quarta-feira, agosto 29, 2018

Eu Li: Uma noiva para Winterborne - Lisa Kleypas

Título:
Uma noiva para Winterborne
Autora:
Lisa Kleypas
Editora:
Arqueiro
Ano:
2018
Série:
Os Ravenels #2

Adicione ao Skoob


Rhys Winterborne conquistou uma fortuna incalculável graças a sua ambição ferrenha. Filho de comerciante, ele se acostumou a conseguir exatamente o que quer - nos negócios e em tudo mais.

No momento em que conhece a tímida aristocrata lady Helen Ravenel, decide que ela será sua. Se for preciso macular a honra dela para garantir que se case com ele, melhor ainda.
Apesar de sua inocência, a sedução perseverante de Rhys desperta em Helen uma intensa e mútua paixão.
Só que Rhys tem muitos inimigos que conspiram contra os dois. Além disso, Helen guarda um segredo sombrio que poderá separá-los para sempre. Os riscos ao amor deles são inimagináveis, mas a recompensa é uma vida inteira de felicidade.
Com uma trama recheada de diálogos bem-humorados e cenas sensuais e românticas, Uma Noiva Para Winterborne é o segundo volume da coleção Os Ravenels.

Cadê a galera que ficou ansiosíssima para a publicação deste livro logo após ter lido "um sedutor sem coração", que é o primeiro livro da série nova da Lisa Kleypas, publicada pela Arqueiro? Até que não tivemos que esperar tanto assim pelo livro que começou a roubar o sossego e a paz de espirito de muita gente em meio a história de um outro casal! Sei que parece meio #queendrama e tals mas, gente, quem leu o primeiro livro vai me dar razão. Esse casal roubou ou não roubou a cena?

A história de hoje começou no primeiro livro da série quando Rhys Winterborne foi convidado a passar o natal na casa de campo da família de seu amigo mais próximo e atual detentor do título e do condado de Ravenels. Acontece que nessa viagem de ida ele sofre um acidente e acaba ficando aos cuidados da família por mais tempo do que pretendia. Só que, de certa forma, ele intimida a criadagem e a única pessoa que conseguiu ficar cuidando dele sem ser rechaçada foi Helen Ravenels. 

A moça é um anjo na terra... tem uma elegância e simplicidade que são invejados por serem muito naturais para ela. Helen sempre foi superprotegida por sua família, e sempre amou muito suas irmãs mais novas, pois a mãe delas não era muito maternal ou não ligava muito para elas. E assim ela cresceu com a responsabilidade de ser a cuidadora das gêmeas. E assim para os demais ela vivia bem... mas o que todos não sabiam é que Helen escondia uma descoberta nefasta sobre o seu nascimento e que não podia contar para ninguém.

Então quando seu primo, e atual Lorde Ravenel, meio que armou essa comemoração de natal para criar a oportunidade de Helen e Rhys se conhecerem e possivelmente se relacionarem, para que o dinheiro e poder de Rhys vindos de muito trabalho e sem nenhum título ajudasse a família a prosperar, Helen não achou a sugestão tão impossível assim. Foi uma das formas que achou de retribuir tudo o que a família já tinha feito por ela... mesmo sem saber do seu segredo. 

E por isso Helen se sentiu intuída a ajudar a cuidar de Rhys quando ele mais precisou. E assim eles dois foram descobrindo que de certa forma era meio desnecessário a pressão da família dela, pois eles tinham uma atração espantosa para ele e conveniente, e sem explicação, para a inocente Helen. Quando tudo parecia mais calmo a notícia do noivado deles foi divulgada a todos que necessitavam saber. E Helen se permitiu o cortejo por Rhys, agora já fora de risco e perigo, e restabelecido.

O noivado/cortejo deles passa ao cenário Londrino pois Rhys precisou voltar antes para tomar conta de seus negócios, e como o Lorde Ravenel e sua esposa foram obrigados a irem para as terras altas, Helen viu a oportunidade de ir para Londres com suas irmãs para ficar aos cuidados de uma amiga matrona da família. O que não poderia ser esperado é que Rhys tivesse certos impulsos incontroláveis e beija-se Helen sem ela esperar. O que provocou uma série de mal entendidos e o "fim do noivado".

E tudo isso aconteceu praticamente ainda no primeiro livro... que não era o deles!

Agora já no livro deles, temos uma Helen obstinada em quebrar algumas regras para conseguir que Rhys entenda que não foi a vontade dela romper o noivado. Admito que fiquei bem impactada com as regras que Helen resolveu quebrar e acho que até Rhys também se sentiu assim, pois como capitalista e calculista ele sempre pondera sobre tudo. Mas acho que não estava preparado para conhecer esse lado de Helen, e assim eles aproveitam que a família está meio que separada e colocam o plano deles em ação.

Nem preciso dizer que eles conseguem em parte o que queriam... só que a família toda se reuniu e consentiu em reatar o noivado desde que Helen e Rhys esperassem alguns meses até o fim do luto da família Ravenel. E apesar de não curtir muito a ideia, ele, a pedido dela, aceita. Mas quando a ex-cunhada de Helen decide colocar o comprometimento dos dois a prova e a manda de volta para o campo e deixa ele em Londres... aí a vaca vai para o brejo, pois nesse período da história Helen já está apaixonada por Rhys e ele loucamente apaixonado por ela.

No início eles mantem cartas quase que diárias mas só posso dizer que foi demais para Rhys!

A história deles é muito linda. Valeu a pena ter esperado e já agradeço a Arqueiro por não ter demorado tanto para publicá-lo. Nesse livro temos muito da presença marcante de Lisa Kleypas quando se trata de amor entre classes diferentes no período Regencial. De certa forma, ler sobre o ponto de vista de Rhys me fez lembrar um pouco de um dos meus personagens literários preferidos: O Mr Darcy.

Espero que tenham gostado do post. Tentei ao máximo não dar spoilers porém se aconteceu algum, me perdoem, mas a culpa é da autora que começou esse romance em um livro e terminou no outro!
Beijos e até o próximo!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo