sábado, dezembro 30, 2017

Eu li: Esposa perfeita - Will Trent #8 - Karin Slaughter

Título:
Esposa perfeita
Autora:
Karin Slaughter
Editora:
Harper Collins
Série:
Will Trent
Ano:
2017

Adicione ao Skoob

Maridos e esposas. Mães e filhas. Passado e futuro.Segredos os unem. E segredos podem destruí-los.
Com a descoberta de um corpo de um ex-policial em um canteiro de obras, o detetive Will Trent é chamado para resolver um caso muito perigoso. Ao analisar o cadáver, Sara Linton – nova investigadora forense e amante de Will – nota que parte do sangue do presente na cena do crime é de outra pessoa. Há uma outra vítima: uma mulher, que desapareceu... E que vai morrer se não for encontrada logo.Para piorar, o terreno pertence a um atleta rico, poderosos, com amigos no Congresso e um dos advogados mais inescrupulosos que existem. Um homem que já escapou de acusações de estupro, apesar dos esforços de Will para colocá-lo na cadeia.Mas o pior ainda está por vir. Evidências conectam o passado turbulento de Will com o crime... E as consequências vão despedaçar sua vida, colocando Will em conflito com todos ao seu redor, incluindo seus colegas de trabalho, sua família, seus amigos e, acima de tudo, o suspeito que ele tanta procura: sua ex-mulher.
Will é um detetive renomado que, assim como todo detetive experiente, fez alguns inimigos ao longo de sua carreira. Isso não o intimida, tampouco o amedronta. Aliás, poucas coisas fazem Trent sair do sério, perder o controle, e nesse livro conhecemos justamente a sua maior fraqueza: sua ex mulher, Angie.
Apesar de ser o oitavo volume de uma série que conta como personagem principal o Will, não atrapalha em nada a leitura desse volume. Não li nenhum dos outros livros e não senti falta de nenhuma peça durante a leitura.

Logo nas primeiras páginas nós temos uma cena de causar pânico em qualquer um: Uma mulher com sua filha nos braços prestes a morrer, e o assassino tentando arrombar a porta pra terminar o que começou. A partir daí tudo que encontrei foi uma escrita extremamente descritiva, mas que não deixou a leitura chata, nem arrastada. Karin tem o dom de prender a atenção do leitor pelos detalhes e foi o que fez eu gostar ainda mais dessa autora. Meu primeiro contato com ela foi em Flores Partidas (resenha aqui) e agora, depois de ler Esposa Perfeita quero ler até a lista de compras dessa mulher.

Novamente nos deparamos com um assunto que incomoda e deixa muitas inquietações, principalmente por sua proximidade com a realidade: relacionamentos abusivos. 
E eu não falo apenas de marido x mulher, falo de trabalho, família, amigos, o mais forte dominando o mais fraco, seja pela força ou pelo psicológico, e culpando sempre a vítima.


- Odeio casos de estupro. Você não joga um caso de assassinado para um júri e eles perguntam: "Bom, o cara foi realmente assassinado ou ele está mentindo porque quer atenção? E o que ele estava fazendo naquela parte da cidade? E porque ele estava bebendo? E todos aqueles assassinos com quem ele saiu antes?"

Os capítulos são bem grandes, mas passam voando com o tanto que a leitura prende, cada capítulo uma revelação, um soco no estômago e cenas que me deixaram várias vezes com náuseas. Eu gosto muito de livros que me deixam inquieta, que me causam sensações de todos os tipos, e a escrita da autora, com certeza, desperta MUITAS inquietações.  

Depois da leitura estou vendo pistas de crime por todos os lados, a verdade é que fiquei pensando por dias sobre tudo que li e tentando digerir. Não estou acostumada a livros tão pesados, e apesar de no inicio me sentir um pouco incomodada (no bom sentido) não pensei em nenhum momento em largar essa investigação. É o tipo de livro que quando você acha que ta chegando perto de alguma conclusão, suas suspeitas vão por água a baixo e novas coisas vão vindo á tona. As últimas páginas são CHOCANTES, então se preparem  pra perder o sono.

E o que falar das capas? A Harper Collins fez um trabalho incrível de edição. Na jacket temos o rosto de uma mulher e na capa esse mesmo rosto imerso em sangue. Só pra dar um gostinho do que teríamos pela frente.

Escrever sobre essa leitura foi um desafio, assim como lê-lo também foi. Não porque é ruim, mas porque são tantos detalhes, tantos fios que se conectam que eu nem respirava pra não deixar nada passar.

Com certeza, é o meu livro favorito do ano, e último que li. Não poderia ter encerrado as leituras de 2017 mais feliz por ter encontrado uma autora que aborda e critica temas tão importantes na nossa sociedade sem deixar a leitura cansativa. 

Tá esperando o que? Leiam Esposa Perfeita e tenham mais uma autora pra lista de favoritas de vocês. 


5 ++++++++

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo