sexta-feira, fevereiro 09, 2018

Eu Li: Beijo de Sangue - J R Ward

Título:
Beijo de Sangue
Autora:
J R Ward
Editora:
Universo Dos Livros
Série:
Irmandade da Adaga Negra #14
Ano:
2016

Adicione ao Skoob


Os guerreiros da Irmandade da Adaga Negra marcam presença em uma nova série, repleta de aventura e romances muito quentes...
Paradise, filha do Primeiro Conselheiro do Rei, está pronta para se libertar da vida restritiva imposta às fêmeas da aristocracia. Sua estratégia? Entrar no programa do Centro de Treinamento da Irmandade da Adaga Negra para aprender a lutar por si mesma, a pensar por si mesma... ser ela mesma. É um bom plano, até tudo dar errado. As aulas são inimaginavelmente difíceis, seus colegas de sala são mais inimigos que aliados e está bem claro que o Irmão encarregado, Butch ONeal, também conhecido como Dhestroyer, está atravessando sérios problemas em sua vida particular.
E tudo isso antes mesmo de ela se apaixonar por um colega de turma. Craeg, um cidadão comum, que não se parece em nada com o que o seu pai desejaria para ela, mas que é tudo o que ela poderia pedir em um macho. Quando um ato de violência ameaça pôr fim ao programa, e a atração erótica entre eles fica cada vez mais irresistível, Paradise é testada de maneiras que ela sequer poderia ter imaginado, o que a faz ponderar se é forte o bastante para reivindicar seu próprio poder dentro do campo de batalha e fora dele.

Oi, gente!
E antes que me perguntem: Sim, eu não desisti de ler esta série gigantesca!

Tenho o hábito de dizer que a série "Irmandade da Adaga Negra" não é para leitores fracos... pois estamos falando aqui de nada menos que 14 livros publicados, fora os que ainda estão por vir. Então, para aqueles amiguinhos que não curtem séries longas, é improvável que A Irmandade os cative. É um universo muito complexo; e por falar em universo não me refiro unicamente ao todo o enredo da história. Cada personagem tem suas particularidades e elas são tão densas e com tantas possibilidades, que não satisfeita em publicar um livro para cada vampiro guerreiro, a autora ainda vem e lança o livro dois de cada vampiro, mostrando para o leitor que há vida para os seus personagens mesmo depois do "e foram felizes para sempre".

Em "Beijo de Sangue" temos uma história inédita e uma retomada. Inicialmente somos apresentados a Paradise, uma jovem vampira da Glymera (alta sociedade vampiresca) que é órfã de mãe filha única do secretário do rei vampiro Wrat. Acontece que após insistir com o pai, e em decorrência aos eventos passados na cidade onde muitos vampiros foram mortos, Paradise que era a princesinha da sociedade e casa, passa a ter uma conduta um pouco diferente.

Primeiramente ela começa a desafiar o projeto de noivo e seu melhor amigo que começa com uns papos super machistas sobre o que ela pode ou não fazer. Depois ela passa a trabalhar na casa onde o rei recebe os cidadãos em audiências, onde se responsabiliza em organizar e sistematizar melhor a forma como elas acontecem. E com o decorrer do tempo tudo ia bem... até que o rei e a irmandade fizeram um mega anúncio: A IRMANDADE DA ADAGA NEGRA ABRE SELEÇÃO PARA A ESCOLA DE TREINAMENTO DE NOVOS RECRUTAS. TODOS, HOMENS E MULHERES, PODEM SE CANDIDATAR A VAGA PARA SEREM TREINADOS PELOS IRMÃOS DA RAÇA.

Junte esse anuncio ao fato de seu melhor amigo dizer que ela não pode fazer isso e você terá uma Paradise decidida a aprender a se defender e viver uma vida baseada em suas escolhas. Então a muito custo ela consegue convencer o pai a assinar sua carta de admissão e por consequência o pai convence o rei a deixar que ela participe da seleção.

No dia da seleção, Paradise descobre que o macho vampiro que ela conheceu por instantes e que chamou a sua atenção de uma forma diferente também se encontra entre os candidatos. Isso torna a decisão dela ainda mais forte.

Craig já não tinha mais nada a perder na vida e a única coisa que ele queria era vingança e aprender a se defender. Então encontrar a secretaria loira da casa do rei entre os selecionados não deveria mexer com ele tanto assim... mas mexe. E ao invés de manter o foco em passar nos testes ele acaba se preocupando em querer saber se ela vai conseguir chegar até o final da seleção. E depois disso ele só consegue ficar ainda mais intrigado para saber o que estão acontecendo com ele.

A interação de Craig e Paradise me deixou muito confiante de que a autora ainda pode me surpreender ainda mais com essa nova geração de livros da irmandade. E adorei o fato de Craig não tratar Paradise feito uma bonequinha de porcelana. Ele a encara com uma igual, que pode dar uma surra nele se necessário. Mas o que temos que lembrar aqui é que o livro esconde muitos mistérios sobre quem é Craig e porque Paradise tem que esconder que é da Glymera.

Imagino que você tenha suposto que eu tinha acabado a resenha aqui... só que não! Em segundo plano no livro temos problemas no céu... pois Buth e Marisa estão tendo alguns problemas de comunicação e isso tem gerado certa frieza entre eles. A autora justamente nesse ponto vem mostrar que mesmo depois do fim de seus livros os seus personagens continuam tendo uma vida... como se fossem reais.

Adoro isso na autora!

Bom, espero que vocês tenham gostado da resenha e fica a dica!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo