Eu li: O que acontece em Londres - Julia Quinn

Título:
O que acontece em Londres
Autora:
Julia Quinn
Editora:
Arqueiro
Ano:
2020
Série:
Bevelstoke #2
Adicione ao Skoob


Boatos e Fofocas ... A VIDA DE LONDRES!
Quando dizem a Olivia Bevelstoke que seu novo vizinho pode ter matado sua noiva, ela não acredita nem por um segundo, mas, ainda assim, como ela pode ajudar a espioná-lo, só para ter certeza? Então, ela ocupa um lugar perto da janela do quarto, escondida de maneira inteligente por cortinas, relógios e espera ... e descobre um homem muito intrigante, que definitivamente está tramando algo.
Sir Harry Valentine trabalha para o ramo chato do Departamento de Guerra, traduzindo documentos vitais para a segurança nacional. Ele não é um espião, mas já recebeu todo o treinamento e, quando uma loira linda começa a observá-lo pela janela, ele imediatamente suspeita. Mas justamente quando ele decide que ela não passa de uma debutante irritantemente intrometida, ele descobre que ela pode estar noiva de um príncipe estrangeiro, que pode estar conspirando contra a Inglaterra. E quando Harry é espionado por Olivia, ele descobre que pode estar se apaixonando por ela.

Cadê os fãs de romances de época desse blog? Hoje teremos diva-mor Julia Quinn por aqui então não se acanhe e vamos à resenha! Mas antes de tudo, uma pausa técnica para enaltecer a beleza da capa dessa série, gente, que escândalo de tanto bom gosto!

Para você que está pensando em começar a enamorar os romances de época, saiba que essa é uma excelente ideia, e que você poderia começar pela dica de hoje, pois esse é o segundo livro de uma trilogia fechadinha. E, particularmente, não vejo nenhuma dificuldade em ler fora de ordem esta série pois cada um dos livros, apesar de estar ligados por vínculos biológicos, traz um enredo concluído.
Infelizmente nem todo casamento na nobreza acontece por amor, como bem adoramos em nossos amados romances. Há alguns que acontecem por uma série de jogos de interesses onde a bandeira de família perfeita sempre é balançada no rosto da sociedade, mas que nos bastidores pode ser uma vivência bem difícil. Harry Valentine cresceu em um ambiente assim onde, por vezes, mesmo com pouca idade, já tinha que ajudar o pai a ir até à cama, ou mesmo trocar as roupas dele pois estavam sujas de vômito, álcool ou urina. Harry amadureceu muito cedo e, como consequência brutal, ele acabou se distanciando de tudo e todos para se proteger.

Apesar de sermos apresentados a um Harry criança, nossa história começa mesmo quando ele e seu primo retornam à casa dele após concluírem seus estudos. Foram recebidos por seus pais e em meio a conversas amenas e driblando totalmente o fato de seu pai já estar embriagado, surge seu primo dizendo que pretende seguir carreira militar. Mesmo que os dois rapazes possuíssem títulos de nobreza, Harry possuía o mais baixo de todos os títulos, dificilmente sendo considerado um nobre de fato. Então viu no comentário do primo uma oportunidade única de ficar longe de casa, começar uma carreira e ficar ao lado de seu melhor amigo, então Harry partiu com o primo para a carreira militar abandonando uma vida emocionalmente difícil.

Anos depois, com os dois primos já fora da carreira militar, Harry vislumbra uma vida longe das amarras sociais familiares, quando resolve alugar uma casa em um pacato bairro nobre. Ao contrário do que se acreditava, ele não seguiu carreira de alto escalão militar, mas o que ninguém sabia era que, de fato, ele não tinha abandonado a vida militar. Por ser neto de avos Russos, Harry sempre foi muito versado em línguas e seus superiores acharam outro trabalho para ele: traduzir documentos. Muitas vezes cartas de espiões. Por isso a vida de Harry em sua nova casa também deveria ser bem reservada.

Mesmo tentando não chamar a atenção, Harry acaba sendo o principal alvo das fofocas do bairro onde mora, e as histórias sobre ele vão desde sua insanidade até o assassinato de uma noiva muito amada no passado. O que ninguém poderia imaginar é que a vizinha do lado da casa de Harry seria uma das mais interessadas em desvendar o mistério do Sr. Valentine, como alternativa às conversas sem graça das demais mocinhas da sociedade que podem ser bem cruéis quando o assunto em questão é arranjar um marido. 

A vizinha de Harry é ninguém menos que o diamante da sociedade, a moça mais requisitada por todos, a beleza de berço e de família tradicionalmente nobre. Esperasse de Lady Olivia Bevelstoke um casamento mais que vantajoso, mas o que as pessoas não sabem é que ela não dispensa seus pretendentes por uma questão de instigar ainda mais afeto, ela os dispensa pois está querendo algo mais. Enquanto suas amigas estão lendo romances bobos para se divertir secretamente, Olivia parece ter outros interesses, tais como ler o jornal para entender melhor o cenário militar e econômico. 

.

Logo os mexericos da vizinhança chegam aos ouvidos de Olivia, e em seguida ela descobre que a janela do seu quarto dá justamente para o quarto do Sr. Valentine. Portanto, ela decide investigar seu vizinho. 

Ao mesmo tempo aconteceu de Harry ser ordenado a investigar Olivia, pois ela passou a ter um pretendente muito inusitado, pois um príncipe Russo resolver cortejá-la. Mas os chefes de Harry passam a acreditar que Olivia é só um meio de ter acesso a informações do governo.

O livro é basicamente uma dança entre Olivia e Harry para descobrirem o que, de fato, se passa com cada um deles, e obviamente que além do mistério teremos muitos momentos hilários entre os dois, ainda mais quando o primo de Harry entra no meio das tramoias de ambos. 

Achei o livro muito mais divertido do que romântico e todos os personagens, mesmo os secundários, são muito cativantes. A trama toda foi bem diferente e divertida e, por vezes, me fez lembrar um pouco do clipe da Tailor Swift, esse do gif aí em cima!

Espero que tenham gostado da resenha, leitores! Até o próximo post.


Assistente Social por amor a profissão, descobriu em 2013 uma nova paixão: ser blogueira literária. Desde então vem se apaixonando mais a cada novo livro lido. Descobriu através de Jose de Alencar e só reafirmou ao ler Jane Austen, que Romances de Época são imprescindíveis para a sua vida assim como respirar. Adora intercalar suas leituras com momentos em família, séries de tv, doramas, música, bujo, fotografia, saídas com amigos e seus cachorros lindos. Encontra na literatura uma forma de desbravar o mundo e fazer novos amigos.

Recomendado Para Você

Comentários