quarta-feira, junho 13, 2018

Meu Sofá me Engoliu #1 - Philip K. Dick's Electric Dreams

Só esse elenco já destrói!

Olá, pessoal. Hoje temos uma coluna nova: Meu Sofá me Engoliu vai ser uma coluna dedicada a discutir e indicar as séries mais legais que temos acompanhado para as melhores maratonas! E hoje vamos começar com a essa série original do Amazon Prime, inspirada em contos de Philip K. Dick. Mas primeira vamos a ficha:



Título: 
Philip K. Dick's Electric Dreams

Ano: 
2018

Produção: 
Amazon Prime

Temporada: 
1

Nº de Episódios
10


Já falamos antes de Philip K. Dick no Nerdice Pai D'égua 10, onde eu detalhei algumas adaptações de obras do autor para o cinema e TV. Philip K. Dick é um dos autores de ficção científica mais aclamados e sua obra é bem vasta contando com um número absurdo de contos e histórias independentes. Não existe um único compilado dos textos dele e volta e meia  novas edições são lançadas, como o Realidades Adaptadas, que saiu pela Aleph.

Então, esse ano, surgiu a produção do canal de streaming Amazon Prime, onde uma nova coletânea de contos do autor foi selecionada e transformada nos roteiros dos 10 episódios dessa primeira temporada. A ficção científica de Dick é conhecida por ser extremamente pessimista e ter uma visão ruim da humanidade. A série acabou trazendo esse aspectos para os episódio, tendo um "q" depressivo nas tramas. 

Os episódios não possuem nenhuma ligação entre si, sendo que cada trama é fechada. O grande diferencial da série é que cada episódio termina num plot twist e, a medida que você vai avançando nos episódios, começa a ficar tentando adivinhar como vai terminar. Mas é bobagem: a maioria deles é bem imprevisível.

Como não posso falar detalhadamente da temporada inteira, gostaria de destacar três episódios em específico:


1 - Human Is: Estrelado por Bryan Cranston (de Breaking Bad e Power Rangers) e Essie Davis (de Game of Thrones), o episódio relata uma Terra que está devastada e com o ar completamente contaminado. Os humanos que sobraram tentaram fugir para outro planeta chamado Rexor IV, mas se viram em meio a uma guerra contra os alienígenas nativos de lá, sendo obrigados a retornar. Vera Hericks é a esposa de um grande general que foi responsável por salvar os humanos restantes trazendo-os de volta a Terra. Eles tem um casamento extremamente conturbado e seu marido a trata muito mal. Entretanto, após uma missão mal sucedida em Rexor IV, de onde ele quase não sobrevive, ela vê que seu marido está completamente mudado, tratando melhor do nunca e começa a desconfiar que ele possa ter sido possuído por um Rexoriano que poderia estar tentando se infiltrar entre os humanos.

Esse episódio é um dos mais legais pra mim e com o melhor plot twist da temporada.


2 - Real Life: Estrelado por Anne Paquin (de X-men e True Blood) e Terence Howard (de Homem de Ferro). Sarah é uma policial que vive num futuro aparentemente bem tecnológico e George é um desenvolvedor de games que vive num tempo que parece ser os dias atuais. Quando um dorme, em seus sonhos, ele passa a viver a vida do outro e, a medida que coisas estranhas começam a acontecer, fica cada vez mais difícil descobrir qual dos dois é real.

Um dos episódios mais reflexivos da série. Bem depressivo também.


3 - Safe and Sound: num futuro distópico, os Estados Unidos foram divididos em várias cidades. Algumas delas altamente tecnológicas, mas com uma sociedade paranoica com a necessidade de se sentir seguros; e as outra, chamadas de bolhas, são cidades que rejeitam completamente a tecnologia e tem uma sociedade que preza pela liberdade. Em negociações políticas, uma das representantes de uma das cidades bolha, viaja com sua filha para uma das cidades com maior avança tecnológico do mundo. A garota, então vai descobrir as maravilhas que só a tecnologia pode proporcionar e também que parar ter esse avanço, a pessoas precisam pagar um preço bem alto.

Esse episódio é talvez o que mais se parece com uma crítica ao mundo atual e o final faz você ficar com medo de tecnologia e da falta de privacidade.

Enfim, Electric Dreams foi uma das melhores maratonas que eu fiz esse ano e é uma série que é essencial para qualquer pessoa que curta ficção científica.

Minha nota final é:
4,5 por tem um único episódio que é bem chatinho





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo