terça-feira, novembro 07, 2017

Eu Li: Os livros que devoraram meu pai - Afonso Cruz

Título:
Os livros que devoraram meu pai

Autor:
Afonso Cruz

Editora:
Leya

Ano:
2011

Adicione ao Skoob

Vivaldo Bonfim é um escriturário entediado que, escondido de seu chefe, lê romances e clássicos da literatura durante o expediente, na repartição de finanças onde está empregado. Um dia, enquanto finge trabalhar, perde-se nas páginas de um livro e desaparece deste mundo. Esta é a sua história - contada em primeira pessoa por Elias Bonfim, seu filho, que recebe como herança a biblioteca de Vivaldo e, então, inicia uma aventura pelos grandes clássicos em busca de seu pai, percorrendo obras repletas de assassinos, paixões devastadoras, feras e outros perigos feitos de letras.

Pode um livro que, supostamente, foi escrito para crianças falar tanto à um leitor adulto?
Bem, temos exemplos fantásticos na literatura, classificada como infantil, que aos olhos adultos são verdadeiras obras de arte. “O pequeno príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry, “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll, entre outros, são livros clássicos infantis porém está na cabeceira de vários adultos no mundo. (Na minha, inclusive.)
“Os livros que devoraram meu pai” é um livro que pode passar despercebido, caso o leitor não se atente nele. O livro é pequeno, fino, e cheio de ilustrações, porém de uma grandeza incrível. 

Elias Bonfim achava que seu pai tinha morrido de enfarte, antes mesmo dele nascer. Mas quando fez 12 anos, sua avó contou a verdadeira história. Seu pai, Vivaldo Bonfim, amava a literatura e um dia ele entrou em um livro e nunca mais voltou. Sua avó, juntamente com a verdade, deu a chave da biblioteca para Elias e ele se firmou a achar seu pai pelo mundo literário. Literalmente. 

“Naquele sótão, eu encontraria todos os livros de meu pai, inclusive A Ilha do Dr. Moreau, aquele que ele usou para adentrar o mundo da literatura. Muito nervoso, recebi aquele presente. Ia finalmente conhecer meu pai, iria atrás dele, percorreria todas as palavras que ele percorreu, haveria de encontrá-lo por trás de uma frase, entre personagens de um romance. Ou assim acreditava. (...)”

Elias Bonfim faz uma verdadeira viagem literária. (Isso mesmo! Ele realizou o sonho dos bookarolics.) Dentre os livros que lê, ele procura pistas do seu pai. Elias interage com personagens de clássicos como “O médico e o mostro”, “O estranho caso do Dr. Jekyll e do Sr. Hyde”, “Crime e Castigo” e outros, e os reinventa. É interessante vê-los por um contexto diferente. Elias vai tentar encontrar seu pai, mas não sem antes deliciar o leitor com outras histórias.
Paralelo as suas aventuras literárias, está sua vida real. Família, amigos e escola não são esquecidos e é fascinante ver sua perspectiva de mundo. 

“Os livros que devoraram meu pai” é um livro fascinante, repleto de citações maravilhosas e carregado de fantasia e realidade. É um livro fácil, pois é narrado do ponto de vista de uma criança, mas é cheio de riqueza e significados. Os livros que nos são apresentados nas viagens de Elias são expostos de maneira que nos faz querer conhecê-los.
Aquela história de livros que indicam outros livros faz muito sentindo aqui. 

“Uma biblioteca é um labirinto. Não é a primeira vez que me perco em uma. Eu e meu pai temos isto em comum. Penso que foi o que lhe aconteceu. Ficou perdido no meio das letras, dos títulos, perdido no meio de todas as histórias que lhe habitavam a cabeça. Porque nós somos feitos de histórias, não é de DNA e códigos genéticos, nem de carne e músculos ou de pele e cérebro. E sim de histórias. Meu pai, tenho certeza, perdeu-se nesse mundo, e agora ninguém consegue interromper sua leitura.”

“Os livros que devoraram meu pai” ganhou o Prêmio Literário Maria Rosa Colaço de 2009. O autor, Afonso Cruz, foi perspicaz ao nos mostrar uma gama de grandezas literárias de forma simples e fácil em sua própria grandeza literária. 
Vale a pena ser devorado por este livro.

Leiam ♥

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo