Eu Li: A noiva do bastardo - Sarah Maclean

Título:
A noiva do bastardo
Autora:
Sarah Maclean
Editora:
Gutenberg
Ano:
2021
Série:
Bastardos Impiedosos #1



Um estranho entra misteriosamente na vida de Felicity Faircloth e lhe oferece ajuda para conquistar o duque de Marwick. Solteira há mais tempo do que desejava, ela concorda, mas impõe uma condição: apenas se casará por amor.
Filho bastardo de um nobre, Devil – considerado rei das ruas de Londres – passou a vida usando seu poder e aproveitando todas as oportunidades que surgiam em seu caminho. Agora, ele depende de Felicity para que seu plano de vingança seja bem-sucedido. Tudo o que ele precisa fazer é transformá-la em uma mulher irresistível, forjar uma armadilha para seu inimigo e destruí-lo.
Mas, quando Felicity se mostra uma mulher verdadeiramente encantadora, Devil percebe que esta não será uma tarefa fácil: ele não imaginava que a paixão abalaria seu implacável desejo de vingança.
No primeiro volume da série Bastardos impiedosos, Sarah MacLean nos apresenta uma história emocionante, repleta de personagens encantadores que já estiveram presentes em seus outros livros e que os leitores poderão se surpreender ao reencontrá-los.

Como diria Gil do Vigor: ''Brasseeeellllllll", como assim esse livro já começa uma cachorrada só? Hoje vamos passar reto para a resenha porque esse livro roubou muito o meu coração e quero cativar a todos para esse mundo de Sarah Maclean, que já é bem queridinha por estas bandas pai d´éguas. 

Manas, manxs e manos, a história começa te contando a cachorrada que um certo Duque fez há alguns anos, quando conseguiu engravidar três mulheres ao mesmo tempo, e que seus bastardos nasceram no mesmo dia, e a Duquesa dele também teve uma filha nesse dia, mas que não era dele. Sentiu o drama? Pois é, nossa história vai relatar as altas tretas que podem aprontar e colocar a cidade toda de pernas para o ar com esses quatro bastardos já na vida adulta.

Obviamente que com uma premissa dessas a melhor forma que a autora achou de nos contar sobre eles foi os envolvendo em uma grande trama de vingança, com direito a tudo, mesmo se vingar de uma pessoa já morta pois, afinal de contas, por que perder a oportunidade de fazer seus ossos se revirarem no caixão quando essa mesma pessoa conseguiu mexer com a infância deles de tal forma a impregnar suas vidas adultas? Pois é, a autora foi "sangue nos olhos" com relação a premissa.

Nossa história começa de verdade na calada da noite da sacada da mansão de um certo Duque que acaba de voltar para a cidade, e se torna a sensação matrimonial do momento, ou seja: foi aberta a temporada de caça ao duque maleficamente elaborada pelas matronas da alta sociedade londrina. Afinal, quem não quer ser mãe de uma Duquesa imensamente rica? Pois é, enquanto estava rolando esse bafafá no salão de bailes, uma dupla muito suspeita e elegantemente vestida aguarda e assiste tudo dessa referida sacada para enfim colocar seu plano em ação e desmascarar o Duque.

Acontece que o plano desses dois suspeitos acaba por ser atrasado por uma jovem Lady que achou justamente de sair naquele momento na sacada em que se encontravam. Então o jeito foi se entranhar nas sombras e aguardar que ela terminasse seu monologo tão sofrido. Mas a pergunta que permeava a cabeça de certo suspeito era: como ela conseguiu entrar na sacada se a porta estava fechada? E assim eles acabam por ouvir todo o desabafo da mesma do porque aquela festa era tão chata e sem propósito a ela já que estava sofrendo bullying das outras jovem Ladys.

Acontece que Felicity Faircloth acaba por encontrar acolhimento na escuridão, quando a mesma passa a lhe responder a certas perguntas. A identidade da escuridão logo foi descartada quando se percebeu que o conteúdo dessa conversa era bem mais envolvente que a festa luxuosa como um todo. E assim Felicity se sentiu mais confiante de voltar ao salão e enfrentar seus algozes. O que ela não poderia imaginar era que seu excesso de confiança poderia colocar na verdade tudo a perder. Pois foi "com uns parafusos meio apertados" que ela, sem querer, acaba por dizer aos maiores fofoqueiros da festa que o Duque se casaria com ela, mesmo ela não tendo nem mesmo o conhecido. É aqui que a vaca começa a ir para o brejo!

No outro dia, nem preciso dizer que ela queria se enterrar viva, pois com uma frase mal colocada poderia arruinar de vez o bom nome de sua família e, assim, sua possibilidade de restaurar através de um bom casamento, as finanças de seu irmão e do pai. Como se a culpa pelo arroubo fosse dela e não desses cabeças de minhoca. Mas o conto de fadas, enfim, lhe aconteceu. Na noite seguinte ao baile ela recebe a visita de um lindo estranho em seu quarto lhe oferecendo o que mais ela queria: se casar com o Duque. Acontece que nada nessa vida é de graça, então eles logo fazem um acordo: ele lhe proporciona conseguir o coração do Duque e ela lhe garante um único desejo. 

Mal sabia Felicity que estava a fazer um acordo com ninguém menos que Devil, o rei dos bastardos e do submundo da cidade. Incrivelmente inteligente e perspicaz, logo encontra em Felicity a ferramenta ideal para começar seus planos diabólicos de vingança. O que não estava dentro dos planos de Devil era acabar ficando fascinado por tudo que envolvia a jovem Lady, e para começar o deslumbramento desse patife quem poderia imaginar que o hobby favorito dela era arrombar fechaduras e que uma dessas metas era achar a fechadura mais impenetrável possível e conseguir abrir? Nem preciso dizer que o decorrer desse contrato acabou sendo auto-sabotado quando ambos começam a exigir mais um do outro e se afogarem em um universo muito próprio. 

Particularmente eu AMEI muito esse livro. Mesmo consciente que o Devil está mais para rei do crime do que outra coisa, a forma que ele tem de mostrar a Felicity que a vida é bem mais do que bailes lindos e um bom casamento para virar uma esposa troféu foi muito cativante.

A leitura desse livro é muito fluida e gostosa, como só Sarah Maclean sabe fazer, e ainda por cima nos deixa com gostinho de quero mais, afinal de contas, são quatro bastardos então essa história ainda tem muito pano para a manga. Sorte a nossa que o livro dois da série já entrou em pré-venda aqui no Brasil pela editora Gutenberg, e segurem as roupas de baixo que ainda vem uma fera por ai.

Espero que tenham gostado da resenha, e até a próxima dica!


Assistente Social por amor a profissão, descobriu em 2013 uma nova paixão: ser blogueira literária. Desde então vem se apaixonando mais a cada novo livro lido. Descobriu através de Jose de Alencar e só reafirmou ao ler Jane Austen, que Romances de Época são imprescindíveis para a sua vida assim como respirar. Adora intercalar suas leituras com momentos em família, séries de tv, doramas, música, bujo, fotografia, saídas com amigos e seus cachorros lindos. Encontra na literatura uma forma de desbravar o mundo e fazer novos amigos.

Recomendado Para Você

Comentários