quinta-feira, fevereiro 22, 2018

Eu Li: Castanha do Pará - Gidalti Jr.

Título:
Castanha do Pará
Autor:
Gidalti Jr.
Editora:
Independente
Ano:
2016

Adicione ao Skoob

O romance gráfico Castanha do Pará reconta, em forma de fábula, uma situação cada vez mais comum nos dias de hoje: Castanha é um menino-urubu que vive suas aventuras pelos cenários do tradicional mercado público Ver-o-Peso, em Belém. Mora sob o céu aberto e sobrevive dos furtos e das migalhas de atenção que sobram do mundo ao seu redor.
O romance gráfico de estreia de Gidalti Moura Jr. abusa da expressividade na pintura para dar vida a este conto urbano, criando uma visão lúdica e ritmada para a poesia da dura realidade.
1º lugar na categoria Histórias em Quadrinhos do Prêmio Jabuti 2017.

Olá, leitores!

Hoje indicarei para vocês uma HQ muito especial e premiada. Me refiro ao vencedor do prêmio Jabuti de 2017, na categoria história em quadrinho, "Castanha do Pará". 
O autor e ilustrador Gidalti Jr. cresceu no Pará e mesmo morando em outro estado atualmente, ele conseguiu eternizar suas memórias nesse quadrinho lindo visualmente e pesado emocionalmente. 


A história é contada da perspectiva de uma vizinha fofoqueira que chamou a polícia em razão do desaparecimento do menino Castanha. Portanto, ela conta sua versão com o olhar julgador das pessoas imediatistas que conhecem apenas uma parte da história. Paralelo a isso, as ilustrações nos apresentam um Castanha de outra perspectiva. 

Castanha é mais um dos meninos que vivem pelas ruas de Belém, principalmente pelas imediações do Ver-o-peso. Sua família é completamente problemática onde envolve especificamente um padrasto agressor, uma mãe agredida e uma avó acostumada demais com essa rotina. Castanha então faz das ruas a sua casa. E como toda criança de rua, ela causa estranhamento e desconforto. 

O menino Castanha, assim como todas as crianças e jovens retratados nessa HQ, tem no rosto uma representação de um animal. Nosso protagonista é um Urubu, uma ave muito conhecida por nós aqui de Belém pois eles andam em bando pelo ver-o-peso à espera de carniça de outros animais para se alimentar.


Como supracitado, na HQ são nos apresentado dois pontos de vista sobre o menino Castanha então para alguns leitores podem surgir aquele questionamento maroto: Vítima ou culpado? 
Tive a oportunidade de mediar um evento de bate-papo com o autor aqui em Belém e essa foi uma das perguntas que me chamou mais atenção. Castanha é uma vítima ou o culpado de sua situação? 
Acredito eu que essa resposta é muito subjetiva e fala mais sobre quem a responde do que sobre o próprio personagem.  
"Castanha do Pará" é uma história emocionante e incomoda. Ela nos convida a refletir realidades existentes que são cruéis demais para uma criança viver. E ainda sim elas vivem.  

Gildati Jr. construiu essa história durante anos pois foi responsável por toda a ilustração. É um livro que foi publicado de forma independente e que conseguiu um dos prêmios literários mais importantes do país portanto merece nossos mais profundos parabéns. 

Indico fortemente a leitura e apreciação dessa obra. 

Leiam! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo