segunda-feira, fevereiro 11, 2019

Eu Li: Um marido de faz de conta - Julia Quinn

Título:
Um marido de faz de conta
Autora:
Julia Quinn
Editora:
Arqueiro
Ano:
2019
Série:
Os Rokesbys #2

Adicione ao Skoob


Enquanto você dormia…

Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira...

Eu disse a todos que era sua esposa
Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade.
Quem dera fosse verdade…
Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar completamente ao homem que ama. Mas quando a verdade vem à tona, Edward talvez também tenha algumas surpresas para a nova Sra. Rokesby.

Todos sabemos o que dizem sobre as mentiras, não é mesmo? Basta uma pequenina de brincadeira para que ela vire uma bola de neve! E é assim que nosso livro começa. Mas antes de aprofundarmos mais no assunto, vale lembrar que o livro é o volume dois de uma série nova de Julia Quinn, então ler essa resenha pode ter algum efeito na sua leitura. Esteja avisado!

Após encarar várias semanas angustiantes e sozinha em um navio atravessando um oceano e mudando de continente, a única coisa que Cecilia Harcourt queria era notícias de seu amado irmão. Então assim que desembarcou na America logo procurou o quartel ou alojamento da guarda da rainha realocada para lá para combate e reconhecimento. Mas tudo o que encontrou foi rejeição e vários soldados pouco interessados em dar alguma moral para ela.

Aflita e quase sem dinheiro, ela procurou uma pensão perto do hospital/igreja onde soldados feridos tinham auxílio médico, e só achou um local de caráter muito duvidoso, mas como não tinha visto nada que comprovasse ela se manteve só com as suspeitas. O local cobrava pouco e atendia as suas necessidades mínimas. Tudo naquele país novo era estranho; Não tinham folhas de chá suficiente e as pessoas passaram a tomar uma coisa horrorosa como café, dentre outros hábitos diferentes. Mas o exemplo mais horrível que viu de vivências gritantes era o fato de pessoas serem vendidas só pelo tom da pele, sendo que já existia uma lei que proibia isso. 

Entre choques culturais e sua aflição ela continuou procurando e praticamente implorando para o general por notícias de seu irmão e tentou descobrir que carta misteriosa era aquela que recebeu na Inglaterra que dizia que seu irmão estava com problemas. Então em uma dessas idas ao general, ela escutou dois camaradas falando do oficial Edward Rokesbys que tinha sido localizado e estava dias desacordado. Então uma luz se fez na mente de Cecilia, e imediatamente ela se apresentou no hospital como esposa de Edward Rokesbys.

Seu irmão falava sempre de seu melhor amigo Edward e por várias vezes os três se correspondiam de uma forma bem ppeculiar. Cecilia, portanto, considerava ser muito conhecida por Edward e como não estava conseguindo localizar seu irmão e Edward se encontrava em uma situação lamentável e sem ninguém para olhar por ele, Cecila decide manter a mentira esperando poder cuidar bem do paciente e assim que ele acordar ter a ajuda dela para achar seu amado irmão. Afinal de contas, eles se conheciam, não pessoalmente somente por cartas, mas era a mesma coisa, não é?

Com o passar dos dias Cecilia cuidou arduamente de Edward sempre pedindo pela sua recuperação e o defendendo com unhas e dentes do general impaciente. Até que certo dia Edward acordou e sua primeira palavra foi "Cecília". Para o bem manter de sua mentira, aquilo aconteceu na frente do tratante general. Mas o que ninguém acreditava era que ele tinha acordado com muita dor de cabeça e sem a memória do que aconteceu pelos últimos três meses. E por isso Cecília teve que manter a mentira até para Edward pois não conseguia achar uma forma de contar a ele.

Edward reconheceu Cecilia quase que logo apesar de lamentavelmente não conseguir lembrar que dia era aquele ou mesmo como foi o casamento deles e, o mais importante, as núpcias. Ele acordou já causando uma confusão quando descobriu que o general não tinha acomodado a esposa dele em um hotel e tratou logo de ajustar as coisas de forma a atender seus gostos. Cecilia parecia muito compreensiva sobre sua condição clínica e por mais que doesse em seu orgulho, ele precisava muito dos cuidados dela. E assim eles tiveram de continuar até ele recobrar a memória.

Cecilia acabou tento que inventar várias outras histórias para encobrir a primeira e tudo o que falava Edward acreditava e com o decorrer do tempo tudo o que ele queria era melhorar logo para poder cuidar dela de todas as formas possíveis, se é que você me entende rsrrsrsr. Mas toda vez que Edward fazia algo para ela o sentimento de culpa a deixa bem triste e preocupada. E assim o carinho e respeito que eles trocavam nas cartas passou a se tornar algo mais. Porém, Cecilia não poderia aceitar nada pois era uma mentirosa, mesmo que com um propósito nobre.

E tudo ia bem até que o esperado aconteceu: Edward recuperou a memória e lembrou de tudo, até mesmo de um certo casamento que na verdade nunca aconteceu. O decorrer da história a partir daí passa a ser bem angustiante e tenso, porém ao mesmo tempo muito bom!

Espero que vocês tenham curtido a resenha e tenha instigado vocês a darem uma chance ao livro!

Até o próximo post e fica a dica!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo