sexta-feira, abril 12, 2019

Eu Li: TAU - Senhor da Putrefação - Andrei Simões

Título:
TAU - Senhor da Putrefação
Autora:
Andrei Simões
Editora:
Folheando
Ano:
2019

Adicione ao Skoob

Esta é uma obra de horror composta por uma novela e sete contos, interligados através do tema social do horror causado pelas sociedades patriarcais e as tristes consequências destas organizações civilizatórias antinaturais. São histórias conectadas através da claustrofobia social, do isolamento e solidão diante dos sistemas exploratórios e ao mesmo tempo, utilizando de técnicas narrativas de entretenimento, simplesmente boas e divertidas histórias de terror, mas que jamais subestimam o leitor e não se limitam à superficialização do gênero.
Acompanho o trabalho de Andrei Simões desde o dia em que ele apareceu no PA Book Club com edições de sua obra "Putrefação" e presentou os leitores ali presentes. 
A partir desse primeiro livro, segui me arrepiando com suas histórias e, em paralelo, refletindo sobre as discussões de cunho filosófico que o autor provoca; essa, inclusive, é sua marca registrada.

Com "TAU - Senhor da Putrefação" eu tive a honra de receber a prova e gostaria de constar que sou grata pela confiança e parceria que acontece entre nós. A nossa bandeira é a mesma: difundir a literatura na cidade, no estado, no país e no mundo; literatura essa que pode e deve ser diversa. 
O gênero que vamos falar aqui é especificamente do terror, pois Andrei Simões é um dos nomes paraenses mais relevantes no tema com trabalhos magníficos publicados ao longo de quatorze anos. 

Esta obra, inclusive, é uma especie de resgate de sua raiz. "TAU - Senhor da Putrefação" vai nos relembrar personagens já conhecidos, como nós mesmos denominados "Aquele Que Lê", Nina e o próprio protagonista putrefato. "TAU" também vai nos apresentar novas personagens e novas histórias angustiantes sobre suas vidas e suas mortes. 

Choices 

É interessante pontuar que, além do relançamento de "Putrefação", nesta edição teremos mais sete contos inéditos com protagonistas mulheres, nem todas confortáveis, devo admitir. Talita, Andressa, Ada, Tainá, Olga, Sofia e NANDA terão suas próprias trajetórias e desafios (aterradores). 
Sempre que recomendo as obras de Andrei Simões gosto de constar que seus livros não vão nos fazer pular de susto. É mais uma sensação incomoda, um receio de algo que não sabemos nominar. 
Isso acontece, talvez, porque os temas que Andrei aborda costumam nos fazer repensar a existência e a própria possibilidade diversa de inexistência. 

"O meu relato não será o diluído chá em um final de tarde, nem como conversa à toa ou qualquer ópio anímico (...). O que aguarda a ti, Aquele Que Lê, é nada mais que dor e desesperança."

De fato, não há circunstâncias positivas ou finais atenuantes. Andrei Simões não tem o costume de poupar seus personagens e nem os seus leitores. 
A leitura de "TAU - Senhor da Putrefação" é fluída e de fácil entendimento; As reflexões que os leitores são convidados a fazer não abrem muitos espaços para outras interpretações. 
Pensar vida e morte é uma necessidade inerente ao ser humano, apesar de termos a cultura de ignorarmos essa última, até que ela simplesmente acontece. Andrei Simões vai ultrapassar essas barreiras - e de forma nada sutil, diga-se de passagem - escalando em níveis altos de situações difíceis que inspiram medo e pesar. 

"TAU - Senhor da Putrefação" está magnifico em conteúdo e edição e estará esperando por todos nós em seu lançamento oficial em Belém, no dia 13 de abril, na FOX. Confirmem presença AQUI.


Na oportunidade, quem comparecer ao evento terá alguns privilégios exclusivos, como adquirir a edição BLACK, com páginas pretas e acabamento de luxo que estará disponível APENAS na noite de autógrafos!
Também um marcador de livro especial com acesso SECRETO a um audiobook de um dos contos do livro, para você acessar gratuitamente de qualquer dispositivo, e onde ouvirei em alguma manhã gloriosa e em lugar público (pois sou medrosa, sim, nunca neguei). 

Sendo assim, aguardamos vocês, leitores, para prestigiarmos nosso artista paraense e, claro, para compormos essa experiência incrível de ser o Aquele Que Lê. 

Leiam!

Um comentário:

  1. Amei a resenha, não conhecia o autor, mas irei buscar me informar mais sobre. Excelente texto ❤️

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo