sexta-feira, janeiro 11, 2019

Quinta Em Outra Língua #74 - Lançamentos Mais Aguardados de 2019 - Parte 1

Para quem acompanha essa coluna sabe o gosto meu e da Vivian por livros jovens adultos, principalmente os de fantasia. 2019 vai ter (e já teve hehe) vários lançamentos incríveis desse gênero, principalmente de autores que já amamos. Como a lista ficou muito grande, dividi em duas partes organizada pela ordem de lançamento. Então aqui vai a primeira parte:

CALE A BOCA E LEVE LOGO O MEU DINHEIRO!!!





The Wicked King (The Folk of the Air #2) -

Holly Back 

Esse é segundo livro da trilogia O Povo do Ar, que no Brasil está saindo pela Rocco e que já foi resenhado aqui no Quinta em Outra Língua. Tecnicamente, The Wicked King já saiu na gringa, mas tá nessa lista por a) eu passei 2018 louca para ler esse livro e b) ainda não li porque estou esperando ele chegar aqui em casa. Enfim, eu amo de paixão os livros da Holly Black, as fadas dela não são nada gentis, elas são cruéis e mortais. O livro anterior trata da história da Jude, uma garota que cresceu num Reino das Fadas depois que seus pais foram assassinados pelo guerreiro fada que a criou como filha. Como uma mortal no Reino das Fadas Jude só pensa em como conquistar o seu lugar ali, o lugar que ela cresceu e que mesmo sendo perigoso e traiçoeiro Jude ama. Isso sem contar o Cardan, que é uma mistura de antagonista com interesse romântico, os dois tem uma relação louca e um tanto obsessiva que é incrível de ler.
Aqui está a resenha do segundo livro, e se você não quer spoilers é melhor nem ler! O livro foi publicado 8 de janeiro.

Você deve ser forte o suficiente para atacar e atacar sem se cansar.
A primeira lição e fazer você mesmo forte.
Após a revelação de cair o queixo que Oak é o herdeiro de Faerie, Jude deve manter seu irmão mais novo em segurança. Para fazer isso, ela ligou o rei perverso, Cardan, a ela, e tornou-se o poder por trás do trono. Navegar pelas inconstantes alianças políticas de Faerie seria difícil o suficiente se Cardan fosse fácil de controlar. Mas ele faz tudo em seu poder para humilhá-la e miná-la, mesmo que seu fascínio por ela permaneça inalterado.
Quando fica muito claro que alguém próximo a Jude quer traí-la, ameaçando sua própria vida e as vidas de todos que ela ama, Jude deve descobrir o traidor e lutar contra seus próprios sentimentos complicados por Cardan para manter o controle como uma mortal no Reino das Fadas.

Slayer (Slayer #1) - Kiersten White 

Buffy a Caça Vampiros é uma das minhas séries de TV favoritas de todos os tempos. Eu cresci vendo a Buffy, uma líder de torcida que amava ir ao shopping, dançar, e derrotar todo tipo de monstros. Era impossível não querer ser exatamente como ela! Há alguns anos até revi toda a série, que antes eu tinha visto mais esporadicamente, (até vi Angel) (mas foi mais por causa do Spike aparecendo na última temporada, admito). E pra quem não sabe, a história continuou no mundo dos quadrinhos, mas isso é outra história. 
Na real, sei pouco sobre esse livro, só estou louca para ler pelo simples fato de que eu amo esse universo da Buffy, que os fans chamam de Buffyverse. A ideia de ler uma história completamente diferente nesse mundo me faz abrir um grande sorriso. Mas para quem não cresceu se perguntando porque as pessoas não se mudam de Sunnydale (e que nem leram os quadrinhos), dá para encarar tranquilamente.
Eu amo que na sinopse diz que a Buffy é infame, sinceramente ela e a galera dela impediram vários apocalipses (sim, no plural kkk), mas também fizeram tanta merda e quebraram tantas regras. Tipo, a Buffy é a Caça Vampiros mas já namorou não só um, mas dois vampiros kkkk. 
O livro foi publicado 8 de janeiro.

Em cada geração uma nasce uma Caça Vampiros...
Nina e sua irmã gêmea, Artemis, estão longe de serem normais. É difícil ser quando você cresce na Academia dos Sentinelas, o que é um pouco diferente dos internatos comuns. Aqui os adolescentes são treinados como Sentinelas para as Caça Vampiros - meninas dotadas de força sobrenatural para combater as forças das trevas. Mas enquanto a mãe de Nina é um membro proeminente do Conselho dos Sentinelas, Nina nunca abraçou o estilo de vida violento dos Sentinelas. Em vez disso, ela segue seus instintos para curar, arranjando um lugar para si mesma como a médica da escola.
Até o dia em que a vida de Nina muda para sempre.
Graças a Buffy, a famosa (e infame) Caça Vampiros que o pai de Nina morreu protegendo, Nina não é apenas a mais nova escolhida - ela é a última Caça Vampiros de todos os tempos. Ponto final.
Enquanto Nina aperfeiçoa suas habilidades com o Sentinela em treinamento, Leo, há muito para mantê-la ocupada: um monstro lutando, um demônio que come felicidade, uma figura sombria que continua aparecendo nos sonhos de Nina...
Mas não é até os corpos começarem a aparecer que os novos poderes de Nina serão realmente testados - porque alguém que ela ama pode ser o próximo.
Uma coisa é clara: ser escolhida é fácil. Fazer escolhas é difícil.

King Of Scars (Nikolai Dulogy #1) - Leigh Bardugo

Leigh Bardugo já começou o ano arrasando, os livros dela no chamado grishaverse vão virar série do Netflix *insira um grito aqui*. A pesar de eu não ser muito fã da trilogia Grisha, temos as resenhas dos dois primeiros aqui, a duologia de Six of Crows é simplesmente MARAVILHOSA. Agora com King of Scars, vamos voltar para Ravka, o país onde o universo grisha começou e focar no melhor personagem da trilogia original: o agora rei Nikolai Lantsov . Ele comeu o pão que o Darkling amassou para salvar o seu país, e agora tem que lidar com as consequências da guerra. Além do meu anjo Nik, outra estrela desse livro deve ser a Nina Zenik, uma grisha que apareceu na duologia de Six of Crows. E quem quiser conhecer a Nina, e o melhor squad já reunido para um roubo pode ler as resenhas de Six of Crows e Crooked Kingdom.
O livro vai ser publicado 29 de janeiro.

Nikolai Lantsov sempre teve um dom para fazer o impossível se tornar realidade. Ninguém sabe o que ele suportou na sangrenta guerra civil de seu país - e ele pretende manter assim. Agora, quando os inimigos se reúnem em suas fronteiras enfraquecidas, o jovem rei precisa encontrar uma maneira de reabastecer os cofres de Ravka, forjar novas alianças e impedir uma ameaça crescente ao outrora grande Exército Grisha.
No entanto, a cada dia, uma magia negra dentro dele se torna mais forte, ameaçando destruir tudo o que ele construiu. Com a ajuda de um jovem monge e um lendário Grisha Squaller, Nikolai viajará para os lugares em Ravka, onde a magia mais profunda sobrevive para derrotar o terrível legado dentro dele. Ele arriscará tudo para salvar seu país e a si mesmo. Mas alguns segredos não são destinados a ficarem enterrados - e algumas feridas não devem se curar.

On The Came Up - Angie Thomas

Angie Thomas arrasou geral com The Hate You Give, que eu falei brevemente neste post, e o seu novo livro promete ser ainda melhor pois dessa vez Angie vai abordar o mundo do hip-hop. A sinpse do livro me lembra de The Get Down, uma série do Netflix que abordava o início da cultura do hip-hop no Bronx dos anos 70 e que infelizmente foi cancelada depois de só uma temporada. Espero que esse livro cure minha saudades dos meus bebês MCs.
O livro vai ser publicado 5 de fevereiro.
Bri, de dezesseis anos, quer ser um dos maiores rappers de todos os tempos. Ou pelo menos sair da sua vizinhança um dia. Como filha de uma lenda do rap underground que morreu antes de atingir um grande sucesso, Bri tem um grande legado para honrar. Mas agora que a mãe dela inesperadamente perdeu o emprego, os bancos de alimentos e os avisos de desligamento fazem parte da vida de Bri como como as batidas e as rimas. Com as contas se acumulando e a falta de moradia assombrando a sua família, Bri não quer mais apenas chegar lá - ela tem que fazer isso.

On the Come Up é a homenagem de Angie Thomas ao hip-hop, a arte que despertou sua paixão por contar histórias e continua a inspirá-la até hoje. É a história de lutar por seus sonhos, mesmo quando as probabilidades estão contra você; da luta para se tornar quem você é e não quem todos esperam que você seja; e das realidades desesperadas das famílias negras pobres e da classe trabalhadora

The Priory Of The Orange Tree - Samantha Shannon

Esse é único livro adulto dessa lista, e coloquei aqui pelo simples fato de que na sinopse dele está escrito “queendom”, em vez de kingdom, o que em português seria algo como rainhado em vez de reinado. A ideia de um mundo de fantasia matriarcal grita pela minha atenção e ainda descobri que tem dragões nele. O que pode dar errado?!
O livro vai ser publicado 26 de fevereiro.

Um mundo dividido.
Um rainhado sem herdeiro.
Um antigo inimigo desperta.

A Casa de Berethnet governou Inys por mil anos. Ainda solteira, a rainha Sabran, a Nona, deve conceber uma filha para proteger seu domínio da destruição - mas os assassinos estão se aproximando de sua porta.
Ead Duryan é uma estranha na corte. Embora tenha ascendido à posição de dama de companhia, ela é leal a uma sociedade oculta de magos. Ead mantém um olhar atento em Sabran, secretamente protegendo-a com magia proibida.
Do outro lado do mar escuro, Tané treinou toda a sua vida para ser uma cavaleira de dragões, mas é forçada a fazer uma escolha que poderia desvendar sua vida.
Enquanto isso, o Oriente e o Ocidente dividido se recusam a negociar, e as forças do caos estão acordando.



Shadow Me e Defy Me (Estilhaça-Me #4,5 e #5) - Tahereh Mafi  

Ano passado saiu o quarto livro da série Estilhaça-Me, e temos um masterpost dessa série marcante. A primeira parte dessa série conta com 3 livros e 2 novellas, contando a história da Juliette e o Warner. Os 3 primeiros livros são contados pelo ponto de vista da Juliette, com a escrita de um lirismo único, vemos a nossa protagonista passar de garota assustada pela própria sombra até a líder de uma revolução. Ainda não li o 4º livro, Restaura-Me, que saiu ano passado por medo das cagadas, talvez eu leia ele esse ano junto com o quinto ou talvez espero mesmo todos os livros saírem para poder ler hehe.

Além de Defy Me, vai sair a novella Shadow Me, no caso o 4,5 da série, se passando entre o 4º e 5º livro. E o mais legal dessa novella é o fato de vai realizar o meu sonho desde que eu li os 3 primeiros livros: vai contar pelo ponto de vista do Kenji Kishimoto, meu anjo líder da resistência, melhor amigo da Juliette e melhor piadista da série. Kenji é um anjo e morro de rir com ele. A amizade dele com a protagonista é muito boa, de forma que os dois apoiam um ao outro é muito bem construída e só quero que esse anjo também encontre a sua felicidade.

Defy Me ainda não tem capa, mas Shadow Me já tem. E como eu ainda não li Restaura-me não vou colocar a sinopse de Defy Me pra não pegar spoilers hehe. Mas quem quiser pode conferir aqui no Goodreads.

Shadow Me vai sair 5 de março, e Defy Me vai sair 2 de abril.




The Princess and the Fangirl (Once Upon a Con #2) - Ashley Poston

Geekrella foi um dos melhores livros que eu li em 2018, ele é uma releitura de Cinderela no reino dos fans. O primeiro livro dessa série é uma graça, e esse é uma continuação no mesmo universo mas focando em novos personagens, o que a gente chama de livro companion. Em The Princess and the Fangirl, Ashley Poston vai adaptar o clássico Barbie Princesa e a Plebéia O Príncipe e o Plebeu, com direito ainda a um casal lésbico! O que mais a gente pode pedir? Amo releituras de contos de fadas, juntou toda a cultura da fandom e agora temos um casal LGBT?! Gente, se esse livro não for bom eu admito que vou ficar triste!
O livro vai ser publicado 2 de abril.

Imogen Lovelace é uma fangirl comum em uma missão impossível: salvar seu personagem favorito, a princesa Amara, de ser morta de sua franquia favorita, Starfield. O problema é que Jessica Stone - a atriz que interpreta a princesa Amara - quer nada mais do que deixar o intenso escrutínio do fandom para trás. Se a ExcelsiCon deste ano não for sua última, ela considerará sua carreira acabada.
Quando um caso de troca de identidades joga as clones Imogen e Jess juntas, elas rapidamente se tornam inimigos. Mas quando o roteiro da seqüência de Starfield vaza, e todos os sinais apontam para Jess, ela e Imogen devem trocar de lugar para encontrar o responsável. É mais fácil falar do que fazer quando as meninas entram no lugar uma da outra e descobrem novas possibilidades românticas, assim como o outro lado do intenso fandom. À medida que essas "princesas" correm para encontrar o vazador de scripts, elas precisam se resgatar de suas próprias expectativas e redefinir o que significa viver feliz para sempre.

Aurora Rising (Aurora Cycle #1) - Amie Kaufman, Jay Kristoff

A dupla Amie Kaufman e Jay Kristoff voltam mais uma vez para atacar a minha sanidade. Quem leu a trilogia de The Illuminae Files, ou pelo menos as resenhas aqui no blog, sabe como esses dois escrevem livros que não é pra quem tem coração fraco. The Illuminae Files foi uma trilogia bem única, os livros em si foi escrito como se fosse um relatório que alguém preparou de "incidentes" espaciais tornando o livro impresso simplesmente lindo. Cada livro é companion um do outro, focando em diferentes grupos (e casais também ;D), e diferentes situações cagadas espaciais mas tudo interligado; e tudo ainda seguindo uma lei de murphy própria, onde tudo que pode dar errado não só dá errado mas ainda joga merda do espaço sideral em cima (ex: vermes parasitas alienígenas :S). 
Mal posso esperar por mais essa trilogia lol
O livro vai ser publicado 30 de maio.

O ano é 2380, e os cadetes graduados da Aurora Academy estão recebendo suas primeiras missões. O pupilo estrela, Tyler Jones, está pronto para recrutar o esquadrão de seus sonhos, mas seu próprio heroísmo cabeçadura o deixa preso com a escória que ninguém mais na Academia tocaria…
Um diplomata convencido com uma faixa preta em sarcasmo
Uma cientista sociopata com uma predileção por atirar em seus companheiros
Um techwiz esperto com o maior chip da galáxia em seu ombro
Um guerreiro alienígena com problemas de gerenciamento de raiva
Uma piloto tomboy que não está afim dele, caso você esteja se perguntando
E o esquadrão de Ty não é nem mesmo seu maior problema - isso seria Aurora Jie-Lin O'Malley, a garota que ele acabou de resgatar do espaço interdimensional. Presa em um sono criogênico por dois séculos, Auri é uma garota fora do tempo e desnorteada. Mas ela pode ser o catalisador que inicia uma guerra traçada há milhões de anos, e o esquadrão de perdedores, casos-disciplinares e desajustados de Tyler podem ser a última esperança de toda a galáxia.
Eles não são os heróis que nós merecemos. Eles são apenas os que conseguimos encontrar. Sem pânico.

Então essa foi a primeira parte, temos 8 livros aqui e nem citamos os livros da Cassandra Claire que vão sair. Quais os lançamentos mais aguardados por vocês esse ano? A carteira de vocês também está gritando socorro como a minha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer essa equipe de blogueiros feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena!

Muito obrigada por comentar! Volte sempre!

P.S: Comentários ofensivos serão deletados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo