quinta-feira, maio 16, 2019

Quinta Em Outra Língua #82 - Clipped By Love - Toni Aleo

Título:
Clipped By Love
Autora:
Toni Aleo
Série:
Bellevue Bullies Novel #2
Ano:
2015

Adicione ao skoob


Things are heating up for the Sinclair boys! With one already in the NHL, Jayden Sinclair is hoping to be next! 

This has been the toughest year of my life. I watched my brother go into the draft without me, my mom got divorced, and the weight of my family’s issues is heavy on my shoulders. I feel like it’s my job to fix everything while working my butt off in school and trying to make my game better. I have to go into the draft. It will give my family the support they need, and it will prove that I’m good enough. But to get there, I have to show I can be the best captain for the Bellevue Bullies. The spot is mine—no one can take it. First though, Jude is making me go on a brother’s weekend. Innocent enough, I guess…until I see her. She’s the biggest competitor I’ve ever faced. Not only for my spot but also my heart. It’s hard to ignore someone like Baylor Moore. 

I don’t lose. I can’t. My dad has bred me to be the best in anything I do. I am driven, I am smart, and I am going to be the first woman in the National Hockey League. No two ways about it. I’ve worked too hard. I’ve been through too much not to have what I want. I know I can do it. I will make my dad proud, and no one will stand in the way of that. That is, until I let him in. He scares me. He makes me feel. And he could very well be the one person who can make me want more than just to win. 

We both have the same goal. Victory. But how do you compete against the person you want to win? It’s not easy. Love isn’t something you can control. It isn’t like a puck that can be handled by a stick. No, it has a mind of its own and does what it wants. 

Neither of us saw it coming, and we really don’t know if there is a way to score, especially when you’re being Clipped by Love. 

Definitivamente este livro foi um dos melhores que li até o presente momento!

Toni Aleo não é nenhuma desconhecida aqui no blog, já tivemos post do primeiro livro da série Bellevue Bullies por aqui... e tenho muito gosto em fazer posts sobre essa série que vem ganhado meu coração de leitora fanática por romances contemporâneos com esportes, de preferência o Hockey.


Os irmãos Sinclair aprontam novamente. Agora que seus pais estão separados e dentro de circunstancias horríveis, os irmãos estão dando o seu jeito de ajudar com a organização doméstica e entre a faculdade e os treinos exaustivos do time de Hockey eles se esforçam também em tentar alegrar o dia da mãe que vem sofrendo bastante para se adaptar a sua nova condição de solteira novamente, com três filhos jogadores, uma filha muito acida com o mundo e uma neta linda que deveria virar chaveirinho de tão fofa que ela é.

Junte isso ao fato do irmão mais velho está jogando em um time profissional e possuir uma noiva que não mora no mesmo estado que ele. Então neste livro vemos o irmão do meio, Jayden, tentar assumi o papel do irmão nesta nova fase de sua família. E vem conseguindo com muito esforço fazer isso. Até que seu irmão mais velho inventa uma viagem de verão dos irmãos jogadores para que eles consigam se harmonizar melhor novamente e curtir a praia antes das responsabilidades os devorarem. E tudo ia bem até o dia que o idiota de seu irmão mais novo achou de querer 'caçar' na praia e acaba convidando algumas meninas para a casa deles para uma festa noturna.

Acontece que as meninas levaram Baylor para a casa deles. Uma linda garota que ele passou o dia todo encarando descaradamente sem tomar atitude nenhuma mesmo vendo que as encaradas eram reciprocas. E quando elas chegam na casa ele e seus irmãos se encontra no meio de uma partida de Hockey no asfalto, e para sua eterna surpresa Baylor pede para jogar com eles. E aí Jayden vai conhecer quem realmente é a linda mulher que ele vem desejando.

Baylor não é só uma mulher fatal, ela na verdade é a melhor jogadora de Hockey do mundo, segundo o pai dela. Desde pequena o pai a treina e por isso ela acabou crescendo e se destacando com suas incríveis habilidades no jogo. E por isso não conseguiu mais se manter nos times femininos na liga. Já que seu pai treinava times universitários ela passa a jogar nos times masculinos e Hockey mesmo sofrendo todo tido de descriminação. Então quando ela viu a oportunidade de se exibir um pouco não perdeu a oportunidade de deixar o queixo de Jayden no chão figurativamente e literalmente falando.

Se Jayden já era seduzido por Baylor, depois de perder para ela no jogo foi o 'game over' dele com relação aos sentimentos que Baylor desperta nele. Só que tudo vai pôr água abaixo quando eles decidem deixar suas barreiras de lado um momento e se entregar a paixão que sentem um pelo outro. E Jayden acaba se envolvendo em um mal-entendido fenomenal deixando Baylor muito atacada da vida.

Dias depois eles voltam para as suas respectivas rotinas, porém nada parece ser o mesmo para nenhum deles. Baylor, ao voltar para casa descobre que seu pai recebeu uma nova oportunidade de emprego em outra universidade, e eles aceitaram que Baylor fizesse parte do time de Hoquey masculino, e grandes nomes na liga Nacional de Hoquey sairão desse time então era uma ótima oportunidade do pai dela ver ela brilhar em jogo em um time grande. Então ela segue seu pai para chegar mais perto do seu sonho. 

Acontece que ao se deparar com o primeiro treino do time o sonho passa a se parecer muito com um pesadelo pois ela descobre que Jayden na verdade é um dos famosos irmãos Sinclair. Jogadores de Hockey daquela universidade e seriam treinados pelo pai dela. Como ela conseguiria jogar ao lado do cara que quase destruiu seu orgulho? E se a desgraça não fosse pouca, ele ainda quer disputar com ela a posição de capitão do time. 

Tudo que Jayden queria era ter um ano de destaque no time para que pudesse logo entrar na NHL e garantir que sua mãe não passaria nenhum tipo de necessidades novamente. Só que ele também passou a querer uma oportunidade de contar para Baylor sua versão do que aconteceu na praia para que ela o perdoe. Nem preciso dizer que a pista de patinação ferveu com esses dois jogadores incríveis disputando um lugar no time e no coração um do outro.

A forma como Jayden consegue encontrar para chegar no coração dela... e o respeito que ele sempre demostra e vive sobre o sonho e carreira dela foram incríveis de se ler. Acredito que em todos esses anos lendo livros de romances com jogadores de Hockey este foi um dos melhores livros que li, sem dúvidas!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo