segunda-feira, abril 16, 2018

Eu Li: O Mau Exemplo de Cameron Post

Título: 
O mau exemplo de Cameron Post
Autora: 
Emily M. Danforth 
Editora: 
HarperCollins 


Quando os pais de Cameron Post morrem em um acidente de carro, a primeira coisa que ela sente, para sua própria surpresa, é alívio. Alívio que eles nunca vão precisar saber que, algumas horas antes, ela estava beijando uma menina.
Mas o alívio não dura, e Cam é forçada a morar com sua tia ultraconservadora e sua bem-intencionada mas antiquada avó. Ela sabe que, daqui em diante, tudo será diferente. Sobreviver nessa pequena cidade rural de Montana exige que Cam finja ser igual a todo mundo e evite assuntos indelicados (como diria sua avó), e ela é boa nisso.
Até que Coley Taylor chega à cidade. Coley é perfeita, e tem um namorado perfeito para completar. Ela e Cam forjam uma amizade intensa, que parece deixar espaço para algo mais. Mas assim que isso começa a parecer possível, a religiosa tia Ruth decide que é hora de “consertar” sua sobrinha, a mandando para God’s Promise, um acampamento de conversão que deve “curar” sua homossexualidade. Lá, Cam fica frente a frente com o custo de negar quem ela é – mesmo que ela não tenha certeza que sabe realmente quem é.
O mau exemplo de Cameron Post é uma estreia literária inesquecível e impressionante sobre descobrir quem você é e ter a coragem de viver de acordo com suas próprias regras.

Representatividade importa e eu adoro conhecer livros que abordem temáticas inclusivas. E pelo que lembro, foram pouquíssimos livros que li sobre personagens lésbicas e "O mau exemplo de Cameron Post" vai nos apresentar uma história interessante sobre uma típica adolescente em meio as descobertas da vida. 

O livro inicia nos apresentando Cam e sua  melhor amiga Irene. Elas vivem de desafiando em várias coisas e um dia surge o desafio do beijo. Já como nem uma gosta de perder, acontece. Seria apenas uma brincadeira boba de adolescentes à flor da pele se Cam não tivesse gostado do beijo. Ela gostou e quis repetir algumas vezes. 
No entanto, nesse período, os pais de Cam sofrem um acidente fatal e é interessante como Cam fica aliviada por eles não saberem do beijo de Irene. Como quando ela foi chamada para conversar sobre a perda irreversível que sofreu, sua preocupação numero um ainda era o beijo. 

Esses tabus serão debatidos o tempo inteiro na história através de alguns personagens centrais, como , como sua tia Ruth, uma mulher conservadora e cristã que sugere que Cam reze para curar suas dores. Cam, no entanto, descobre em filmes esse novo ser superior para ajudar em seu luto, como através de  Coley Taylor, uma nova menina que chega na cidade e faz amizade com Cam; amizade essa que pode se transformar em algo mais especial. 

Antes de serem descobertas, tia Ruth ligava a preferência de Cam ao trauma de ter perdido os pais, no entanto, ela decidiu tomar uma atitude mais drástica: mandou Cam para um retiro religioso para "curar o pecado" dos gostos de Cam. Com essa nova experiência, Cam enfrentará o preço de suas escolhas e descobrirá de verdade quem é. 

Preciso constar primeiramente que esse livro é muito gostosinho de se ler e, mesmo com a temática que teria tudo para ser pesada, é leve e muito rápido. A autora é fez de Cam uma boa narradora e eu, como leitora, a sentia me contando sua história. Eu ri e chorei com ela. 
É um livro LGBT que mostra como a descoberta de sentimentos de uma adolescente é algo natural; o que não é natural é o embate familiar e social que esses sentimentos acarretam. 

E para melhorar, a obra será adaptada para os cinemas neste ano com Choe Grace Moretz (ela é ótima!!!) no papel da protagonista Cameron Post. Ainda não tem data de estreia no Brasil mas já estou ansiosa para conferir essa história maravilhosa nas telonas. 

Guardem essa dica com carinho e amor, leitores! 

Leiam!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo