quarta-feira, agosto 10, 2016

Eu Li: Miss Marvel - Nada Normal - G. Willow Wilson e Adrian Alphona

Favor não confundir com a Capitã Marvel
Título:
Miss Marvel: Nada Norma

Roteirista:
G. Willow Wilson

Ilustrador:
Adrian Alphona

Editora
 Panini Comics
Adicione ao Skoob
Kamala Khan é uma garota comum de New Jersey - até que subitamente ganha dons extraordinários. Mas quem é realmente a nova Miss Marvel? Adolescente? Muçulmana? Inumana? Saiba a resposta conforme ela toma de assalto o Universo Marvel! Ao descobrir os perigos associados aos seus recém- descobertos poderes, Kamala precisa lidar também com o segredo que existe por trás deles. Estará a jovem Miss Marvel pronta para utilizar seus imensos dons? Ou o peso do legado que tem a carregar será mais do que ela pode aguentar? Nem a própria Kamala sabe ao certo, mas New Jersey que se prepare, pois a Miss Marvel chegou para ficar! Escrito pela aclamada roteirista G. Willow Wilson (Air, Cairo), com desenhos do brilhante Adrian Alphona (Fugitivos)! 
Os quadrinhos estão já há algum tempo passando por uma (necessária) reformulação. Vários personagens foram revisados e novos foram criados para aumentar a representatividade de vários grupos sociais diferentes. Tanto a Marvel quando a DC possuem agora um grupo de publicações dedicadas a outros públicos além do já cativo. Não vou dizer que isso é necessariamente bom, porque muita coisa ruim já foi publicada seguindo-se nessa ideia. Mas, a criação da Miss Marvel foi um exemplo de uma boa execução dessas ideias.

Antes de mais nada é importante não confundir com a Capitã Marvel (Carol Danvers) que antigamente se chamava Miss Marvel. Os poderes da Capitã Marvel são baseados numa tecnologia alienígena (dos Krees) e ela é uma das mais antigas heroínas da Marvel sua primeira aparição foi nos anos 80)

Já a personagem de Nada Normal é Kamala Khan. Ela é uma americana, nascida em Nova Jersey, mas sua família tem origens paquistanesas e segue fervorosamente a religião muçulmana. Extremamente fã dos super heróis, principalmente da Capitã Marvel, ela escreve fanfics dos Vingadores. Inclusive adora o ship Marvel-Aranha (os contos com relacionamentos entre Peter Parker e Carol Denvers). Viu? Até os personagens dos quadrinhos shipam errado...


Os maiores conflitos de Kamala envolvem justamente a dificuldade que ela tem em ser uma adolescente americana e, ao mesmo tempo, conviver com as regras e preceitos da religião muçulmana. E se isso já não fosse complicado suficiente, ela consegue arranjar mais problemas: certa noite, ela resolve ir escondida dos pais para uma festa. Entretanto nada sai exatamente como o esperado e ela acaba perambulando pelas ruas. Subitamente, Nova Jersey é envolvida por uma névoa estranha e ela desmaia. Após algumas alucinações ela acorda e percebe que seu corpo está diferente. Ela ganhou poderes e a partir de agora deverá descobrir a melhor forma de usá-los. 
É dorgas...
Os poderes da Miss Marvel envolvem alterar o formato de seu corpo (desde esticar e crescer, até parecer com outras pessoas ou objetos), fator de cura acelerado e bioluminescência. Claro, que no início ela não consegue controlar muito bem seus poderes o que acaba levando a situações bem engraçadas. 
Com baita poderes vem... deixa pra lá...
O roteiro inteiro escrito por G. Willow é extremamente cômico, metafórico e reflexivo. A Miss Marvel é uma super heroína, mas não se esquece em nenhum momento da sua origem muçulmana (até a sua roupa envolve um pouco da cultura paquistanesa), passa pelos problemas da adolescência e ainda fala um pouco sobre as diferenças entre homens e mulheres e em como as roupas das super heroínas podem ser desconfortáveis.  Em complemento, a arte de Alphona traz bastante leveza para toda a história. Fora isso, o primeiro vilão que ela enfrenta, o Inventor, inclusive é uma das coisas mais engraçadas da trama. 

Enfim, Miss Marvel: Nada Normal é uma ótima HQ para quem quer começar a acompanhar uma super heroína do zero, mas não quer se complicar comprando um milhão de edições diferentes. Também é muito indicado para os leitores de longa data, para fugir um pouco do senso comum de herois. Espero que todos leiam e, se já leram, não esqueçam de comentar.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo