Quinta em outra Língua - The Play - Elle Kennedy


Título:
The Play
Autora:
Elle Kennedy
Editora Gringa:
Elle Kennedy Inc.
Ano:
2019
Série:
Briar U #3



O que eu aprendi após as distrações do último ano custou ao meu time de hóquei nossa temporada inteira? Sem vadiagem. Sem vadiagem e ponto final.
Como novo capitão do time, eu preciso de uma nova filosofia: hóquei e faculdade agora, mulheres depois. O que significa permanecer no celibato... não importa quão difícil as coisas se tornem.
Mas não há nada no manual que diga que eu não posso ser amigo de uma mulher. E eu não vou mentir - minha nova colega de classe Demi Davis é uma garota muito legal. Sua esperteza é muito atraente, assim como todo o resto, mas o fato dela ter um namorado elimina a tentação de tocá-la.
Exceto que em três meses dessa amizade, Demi fica solteira e está à procura de diversão.
E ela está fazendo um jogo comigo.
Evitá-la é impossível. Nós somos colocados juntos em um longo projeto da faculdade, mas estou confiante de que posso resistir à ela. Nós nunca daríamos certo de qualquer maneira. Nossas origens são muito diferentes, nossos objetivos não se alinham e os pais dela me odeiam.
Esse envolvimento é uma ideia muito ruim. Agora eu só preciso convencer meu corpo - e meu coração.

Manas e manos... segurem as roupas de baixo pois o livro de hoje literalmente acabou de chegar para os fãs e já roubou muito a cena, afinal de contas, quem acompanha as séries da autora Elle Kennedy por certo está ansioso para saber o que aconteceu com nosso magoado Hunter Davenport.
No último livro, The Risk, nosso amadinho saiu todo arrebentado do gelo por causa de uma coisa que ele fez e por isso seu time perdeu o jogo. A culpa cai sobre seus ombros e por isso ele decide tomar uma decisão drástica em sua vida: se o sexo foi a causa dos infortúnios na vida dele e colocou o time em uma situação horrenda, então ele 'corta' o sexo de sua vida e pronto!
Este livro mostra outra versão de Hunter, tendo em vista que ele apareceu na série Amores Improváveis como um talento bruto no hóquei, mas que não queria de jeito nenhum jogar no time por motivos ocultos, e estes motivos ficam bem claros em "The Play" onde vamos saber tudo da vida dele. No fim da série Amores improváveis Hunter acabou se tornando um super 'galinha' pois Dean passou seu título para o jovem jogador como uma forma de convencê-lo a entrar para o time da Briar. 

Então nos livros The Chase e The Risk, Hunter começa um cafajeste e passa a ser o coração ferido da história, em The Play temos a redenção de nosso herói pois agora ele é o capitão do time e tem por responsabilidade fazer com que seu time não repita o vexame que foi a última temporada. E eis que ele decide mesmo cortar o sexo de sua vida, mas lógico que isso foi uma das coisas mais difíceis que vivenciou, pois além de ser incrivelmente lindo, ele resolveu canalizar suas energias malhando, então ele dobrou de tamanho, chamando ainda mais a atenção de todos, e seus amigos de time viviam o chamando para festas onde as meninas davam em cima dele mesmo, ao que ele sempre dava um jeito de desviar. Some isso ao fato dele ser um jogador de hóquei famoso, rico e capitão do time e a missão dele tem tudo para fracassar.

Neste novo ano de Hunter na Briar ele colocou em pratica muitas novas resoluções em sua vida e todas envolvem direta ou indiretamente o hóquei. Uma das coisas que mais vem assolando os seus pensamentos foi que ele não se escreveu para 'draftar' pois não acredita que mereça ser chamado por nenhum time, e o motivo obscuro disse está bem guardado por Hunter. E com isso ele vai levando a vida numa boa até o dia que inicia uma matéria de psicologia e acaba sendo parceiro de laboratório de uma garota incrivelmente bonita, inteligente e simples. Mesmo com todas as tentações do campus, ele nunca se sentiu tão tentado a quebrar o celibato antes... mas acontece que o mundo conspira a seu favor já que Demi Davis tem um namorado desde a infância e seu relacionamento vai muito bem. Então por que não se tornar amigo dela?

Eis uma experiência inovadora a Hunter que vem muito a calhar, pois seus amigos e companheiros de quarto, Hollis e Fritz, terminaram a faculdade e deixaram Hunter morando com Sumer, Brenna e Rupi, então a vida no mundo feminino está se impondo a ele neste livro. E tudo vai bem neste quesito, mesmo ele sentindo falta de mais brothers em sua casa. Fora isso, Hunter e Demi tem uma conexão logo de cara e passam a conviver bastante, porém Hunter acaba descobrindo uma coisa muito péssima do namorado dela e fica na dúvida se conta ou não. Ele acaba contando e como sempre... acaba sobrando para o mensageiro.

Hunter fica arrasado por Demi ter se afastado dele, pois sua amizade passou a ser muito significativa para ele. Mas com o decorrer do tempo as coisas vão se ajeitando e Demi volta com tudo para sua vida, mas nada tinha o preparado para a proposta de Demi, quando ela sugeriu que ele a ajude a voltar para a vida de solteira. De preferência sendo o primeiro dela depois de anos de namoro com outro cara. Nem preciso dizer que Hunter ficou muito agoniado com a proposta e Demi não mede esforços para mostrar para ele que quebrar o voto de celibato não vai afetar o time como ele insiste em dizer.

Demi é uma jovem mulher que não tem papas na língua, e sempre diz o que quer e pensa, foi criada em uma comunidade muito ativa e alegre, e muito família. Sua mãe e pai são tudo para ela mesmo que as vezes eles sejam muito frustrantes. Mesmo assim ela vê muito deles em si própria, o temperamento latino de sua mãe cubana e o gênio forte de seu pai, um dos homens negros mais lindos que conhece, que sempre batalhou muito para conseguir ser um grande neuro cirurgião.

Fiquei impressionada em como a autora conseguiu a habilidade de ter um personagem tão camaleão como o Hunter pois mudou muito desde a primeira aparição nas séries da autora e teve um final muito maduro para com a série atual. Ele me fez ver que a autora usou muito Dean e Tucker como inspiração para a personalidade e comportamento dele. Gostei mesmo do livro... só espero sinceramente que ela não pare de escrever aí pois tem outros jogadores que apareceram neste livro que merecem um próprio pois ganharam muito a cena. Por favor, Elle, não termine essa série nunca!

Uma coisa que também me chamou a atenção como um todo foi que a autora conseguiu construir 4 mulheres incríveis e fortes em uma série tão curta e desenvolve-las de forma fascinante. Rupi, Brenna, Summer e Demi são tão diferentes mas representam a força feminina dentre alguns prismas lindos.

Espero que vocês tenham gostado do meu surto pelo livro The Play, e fica a dica.

Assistente Social por amor a profissão, descobriu em 2013 uma nova paixão: ser blogueira literária. Desde então vem se apaixonando mais a cada novo livro lido. Descobriu através de Jose de Alencar e só reafirmou ao ler Jane Austen, que Romances de Época são imprescindíveis para a sua vida assim como respirar. Adora intercalar suas leituras com momentos em família, séries de tv, doramas, música, bujo, fotografia, saídas com amigos e seus cachorros lindos. Encontra na literatura uma forma de desbravar o mundo e fazer novos amigos.

Recomendado Para Você

Comentários