Quinta em outra língua #94 - Desperate Measures - Katte Robert

Título:
Desperate Measures
Autora:
Katee Robert
Ano:
2019
Série:
Wicked Villains #1

Once upon a time, I was a sheltered princess.
On the night Jafar takes everything from my father, he offers me a devil’s bargain—walk with my freedom and nothing else, or attempt to best him and regain my inheritance. In my arrogance, I play right into his hands. I foolishly assume I have a chance to come out on top. I’m wrong.
Now Jafar owns me, body and soul.
We fight during the day, but when night comes, we play out every fantasy I’ve never allowed myself to admit to having. I can’t hide them from Jafar, though. We know each other—and the dark desires we share—far too well. He sees to my every need, no matter how carnal or extravagant. It’s almost enough for me to be happy…
But a gilded cage is still a prison, and I’ll do anything to obtain my freedom—even betray the man I’m falling for.


Olá, queridos leitores de plantão! Que tal eu contar para vocês como foi a minha experiência de leitura shippando o Jafar com a Jasmine na nova adaptação do conto de fadas do Aladin?
Pois é, eu também fiquei chocada o dia que a Feh (vulgo Miss Fofinha Fernanda Karen) chegou no grupinho avisando que tinha visto uns e-books gringos de graça na loja da kindle, e ela mandou o link desse livro em específico. Como injeção na testa de graça a gente corre logo atrás, baixei o livro sem nem prestar atenção no que era e deixei ali no cantinho para quando eu quisesse ler algo diferente. 
Até aí beleza... eis que esse dia chegou e então fui ler a sinopse e deu um bug na minha mente.

Particularmente amo as adaptações de contos de fadas da Disney, então Alladin não era nenhuma novidade para mim. E como imagino que aconteça com a maioria das pessoas, acabei pegando um nojinho do Jafar por ser um tremendo "empata foda" em toda a história do desenho animado. Dessa forma, na minha cabeça já existia uma imagem dele já com certa idade, e morto de egoísta e ciumento. É por aí que as coisas já começam diferentes no livro "Desperate Measures", no universo criado pela autora Katee Robert e, por sinal, seja muito bem-vinda por aqui, afinal de contas, é seu primeiro livro resenhado no blog. 
Tudo ocorre nos tempos atuais e o temerário vilão não deixou de exercer esse cargo, mas agora ele é um belíssimo chefe do tráfico de drogas dentre outras coisinhas. E como todo vilão que se preze, ele quer mais controle e tem sede de poder.

O livro já começa de forma impactante pois somos de imediato apresentados a Jafar, em certa manhã, quando o seu grupo ataca o clã mais poderoso na região e toma o poder, só que o que ninguém sabia era que ele estava de olho não só no poder e dinheiro, mas na filha do antigo chefe, Jasmine, uma mulher impetuosa que almeja ser a líder por direito de herança do império que seu pai construiu, mesmo que isso não seja bem o plano do pai. Então quando vê que o poder pode lhe escorrer pelos dedos acaba aceitando, meio que a contra gosto, ficar ao lado dele para enfim conseguir controle de sua vida e das negociações de sua família, afinal, a contra proposta de Jafar era que ela teria a liberdade para sair da casa, mas sem nada. O que frustrou também o líder de um clã vizinho liderado pelo temido Aladdin. Jasmine encara boa parte do tempo como um mal necessário ou como uma transação de negócios seu casamento com Jafar, mas o que esse não sabia era que ela também tinha certo tesão por ele de longa data, afinal de contas, aqui nessa história ele é um bad boy lindo e gostoso.

Tenha em mente que não temos apenas um livro hot fantástico, afinal, essa história também envolve máfia e criminalidade, portanto, acaba por se tornar uma espécie de romance mais sombrio. Em determinados momentos Jafar meio que força Jasmine a prestar a atenção nele. E como a própria sinopse diz, de manhã eles fingem uma união para colocar seus inimigos em comum com medo, mas a noite começa um cabo de guerra para ver quem tem mais poder, até mesmo na cama. E por Jasmine ter muito tesão pelo moço, ele se empenha nesse quesito, (se é que deu para me entender) em deixar ela exausta e satisfeita.

Acho que como todo livro em que o universo é criado com o pilar em que desenvolver do cenário e da história é pautado envolvendo a máfia, não tem como o leitor construir aquela relação amorzinho e cheio de clichês que estamos acostumados em alguns livros hot com outros cenários. Antes mesmo de começarmos a ler a história de Katte Robert, nosso subconsciente já começa a trabalhar a imagem de Jasmine com uma princesa, mas com o decorrer da leitura você passa a perceber que ela pode até mesmo ser pior que Jafar, em muitos sentidos, e com o decorrer da relação dos dois parece ficar bem mais apaixonado. Mas de uma forma bem torta eles conseguem ir construindo o amor. 

Outra coisa que chama muito a atenção nesse livro sobre o casal, é que o Jafar apresenta à Jasmine um clube muito privativo, no qual ele é membro VIP, onde de cara vamos começar a interagir com outros personagens vilanescos dos contos de fadas sob outra ótica. Hades, Megara, Gancho, dentre outros, são alguns dos membros vips do clube onde tudo é possível, desde que com o consentimento de todas as partes envolvidas. Inicialmente eu pensei que era um clube de swing, mas com o decorrer da descrição comecei a achar que o termo não abrange muito do que acontece no clube, afinal temos de tudo: voyerismo, masoquismo, e por aí vai.

A partir desse ponto a história começa a dar uma guinada mais focada na real construção do relacionamento deles. Pois Jasmine começa a imersão, de fato, no mundo obscuro de Jafar para então descobrir quem é o homem de verdade por trás de toda violência e poder. No todo, o livro não tem como principal ideia a reconstrução do conto de fadas original, muito menos o da Disney, ele foca mais na construção desse universo ao redor do clube e no romance de Jasmine e Jafar.

Acredito que aqueles leitores que estejam procurando um romancinho hot um pouco mais pessadinho (nível 3 e meio de pimentas numa escala de 5) e tenha por principal meta ler algo muito diferente a fim de ajudar a curar uma ressaquinha literária, talvez este seja o livro ideal para você.

Vale lembrar que este é um romance onde a autora ainda passa um tempinho te apresentando o universo, porque vai ser necessário para a leitura dos demais livros da série, que se não me engano até agora são por volta de 5 livros... sendo que o próximo é do Hades, Megara e Hercules, e desde já acho que a autora vai tentar fazer um trisal deles. 

Espero que tenham gostado da resenha e até o próximo post!

Assistente Social por amor a profissão, descobriu em 2013 uma nova paixão: ser blogueira literária. Desde então vem se apaixonando mais a cada novo livro lido. Descobriu através de Jose de Alencar e só reafirmou ao ler Jane Austen, que Romances de Época são imprescindíveis para a sua vida assim como respirar. Adora intercalar suas leituras com momentos em família, séries de tv, doramas, música, bujo, fotografia, saídas com amigos e seus cachorros lindos. Encontra na literatura uma forma de desbravar o mundo e fazer novos amigos.

Recomendado Para Você

Comentários