quinta-feira, abril 20, 2017

Eu Li: Ônix - Série Lux #2 - Jennifer L. Armentrout

Título: 
 Ônix
Autora: 
Jennifer L. Armentrout 
Editora: 
Valentina
Ano:
2016

Adicione ao Skoob

Estar conectada a ele é uma droga!
Graças ao seu abracadabra alienígena, Daemon está determinado a provar que o que sente por mim é mais do que um efeito colateral da nossa bizarra conexão. Em vista disso, fui obrigada a dar um “chega pra lá” nele, ainda que ultimamente nossa relação esteja... esquentando.
Algo pior do que os Arum ronda a cidade.
O Departamento de Defesa está aqui. Se eles descobrirem o que o Daemon pode fazer e que nós estamos conectados, vou me ferrar. Ele também. Além disso, tem um garoto novo na escola que, tal como a gente, guarda um segredo. Ele sabe o que aconteceu comigo e pode ajudar, mas, para fazer isso, preciso mentir para o Daemon e ficar longe dele. Como se isso fosse possível!
Até que, de repente, tudo muda.
Vi alguém que não deveria estar vivo. E tenho que contar ao Daemon, mesmo sabendo que ele não vai parar de investigar até descobrir toda a verdade.
Ninguém é o que parece ser. E nem todo mundo irá sobreviver às mentiras.

Caros leitores, eu falhei com vocês.
A resenha deste livro WOW deveria estar em vossas mesas há meses! No entanto, vou me redimir fazendo-os desejar a série Lux de todo os vossos corações. Vambora? Vambora!

“Ônix” é o livro 2 da série Lux. O primeiro chama “Obsidiana” e tem resenha aqui no blog então quem ainda não conhece a série pode começar por lá. 
Só para recapitular depois de tanta demora, a série Lux fala sobre eles: ALIENÍGENAS.


oi

Okay, okay, admito que o negócio é mais assim, rsss: 

olaaaaar, tenho interesse

“Ônix” vai iniciar imediatamente após os acontecimentos de “Obsidiana” então temos uma boa percepção de continuidade. No entanto, algumas coisas fundamentais mudaram do primeiro para o segundo livro e, sim, eu amei.

A primeira é que Daemon não é mais aquele babaca arrogante que tem estilo criança do primário que, de acordo com algumas pessoas estranhas, tratam a coleguinha mal como forma de mostrar que gosta dela. Vamos desconstruir isso imediatamente, queridos. Com as crianças e com os caras. 
Em “Obsidiana” o protagonista era assim, cês acreditam? Ele melhorou um pouco no decorrer do livro e agora, em “Ônix” ele se propôs ser o que Kate Swartz precisa. 
Então, amigos, ele está no ponto! Porque Daemon não é um daqueles personagens gentlemans; ele é um tratante, essa é a verdade, mas agora um tratante adorável.

Kate, por outro lado, continua aloka dos livros blogueirinha mas de tanto sofrer  os supracitados surtos like criança do primário, está com o pé atrás. Então por mais que a tentação seja grande, ela ainda fica receosa com o que acreditar quando as coisas vem dele. A diferença é que, por conta dos eventos que aconteceram no livro anterior, agora ela está meio “Carrie, a estranha”, movendo objetos, abrindo portas, quebrando as vidraças e tudo isso com apenas a força da sua mente. Uma mudança e tanto para uma humana, não? 

O fato é que, tirando a confusão de Kate com suas novas habilidades, a autora ficou bastante tempo nessa história de “Daemon está na tua, Kate” vs “Não posso acreditar nele”.
Confesso que estava ficando maçante, inclusive. No entanto, eis que surge um novo aluno na escola deles, chamado Blake, e claro que ele é uma gracinha e gosta de Kate. Até então o clichê está formando, não é mesmo? Eu mesma pensei “Rá, li essas histórias diversas vezes”. Mas aí, meus amores, lá pela metade do livro, a autora puxa o nosso tapete bonito!

Fiquei WOW

Finalmente a história começa a tomar forma e o negócio começa a ferver! 
“Ônix” conseguiu dar um salto duplo twist carpado na evolução de seu enredo e isso é louvável. Em outras épocas eu teria parado imediatamente mas já como sou uma mulher que não desiste facilmente das coisas, consegui ser alcançada por uma história incrível e, adivinhem, QUERO MAIS!

A Editora Valentina é a responsável pela publicação livros da série "Lux" no Brasil e está sendo muito eficiente em seu feito. As capas são parecidas com as capas americanas e isso pode ser bom ou ruim, dependendo da perspectiva. Eu não tenho nada contra. 

E para a felicidade geral da nação, “Opala”, terceiro livro da série, já foi lançado no Brasil e já está em minhas mãos. Então provavelmente na próxima semana, teremos mais alienígenas sexys para vocês!
Por nada. 

Leiam!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo