terça-feira, maio 01, 2018

Pipoca da Semana - Vingadores: Guerra Infinita (sem spoilers)

É impressão minha ou tem muita gente nesse poster?

Título: Avengers: Infinity War
Vingadores: Guerra Infinita
Ano: 2018
Direção: Anthony e Joe Russo
Produção: Marvel Studios
Duração: 150 minutos


Homem de Ferro, Thor, Hulk e os Vingadores se unem para combater seu inimigo mais poderoso, o maligno Thanos. Em uma missão para coletar todas as seis pedras infinitas, Thanos planeja usá-las para infligir sua vontade maléfica sobre a realidade.




É isso! Finalmente, após 18 filmes, o Universo Cinematográfico da Marvel culmina nessa superprodução (e bota super porque 50 milhas foram só pro Robert Downey Jr.) reunindo praticamente todos os heróis da Marvel que apareceram nas telonas até então. Já falamos sobre o MCU antes em dois posts sobre a Guerra Civil (AQUI e AQUI) e mais recentemente a Anne escreveu uma resenha sobre Pantera Negra.

Todos os filmes até aqui de alguma forma encaminharam à situação desenvolvida na trama. Agora, o vilão Thanos (que já havia aparecido antes em Vingadores e Guardiões da Galáxia) está tentando finalizar sua missão de juntar as seis Jóias do Infinito. Apenas relembrando:

Jóia do Espaço > O Tesseract que foi levado pelo Loki no final de Thor: Ragnarok.
Jóia do Poder > Ficou nas mãos da Tropa Nova em Xandar no final do primeiro Guardiões da Galáxia.
Jóia da Mente > Deu vida ao Visão e está em sua testa desde Vingadores: Era de Ultron.
Jóia da Realidade > Foi entregue pelos Asgardianos para a guarda do Colecionador em Lugar Nenhum no final de Thor: O Mundo Sombrio.
Jóia do Tempo > Foi revelada como sendo o Olho de Agamoto no filme do Doutor Estranho e está sob sua proteção no Sanctum Sanctorum.
Jóia da Alma > Ainda não se sabe sua localização.

Como explicado no trailer, seu objetivo é acabar com metade das vidas do universo, usando o poder das jóias. Nos quadrinhos essa motivação foi explicada devido a paixão que Thanos tinha pela Morte (eu sei, bem galhofa). Já no filme, a explicação para isso envolve o passado do Titã louco e, apesar de ser um objetivo bem absurdo, você até compreende o porque do vilão estar buscando isso. Aliás, se em Pantera Negra já tivemos um ótimo vilão na figura do Killmonger, com uma motivação muito bem desenvolvida, em Guerra Infinita, Thanos rouba a cena. O filme é dedicado a contar sua história e boa parte da busca pelas jóias vai sendo desenvolvida ao longo da trama, enquanto os heróis tentam armar sua defesas. A relação dele com a Gamora (e num nível menor, também com a Nebulosa) é um ponto de destaque e trás algumas das cenas mais emocionantes e inesperadas.

Thanos e a Morte
Thanos, porém, não está sozinho. Ao seu lado ele possui a Ordem Negra que, apesar do pouco tempo de tela, os quatro também se revelaram como ótimos vilões e dão um bom trabalho para os Vingadores. O Fauce de Ébano, aliás tem uma das melhores cenas de batalha logo ao início do filme.

Ordem negra da esquerda para a direita: Próxima Meia Noite, Fauce de Ébano, Corvus Glaive e Cull Obsidian. (O Loki não faz parte dela).
Do lado dos heróis quem rouba a cena aqui é o Thor. Se de um lado o filme é do Thanos, por outro o o arco trilhado pelo Deus Asgardiano é espetacular e também culmina numa das melhores cenas de batalha já feitas em todos os 19 filmes. Aliás, o Thor desse filme é o que mais se assemelha ao personagem dos quadrinhos, algo que já vinha sendo construído desde seu filme anterior Ragnarok.

Action Figure da Hot Toys baseado na figura de Thor em Guerra Infinita
Vale destacar muito também a trilha sonora. Em geral, extremamente apagada no filmes da Marvel, (excetuando aí Vingadores, Guardiões da Galáxia, Vingadores: Era de Ultron e Pantera Negra), a trilha sonora tem papel importantíssimo para construir a tensão do filme. Num comparativo, a trilha do primeiro filme dos Vingadores (que é do Alan Silvestri) e o tema principal dos heróis é bem heroico; em Era de Ultron (trilha de Danny Elfman) a trilha passa a ter um tom mais épico; já em Guerra Infinita (em que Alan Silvestri retornou) o tema clássico dos heróis tem um leve toque melancólico. Isso não é a toa, aliás (se eu falar mais que isso é spoiler).


De extra, é meio difícil eu destacar qualquer outra coisa aqui sem começar a contar spoilers. O que eu posso dizer é: se você ainda não viu, corra! O filme é espetacular, emocionante e tem diversas cenas inesperadas. Os trailer, aliás, só fizeram exatamente isso: criaram expectativas. A maioria das cenas mostradas tem um contexto completamente diferente ou foram alteradas para parecerem outra coisa. Quase todas as teorias que eu vi até assistir o filme estavam erradas. 

Não tem como eu dar outra nota senão:

Obs: Esse filme também tem a melhor cena pós crédito de todas!!!

Trailer








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo