Eu Li: Como Salvar um Herói - Suzanne Enoch

Título:
Como salvar um herói
Autora:
Suzanne Enoch
Editora:
Harlequin
Ano:
2020
Série:
Lições do amor #3

Adicione ao Skoob


"Ele estava todo de cinza, com exceção da gravata branca de nó simples. A cor e a pouca luz escureciam seus olhos, fazendo-os brilhar. Novamente, Lucinda teve a sensação inquietante de que ele podia ler seus pensamentos.— Eu plantei as mudas — disse ele subitamente.
— Ah, sim? Ótimo.
— E nós fizemos um acordo.
Minha nossa.
— Sr. Carroway, você não precisa…
— Robert — interrompeu ele.
— Robert, então. Fico grata pela oferta, mas, realmente, não é…
Devagar, ele estendeu a mão e tocou seu rosto, os dedos roçando em sua pele como se esperasse que ela fosse evaporar.
— Eu disse que ajudaria — murmurou ele — e é o que farei.
Um arrepio desceu pela coluna de Lucinda. Tivesse Robert aceitado as rosas ou não, ela não esperava que voltasse a mencionar o acordo. E não esperava se sentir tão… eufórica com aquele toque."

Peço desculpas desde já pelas próximas palavras em caixa alta, mas... QUE TIRO DE LIVRO FOI ESSE PELO AMOR DE DEUS? Ufa... agora que extravasei me sinto bem melhor. Mas sério, como pode uma autora terminar uma série com um livro PERFEITO desses, meu pai? Fechou a série de três livros com chave de ouro e de quebra ainda deixou a todos nós de queixo caídos e querendo muito mais. MANDA MAIS QUE TÁ POUCO SUZANNE!

A Suzanne Enoch é tão brilhante nos textos e enredos dela, uma "camaleoa" de autora que achei divertidíssimo ler algumas de suas séries e não ter tido tanta ligação, mas com esta série em especial o feelling foi magnânimo e quero contagiar o mundo com as palavras dela e que todos leiam... parece um pouco de exagero meu, mas não é, gente, sério que o enredo dessa história é muito cativante. Vou tentar te mostrar um pouco dele, mas vale lembrar, mais uma vez, que este é o terceiro livro da série e que há sim prejuízo na leitura se lidos fora de ordem, até porque parte da história de Robert Carroway começa a ser contada no primeiro livro.

Robert Carroway não possui nenhum título de nobreza por não ser o primeiro filho de sua família gigante, mas foi criado como um cavalheiro e com certa idade comprou uma patente militar e seguiu ruma as guerras napoleônicas. E foi visto por muito tempo como um herói de guerra quando conseguiu voltar para casa, mas o que as pessoas desconhecem é que ele nem chegou a ir ao fronte de batalha porque algo nefasto aconteceu ao batalhão dele antes de chegarem lá. E por mais estranho que pareça, ele foi o único sobrevivente. Dentre as forças armadas Britânicas neste período regencial, quando você sobrevivia a guerra era considerado um herói... mas o que poucos de nós sabem é que depende muito das circunstâncias nas quais você sobrevive.

As pessoas, e isso inclui a família dele, não desconfiam o que de fato aconteceu com ele, mas com o passar do tempo começaram a ficar preocupados pois ele se comportava como um fantasma ou mesmo um monstro dentro de casa. Não interagia com ninguém e tinha crises violentas de ansiedade, as quais foram tratadas com muito cuidado e carinho pela família. Mas o que era visto com amor e paciência pelos seus, era também visto como insanidade na sociedade. O que tornou Robert ainda mais recluso. No primeiro livro Robert consegue contar um pouco do que lhe aconteceu a Lady Georgiana Halley... uma amiga intima da família.

Com o passar do primeiro e segundo livros passamos a ficar cada vez mais curiosos com a figura de Robert, devido aos seus comentários muito pontuais. E eis que surge o terceiro livro... onde o foco da vingança das três amigas é totalmente roubado para desvendarmos juntos o que aconteceu com ele. Mas de toda forma vamos a proposta geral da série: três amigas, Georgiana, Evelyn e Lucinda, damas da alta sociedade, refinadas e muito inteligentes, durante um chá da tarde decidem dar uma lição e educação a três notórios libertinos. Para que estes se tornem homens melhores e maridos leais as suas parceiras. Cada uma delas fez uma lista de como deveria ser a redenção de um libertino escolhido por cada uma delas.

E o plano tem seguido muito bem o seu fluxo, as duas primeiras foram tão bem-sucedidas que acabaram casando com os seus alvos, então quando chega a vez de Lucinda, as amigas já esperam que ela se case com o seu alvo. Coisa que Lucinda não deixa escapar mais que não tem feito muito a sua cabeça. Lucinda é filha de um militar de alta patente e um exímio estrategista, e o pai sempre tratou a filha se parcimônias o que fez da filha uma ótima estrategista também e grande líder, o que só fez ela ganhar ainda mais orgulho de seu pai. Então não é qualquer um que consegue enganar Lucinda. Por isso quando notificou as amigas que seu alvo seria o queridinho militar do momento... o que no fundo ela queria era um lar tranquilo e sem muito drama. Lucinda odiava drama. E assim ela iniciou o seu plano...

O que ela não sabia era que desde o início do plano das três Robert acabou sabendo de tudo. E ficou só observando os acontecimentos, mas quando chegou a vez de Lucinda ele começou a perceber que sentia algo... vivo, em seu ser que queria muito descobrir qual seria a lista de missões de Lucinda. Então ele passou a aproveitar cada momento que eles tinham juntos para começar a sondar pela lista. Ele não conseguiu entender direito porque o interesse, só sabia que Lucinda fazia ele se sentir vivo.

Conversa vai... conversa vem... Roberto começou a apresentar um comportamento diferente perante a família. Saia mais, almoçava com eles, conversava com mais tranquilidade. O que começou a despertar o interesse de todos para entender o que se passava com o recluso da família. Robert não tinha o hábito de mentir então após alguns questionamentos da família eles começaram a perceber que a presença de Lucinda estava ajudando de alguma forma. E por isso Georgiana pede a amiga Lucinda que ajuda Robert com seu novo Hobbie: Rosas. Lucinda é louca por rosas e possui inúmeras, e também tem muito carinho e respeito pela família Carroway, por isso de prontidão começou a ajudar Robert com todo o conhecimento que tinha e normalidade.

Aos poucos e com muita destreza Robert acaba por conseguir descobrir alguns dos itens da lista de Lucinda, e apesar de achar seu alvo medíocre e equivocado, ele se compromete a ajudar a amiga a conseguir o que ela tanto quer: nada de drama. Só que Robert e Lucinda acabam se envolvendo em algo maior que eles, e um objeto acaba sendo roubado do quartel da cavalaria. O pai de Lucinda acaba driblando as defesas dela e descobrindo o que aconteceu em parte com Robert durante seu período militar, e transforma Robert em principal suspeito de alta traição.

No meio de toda essa bagunça e drama, justamente o que ela não queria, Robert acaba realizando todos os itens da lista dela meio que por acidente. O que torna a escolha de Lucinda ainda mais infernal, até porque como ela poderia desafiar o pai amado e ficar do lado de um homem praticamente condenado a forca por traição? Lucinda sempre se orgulhou de ser justa, então parte para a investigação do que estava acontecendo de fato... o que ela não esperava era encontra a verdade tanto da trama do roubo quanto para a escolha de seu coração.

Nossa... a leitura desse livro foi mito frenética porque os mistérios, intrigas e romances foram muito bem costurados. E Robert Carroway passou fazer parte do meu top #10 personagens de romances de época que mais amo. Assim que eu terminei de ler esse livro, a vontade de começar do zero a leitura novamente foi quase mais forte do que eu poderia controlar... só não li porque estou tentando colocar as leituras em dia e tem muitos livros que estou devendo as resenhas para vocês. Então tive de aguentar à vontade...

Mas espero que vocês degustem o livro tanto quanto eu amei... e imploro a Harlequin e a Suzanne Enoch que deem continuidade a saga dos irmãos Carroway porque ainda tem coisas para contar dessa família icônica. Eis a resenha para vocês e espero que tenham gostado... fica a dica!


Assistente Social por amor a profissão, descobriu em 2013 uma nova paixão: ser blogueira literária. Desde então vem se apaixonando mais a cada novo livro lido. Descobriu através de Jose de Alencar e só reafirmou ao ler Jane Austen, que Romances de Época são imprescindíveis para a sua vida assim como respirar. Adora intercalar suas leituras com momentos em família, séries de tv, doramas, música, bujo, fotografia, saídas com amigos e seus cachorros lindos. Encontra na literatura uma forma de desbravar o mundo e fazer novos amigos.

Recomendado Para Você

Comentários