nos últimos tempos vivia uma vida desregrada, e testemunhava atos de violência como coisas banais, até o dia em que um ato desse a despertou para o horror que estava vivendo. Acompanhar essa lado de uma história, talvez aquele lado não contado da história dos imortais e que pode leva-los a maldade, foi uma mudança muito necessária e bem-vinda!

E Reyn? Cara, ele é daqueles personagens que falam pouco, mas estão sempre presentes, e quando falam esbanjam sensualidade, de voz grossa, porte imponente, com um corpo lindo e moldado para ser usado *risadinhastaradas*. Cara, ele era um viking. A porcaria de um viking! COMO LIDAR? DIZ PRA MIM, DIZ! E ele já errou muito, e sua busca por ser melhor é tão comovente e realista quanto a de Nastasya. Quem consegue ser bom e ter pensamentos positivos o tempo todo?? Eu não conheço ninguém. A Cate Tiernan acertou muito em juntar esses dois aspectos, reflexão e casal tudibom, em uma trilogia para lá de ótima! O ambiente, os personagens secundários, a própria River, todos e tudo compõe um conjunto muito perfeito para o desenrolar da trama. Ainda vou fazer um vídeo só para surtar com vocês. Aguardem!




domingo, agosto 17, 2014

Chegou Pra Mim #94


Estou tão sumida do blog né pessoal? Peço mil desculpas por isso, mas a vida tá corrida, e eu chego tão cansada em casa que só quero dormir. Mas essa semana que começa vai ser recheada de posts e resenhas legais! Não me abandonem! rsrs Amo vocês!

Hoje eu vou mostrar os lançamentos de agosto da Novo Conceito que chegaram semana passada para mim. Já li três dos sete livros que chegaram. Semana que vem é maratona de resenhas da Novo Conceito! 

O primeiro que eu li foi Se Eu Ficar, da Gayle Forman, que foi adaptado para o cinema e cujo filme será lançado em Setembro. O kit que a NC enviou veio com um balde de pipoca, um pacote de pipoca de micro-ondas e duas caixinhas de lenços de papel. Kit lindo! O balde de pipoca vai ser usado para marcadores!


Perdendo-me, da Cora Carmack eu li em inglês há algum tempo atrás, e não tinha gostado muito. Resolvi ler uma segunda vez e a experiência foi muito melhor! De Repente Ana, que eu também já li, era super aguardado por mim, que adorei Simplesmente Ana, ambos da Marina Carvalho.


A Namorada do Meu Amigo, da Graciela Mayrink, está sendo disputado pelas minhas duas resenhistas, a Anne  e a Fernanda. Quem será que vai ganhar? Infinity Drake, do John McNally, é mais um lançamento encadernado do selo #IRADO do Grupo Editorial Novo Conceito.


As Sete Irmãs é mais um livro da Lucinda Riley. Eu li o primeiro livro dela que foi lançado pela NC, adorei, mas acabei não lendo os outros. Pretendo remediar isso logo, logo! Veio com um DVD do documentário Christo Redemptor, de Bel Noronha.


E por último A Menina Mais Fria de Coldtown, da Holly Black. Já li outros livros da Holly e as expectativas estão altas para esse lançamento. É minha próxima leitura ;)


Já leram algum deles? Tem algum que vocês estejam desejando para ontem? Comentem e participem do TOP Comentarista de Julho/Agosto ;)


 



domingo, agosto 10, 2014

#PromoçãoNC Sorteio LEV Saraiva + Novo Conceito

A menina mais fria de Coldtown 

A Novo Conceito está sempre antenada nas necessidades dos leitores, e principalmente, nas novidades que cativam mais e mais esse pessoal bacana! Quem é fã de livro digital sabe da facilidade que um leitor digital traz para a vida, e não é que tem novidade sobre isso?

Para a galera do digital, que gosta de levar a sua estante de livros para onde for, temos uma coisa muito legal para apresentar: é o Lev – http://goo.gl/EXnIcq –, o novo e-reader da Saraiva, que, além de compacto, pode armazenar em seu interior até 4.000 títulos *-*. Tem cartão externo para armazenar seus documentos, tela HD e ainda permite que você leia PDFs e EPUBs sem nenhuma dificuldade. E o melhor: a facilidade Saraiva para comprar on-line, com cartão de crédito, boleto ou débito em conta.

Mas porque estamos falando tanto dele? Adivinhem...

#PromoçãoNC, é claro!

Para comemorar o lançamento do Lev, o Grupo Editorial Novo Conceito e a Livraria Saraiva vão sortear 4 aparelhos nas redes sociais. Quer mais? Em cada um deles você encontrará um dos nossos esperados lançamentos!

Serão 04 sorteios através da ferramenta Sorteie.me:

• Entre os dias 05 e 07 de agosto, sortearemos 1 Lev + e-book As sete irmãs.
• Entre os dias 07 e 11 de agosto, o prêmio é 1 Lev + e-book A garota mais fria de Coldtown.
• Entre os dias 11 e 13 de agosto, 1 Lev + Perdendo-me.
• E entre os dias 13 e 15 de agosto, uma semana antes da Bienal de São Paulo, o prêmio será 1 Lev com luz embutida + e-book Se eu ficar.

Você não terá apenas uma, mas QUATRO oportunidades de levar essa novidade para casa. Basta ficar de olho na fanpage e seguir o regulamento de cada promoção.
Participem bastante, e boa sorte!! 

quarta-feira, agosto 06, 2014

Eu Li: O Resgate - Nicholas Sparks




Título:
O Resgate
Autor:
Nicholas Sparks
Editora:
Arqueiro
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Confrontado com situações de extremo perigo, Taylor McAden, bombeiro voluntário, expõe-se até ao limiar do perigo. Denise é uma jovem mãe solteira, cujo filho de cinco anos sofre de um inexplicável atraso de desenvolvimento e a quem ela devota a sua vida numa tentativa de o ajudar. Mas o caso vai aproximar estes seres. Numa noite de tremendo temporal, Denise sofre um acidente de automóvel e é Taylor quem vem socorrê-la. Embora muito ferida, a jovem depressa toma consciência de que o filho já não se encontra na sua cadeirinha do banco traseiro. Taylor irá até ao fim de uma angustiante noite de buscas para o encontrar. Foram tecidas as primeiras malhas que os irão unir - o pequeno Kyle desabrocha ao calor da ternura daquele homem. Denise abandona-se à alegria de um amor nascente. Mas Taylor tem em si cicatrizes antigas, que o não deixam manter compromissos de longa duração.

O Resgate é mais um daqueles livros do Nicholas que te desperta uma enorme sensação de familiaridade ao mesmo tempo em que te deixa curioso em relação aos acontecimentos e com vontade de conhecer melhor os segredos e dramas dos personagens. 

Numa noite de temporal Denise, mãe de Kyle, de 5 anos, está tentando voltar para casa quando sofre um acidente de carro. Enquanto o resgate não chega, ela acaba ficando inconsciente, e não percebe que seu filho não está mais preso na cadeirinha. Taylor é o primeiro a chegar ao acidente. e por mais preocupado que esteja com a moça, não deixa de se comover com o desespero dela em achar seu filho, e faz disso sua missão: achar o garotinho perdido. Depois de muita procura e de colocar sua vida em risco, finalmente Taylor encontra o garoto, que acaba sendo uma ponte entre seu salvador e sua mão, que precisa ser salva tanto quanto é capaz de salvar.

Apesar de o título estar no singular, não há só um resgate no livro. Além dos resgates reais, como o que dá origem ao romance entre os personagens principais, também há uns tantos resgates emocionais, os mais difíceis de realizar, e pelos quais você mais torce.

Kyle é o maior amor da história. Que garotinho fantástico! Ele tem problemas de linguagem, e por isso mesmo não fala direito e nem sempre entende o que falam para ele. Sua mãe se dedica exclusivamente a ele quando não está trabalhando, treinando-o exaustivamente na esperança de que um dia ele possa  ter amigos e ir a uma escola normal. E não é que o primeiro amigo que ele faz é o Taylor, ou "Taiô", como ele diz? Muito, muito amor por essa criança ♥♥♥♥ Não tem como não gostar dele, essa é a verdade.

O livro não é composto por um enredo repleto de cenas eróticas, com romantismo para dar e vender. A verdade é que a partir do drama se constrói o romance, com pessoas já adultas, mas atormentadas por traumas de infância, com medo de se sentirem culpadas por serem felizes. E a partir das situações dramáticas se constrói um romance verdadeiro, em uma cidade pequena, onde não há grande ambições, onde ir para feiras e pequenos festivais é um grande passatempo. E a narrativa passa todo esse clima de uma história que pode estar acontecendo em qualquer canto do mundo, até mesmo enquanto você está lendo essa resenha.

Infelizmente o Nicholas não deu um desconto e acabou não resistindo a vontade de matar um personagem querido, e por isso eu não o perdoo. Mas tirando isso eu gostei muito do livro. Antes eu tinha um pouco de preconceito com o autor, confesso, mas agora eu já leio sem medo. É super legal essa confiança! Editora, desce mais livros do Nicholas aí!


terça-feira, agosto 05, 2014

[Novidade] "A Torre Acima do Véu", novo livro de Roberta Spindler, será lançado na Bienal


Não sei se vocês já ouviram falar dela, mas tenho quase certeza que sim, visto que seu livro Contos de Meigan foi um super sucesso, mas a questão é que a Roberta Spindler causa surtos entre os paraenses! Sim, ela é minha conterrânea (com orgulho ♥)!
 
Mas não é só por isso não. É que a bichinha tem talento! E quem já leu algum livro ou conto dela (ela já participou de várias coletâneas) pode atestar isso.

Para dar mais orgulho ainda de ver uma autora nacional se destacando, seu novo livro, uma distopia (♥) chamada A Torre Acima do Véu, será lançado agora em agosto na Bienal do Livro de São Paulo, especificamente no dia 28 de agosto, 19hs, porém a Roberta estará no estande todos os dias. Para deixar todos nós com água na boca, a autora divulgou a capa e a sinopse do livro, que será publicado pela Giz Editorial. Ah, já está em pré-venda na Saraiva pela bagatela de 23,90! Confiram:




































Quando uma densa e venenosa névoa surge misteriosamente, pânico e morte tomam conta do planeta. Os poucos sobreviventes se refugiam no topo dos megaedifícios e arranha-céus das megalópoles.

Acuados, vivem uma nova era de privações e sob o ataque constante de seres assustadores, chamados apenas de sombras.

Suas vidas logo passaram a depender da proteção da Torre, aquela que controla os armamentos e a tecnologia que restaram.

Cinquenta anos se passam, na megacidade Rio-Aires, Beca vive do resgate de recursos há muito abandonados nos andares inferiores, junto com seu pai e seu irmão. A profissão, perigosa por natureza, torna-se ainda mais letal quando ela participa de uma negociação traiçoeira e se vê cada vez mais envolvida em perigos e segredos que ameaçam muito mais do que sua vida ou a de sua família.

Roberta Spindler (de Contos de Meigan) traz um futuro distópico cheio de ação e suspense. Arrisque-se sob a névoa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo