sexta-feira, junho 09, 2017

Eu Li: Opala - Série Lux #3 - Jennifer L. Armentrout

Título:
Opala 
Autora:
Jennifer L. Armentrout 
Editora:
Valentina 
Série:
Lux 
Ano:
2017

Adicione ao Skoob
Ninguém é igual ao Daemon Black. Quando ele prometeu que iria provar seus sentimentos por mim, não estava brincando. Nunca mais vou duvidar dele. E agora que conseguimos finalmente aparar nossas arestas, bem... Tem rolado muita combustão espontânea. Mas nem mesmo ele pode proteger a família dos perigos de tentarem libertar aqueles que amam. Depois de tudo o que aconteceu, já não sou mais a mesma Katy. Tornei-me uma pessoa diferente... E não sei bem o que isso vai significar no final. Quanto mais nos aproximamos da verdade e nos colocamos no caminho da organização secreta responsável por torturar e testar os híbridos, mais me dou conta de que não existe limite para o que sou capaz de fazer. A morte de um ente querido continua afetando a todos, a ajuda surge do lugar mais improvável, e nossos amigos irão se tornar nossos piores inimigos, mas não podemos voltar atrás. Mesmo que com isso estejamos arriscando destruir nosso mundo para sempre. Juntos somos fortes... e eles sabem disso.

Hello, peaple.
Vamos falar sobre uma coisa muito séria hoje: COMO JENNIFER L. ARMENTROUT É CRUEL!!!
Pensa numa série que só melhora, gente! 
“Opala” e o 3º livro da série Lux e vocês podem conhecer um pouco mais sobre “Obsidiana” e “Ônix” aqui no blog. 
O fato é que muita coisa mudou na trajetória da história até este livro. Estou abaladíssima!

Olha elaaaaaa
Após alguns acontecimentos tensos no livro anterior, o irmão gêmeo de Daemon volta com uma proposta quase suicida. Ou seja, em “Opala” teremos um novo desafio para o casal Daemon e Katy: resgatar sobreviventes dos poderes do DOD. E esse sobreviventes não são qualquer pessoas: são híbridos, como Katy.

A autora trabalha uns conceitos bem legais sobre mutações alienígenas nessa série que envolve governo e tretas sem fim. Esse tema já deu muito pano para manga nos livros anteriores mas em “Opala” o negócio vai esquentar porque eles terão que se envolver diretamente e se alguém descobrir... bem, não. vai. ser. legal.

Paralelamente a esses conflitos, temos o amadurecimento do relacionamento de Daemon e Katy. Neste livro eles estão firmes e fortes e, grazaDeus, deixaram de lado o doce que faziam nos livros anteriores. Mas como comentei no começo, a autora é cruel, amigos. Põe o mel na nossa boca só para leva-lo embora depois.
O final e desesperador. 
Depois de dias que conclui a leitura ainda continuava pensando "égua, doido, e agora!?". Caso sério. 

Ai ai
“Opala” é o meu livro favorito da série até o presente momento pois e repleto de reviravoltas. Se em “Ônix” as coisas demoram para acontecer, em “Opala” eu não tive tempo nem de beber água para me acalmar antes de acontecer a próxima surpresa. É um livro intenso em vários sentidos e adoro isso. O crescimento e amadurecimento dos personagens é palpável. E isso é maravilhoso porque pessoas mudam, certo? Certo. Ou pelo menos é o que a gente espera. 

Agora a pergunta que não quer calar é: CADÊ O PROXIMO LIVRO, VALENTINA??? 

Tem que ler! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo