segunda-feira, março 26, 2018

Eu Li: Até Mais e Obrigado pelos Peixes - O Guia do Mochileiro das Galáxias #4 - Douglas Adams

Livro 4 da trilogia de 5

Título: Até mais, e obrigado pelos peixes
Autor: Douglas Adams
Editora: Arqueiro
Série: O Guia do Mochileiro das Galáxias



Depois de oito anos vagando pelos mais insondáveis cantos da Galáxia, Arthur Dent está de volta à Terra, e tudo parece estranhamente normal. 
Todas as coisas estão em seus devidos lugares – sua casa, seu emprego, seu planeta –, e é justamente por isso que ele começa a desconfiar de que, ou ficou completamente maluco e tudo não passou de uma grande alucinação, ou algo de muito mais estranho do que viagens espaciais a bordo de naves alienígenas poderia estar acontecendo.
Em busca de respostas que possam explicar não só como a Terra poderia continuar a existir – já que ela havia sido destruída para dar passagem a uma estrada interplanetária anos antes –, mas também por que tudo estava absolutamente igual ao que era, exceto pelo misterioso desaparecimento dos golfinhos, Arthur começa uma nova jornada.
Uma das poucas pessoas que poderiam ajudá-lo a compreender toda a história é Fenchurch, uma linda garota que tem surtos psicóticos desde que teve uma revelação transcendental sobre o porquê de as coisas darem sempre tão errado para os humanos.
Decididos a encontrar a verdade, Arthur e sua nova companheira tentam descobrir se a CIA é mesmo a responsável por tudo, produzindo alucinações coletivas ao testar uma nova arma química, embora não acreditem nem um pouco nessa versão.
Juntos, Arthur e Fenchurch vivem um grande, profundo e divertido amor, cheio de beleza e poesia, mas repleto das mais inusitadas situações, enquanto procuram o motivo de tanta confusão.

Teriam os dois imaginado tudo aquilo? Mas, então, onde estariam os golfinhos? E o que queriam dizer com a mensagem "Até mais, e obrigado pelos peixes!"? Isso é o que você e Arthur Dent estão prestes a descobrir!


E mais uma vez voltamos as desventuras de Arthur Dent pela galáxia. Já resenhamos os três livros anteriores e essa resenha pode conter alguns spoilers deles.



Até mais e Obrigado pelos Peixes é o quarto livro da série do Guia do Mochileiro das Galáxias, mas também é o mais diferente de todos até agora. Diferente dos anteriores, ele não é exatamente uma sequência da história que estava sendo desenvolvida e se passa praticamente todo na Terra. Como exatamente isso acontece, sendo que o planeta havia sido destruído no primeiro livro, nós não sabemos. Apenas se sabe que Arthur Dent está de volta a Terra vários anos depois, mas como se apenas pouco tempo desde a explosão tivesse passado. Os golfinhos desapareceram e todo mundo acha que o ocorrido na explosão do planeta foi uma alucinação coletiva causada pela CIA ao testar nova arma química. A única pessoa que pode ajudar Arthur a entender tudo o que aconteceu e decifrar o misterioso desparecimento dos golfinhos é Fenchurch, uma garota confusa que tem vários surtos psicóticos desde que o fenômeno aconteceu. Ao mesmo tempo, Ford Prefect está do outro lado da galáxia e não consegue entender exatamente o porquê, mas todas a sua pesquisa sobre a Terra para o Guia do Mochileiro da Galáxia (que havia sido deletada, após a explosão do planeta) retornou para os dados do livro. Surpreso e feliz em perceber isso, ele vai tentar contatar Arthur para entender exatamente o que está acontecendo.
Os que querem respostas devem continuar lendo. Outros podem preferir pular direto para o último capítulo, que é bem legal e é onde aparece o Marvin.
Quem ler os três livros anteriores do Guia e começar a ler esse, vai perceber logo de cara que Douglas Adams mudou bastante aqui. Primeiro porque o livro, apesar de manter toda a loucura usual e o humor ácido do autor, é basicamente um livro de romance entre Arthur e Fenchurch. Aliás, pasmem, tem a cena de sexo mais estranha que eu já vi. Além disso, o livro praticamente não tem viagens espaciais, aspecto que é crucial nos enredos anteriores. Tudo gira basicamente entre os dois protagonistas e o mistério de como a Terra retornou.

Fora isso, o livro mantém o de sempre: piadas bem ao nível do humor inglês de Adams, ironia, trocadilhos e as sempre maravilhosas citações ao Guia do Mochileiro da Galáxia e, as vezes, à Enciclopédia Galática. Claro, era quase impossível superar o nível de acidez do terceiro livro (não, ele não supera aqui) e nem acho que essa era a proposta. A sensação que Até Mais e Obrigado pelos Peixes passa é de um Douglas Adams bem diferente do que era nos anteriores de uma forma que parece até levemente otimista.

O texto continua bem fluido como o usual e as descrições do autor evoluíram bastante. Em O Restaurante no Fim do Universo, lembro bem de ter tido dificuldade de entender exatamente o que estava acontecendo nas partes mais loucas, mas aqui o autor vai longe da mesma forma e, mesmo assim, mantém um ótimo nível de compreensão.

Enfim, que for fã da série e quiser ler esse livro deve se preparar para ler algo um tanto diferente do que foi apresentado até então, mas tão divertido quanto!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo