terça-feira, janeiro 16, 2018

Eu Li: Um Beijo à Meia-Noite - Eloisa James

Título:
Um Beijo à Meia-Noite
Autora:
Eloisa James
Editora:
Arqueiro
Ano:
2017
Série:
Contos de fadas #2

Adicione ao skoob


Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo. Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível. E irritante. A atração entre eles é imediata e fulminante, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo. Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo. Um beijo à meia-noite é um conto de fadas inspirado na história de Cinderela. Com um estilo que combina graça, encanto e sedução, Eloisa James escreve uma narrativa envolvente, com direito a fada madrinha e sapatinho de cristal.
O conto de fadas da Cinderella nunca foi uma das minhas histórias de ninar favoritas... até esse livro!

Era uma vez... um rei em uma terra tão tão distante que resolveu se aliar a um clérigo com ideias progressistas bem retrogradas, se é que deu para me entender, e por causa dessa parceria todas as pessoas que desafiavam moralmente ou pessoalmente essa nova ordem foram "convidadas" a se retirar do reino afim de que essa nova imagem do reino fosse melhor aderida pela massa ingênua. Acontece que uma das pessoas que desafiavam essa nova ordem, era um dos irmãos do rei vigente, ou seja, um príncipe.


Os demais irmãos do rei foram mandados para castelos onde pudessem reproduzir as ordens dele com seu camarada amigo clérigo. Porém, nem todos os irmãos do rei eram tão bestas dóceis assim. Um deles, que além de príncipe era formado em história e tinha outras inúmeras titulações e que amava a ideia de se meter em um campo de escavação grego, foi mandado para a terra da rainha britânica para comandar um castelo de posse do rei, cheio de seus parentes mais autênticos, e que não condiziam com a nova ordem da corte do rei.

Esse castelo onde o príncipe se meteu, era um castelo bem velhinho, mas com uma potencialidade rentável incrível. Acontece que Gabriel, o príncipe banido, estava mais disposto a ir pela lei do menor esforço. Ou seja, ele queria uma herdeira com fortuna que pudesse comandar com mãos capazes o castelo para que ele pudesse partir em uma expedição arqueológica atrás de evidencias de uma possível nova deidade Grega.

Acontece que antes de ser mandado para esse castelo, o rei disse que já tinha escolhido uma herdeira, também Russa, para casar seu irmão Gabriel. Então Gabriel está vivendo o calendário de forma bem angustiada, pois quer logo cumprir seu papel social e fugir dali. 

Enquanto isso tudo ocorre no castelo designado a Gabriel... bem longe dali, em uma casa abastada da nobreza rural, vivem três mulheres completamente diferentes, que por um milagre de Deus não se matam. Sim, elas estão nesse nível de relacionamento. Uma delas é a madrasta que ainda se sente uma adolescente, e se veste e age como tal. Outra delas é a irmãzinha caçula que vive em um mundo puro e cor de rosa. E a nossa protagonista está no meio disso tudo. Mas calma... ela não é a mocinha bela, recata e do lar que talvez você esteja esperando aqui.

Kate Daltry, é tudo menos: bela, recatada e do lar. Ela tem uma personalidade forte, ágil, e muito perspicaz. E atrás de tudo isso está uma moça que não aprendeu sobre como ser linda ou bela. Afinal ela é ambos, mas está encoberta atrás de muita fuligem. Afinal estamos falando da gata borralheira!

Certo dia, em meio a mais uma de seus embates com sua madrasta, ela descobre que vai ter que fingir ser sua adorável meia irmã mais nova perante a corte do primo do futuro marido, pois ele é primo de um príncipe, e segundo as tradições da família dele, para que este possa casar com sua irmã, ele precisa da aprovação de seu primo. 

Sua irmãzinha não pode ir pois teve um certo embate com um certo cachorro e ficou com o rosto meio desfigurado. E como ela é considerada a beldade da temporada, não pode ser vista assim. E também não pode não ser aprovada pelo primo de seu noivo. Então eis que surge o motivo do porquê Katy ter que fingir ser sua irmã.

Por motivos que não posso revelar pois seria um mega spoiler, Katy acaba se sujeitando a isso. E parte para sua intrépida e angustiante missão. Afinal ela vai ter que fingir ser algo totalmente diferente do que ela é de fato. 

O problema é que o primo do noivo da irmã de Katy, é Gabriel! E esse príncipe está muito disposto a se divertir um pouco com a cara do primo, afim de se distrair de sua própria sina. Então eis que nossa história acontece de fato quando Gabriel e Katy se conhecem e ele automaticamente fica fascinado em como ela é diferente do que ele esperava que ela fosse! E a inteligência e sagacidade dela o cativa de modo que ele se vê por vezes pensando: o que aconteceria se ele roubasse a noiva de seu primo?

Os diálogos de Katy e Gabriel são incríveis, inteligentes e apaixonantes! Pensei que a autora não poderia me surpreender tanto novamente com uma história depois que li "Quando A Bela Domou A Fera" mas amei estar errada. "Um Beijo À Meia-Noite" e ainda mais instigante que o primeiro livro... e gente... que final!

Bom, espero que todos tenham gostado da resenha, e se permitam ler o livro. Vale ressaltar que esse livro é único, apesar de estar na série "Contos de fadas" ele é uma boa pedida para os amigos que estão pensando em entrar ou se permitir ler algo dentro desse mundão que é os romances de época!

Beijos e até o próximo post.

P.S: só não ganhou 5 estrelas, porque eu queria que a autora fizesse um livro só para o mordomo de Gabriel! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo