quinta-feira, setembro 28, 2017

Quinta em Outra Língua #59 - Flame in the Mist - Renée Ahdieh




Título: 
Flame in the Mist 
Autora: 
Renée Adhieh
Editora: 
G.P. Putnam's Sons Books for Young Readers



A única filha de um proeminente samurai, Mariko sempre soube que ela tinha sido criada para um propósito, um único propósito: casar. Não importa a sua astúcia, que rivaliza com a de seu irmão gêmeo, Kenshin, ou suas habilidades como uma ótima alquimista. Desde o dia que Mariko não nasceu um menino, seu destino foi selado no momento em que respirou a primeira vez.
Assim, apenas aos dezessete anos, Mariko é enviada ao palácio imperial para encontrar seu noivo, o homem que ela não escolheu, pela primeira vez. Mas a jornada é interrompida quando o grupo de Mariko é violentamente atacado pelo Black Clan, um grupo perigoso de bandidos que foi contratado para matar Mariko antes que ela alcance o palácio. Sendo a única sobrevivente, Mariko escapa para a floresta, onde ela planeja se vingar. Vestida como um menino camponês, ela se propõe a se infiltrar no Black Clan e a perseguir os responsáveis ​​pelo alvo em suas costas. Entretanto, uma vez que ela está dentro d0 esconderijo do grupo, Mariko descobre que pela primeira vez que ela é apreciada pelo seu intelecto e habilidades. Ela até encontra-se apaixonada - um amor que a forçará a questionar tudo o que ela já conheceu sobre sua família, seu propósito e seus desejos mais profundos.

Mariko está para se tornar esposa do filho do imperador. Vindo de uma família de boa posição, com um irmão guerreiro lendário e atada a regras rigorosas de conduta, ela cresceu sentindo que ser mulher era sinônimo de não ter sua opinião ou decisões apreciadas. (segue o bonde)

Imagem relacionada
Ai ai ai homens 

No dia que Mariko caminha para um futuro do qual não tem saída, ela é atacada na estrada e dada por morta. Ela tem absoluta certeza que os responsáveis são o Black Clan, um Clan de fugitivos e infratores comandados por um ronin (samurai sem mestre) que esconde segredos sobre um tempo em que a disputa pelo império teve resultados catastróficos. 

Mariko se infiltra no Black Clan como um menino - com a intensão de se vingar pela morte de pessoas queridas na noite do seu ataque - mas chama muito a atenção do principal guerreiro do Clan: Okami (Conhecido como lobo). 

Imagem relacionada
Eu meio que amo esse filme ok? 
Okami é inteligente, rápido e desconfia tremendamente de Mariko (com toda razão), sendo melhor amigo de Takeda Ranmaru (o líder do clan), ele é capaz de absolutamente tudo para seus segredos, o do amigo e o do clan continuarem escondidos. Mesmo que isso signifique dar um fim no garoto que está tirando ele do sério e o surpreendendo cada vez mais. 
Resultado de imagem para mulan gifs
Okami!!! (Só que nem tanto) :D 

Enquanto Mariko tenta guardar seu segredo, manter sua vingança e sentimentos separados e descobrir o que o Black Clan esconde, seu irmão Kenshin procura por ela, iniciando uma caçada cheia de mal-entendidos e raiva cega que não vai fazer bem para ninguém. 

Lembrando que Flame in the Mist é um reconto de Mulan (por isso os gifs hehe), você pode esperar muitos termos japoneses, cultura e lendas orientais e também muitas cenas que lembram o desenho da Disney. Confesso que o que me chamou a atenção no livro foi essa semelhança. Entretanto, apesar de eu ter amado Okami (por todo seu senso de justiça e característica misteriosa) e também ter criado um vínculo com a protagonista, faltaram alguns pontos na história que me deixaram incomodada.
Resultado de imagem para mulan gifs
Mariko, é você?
Demora um pouco para você entrar no livro, para você se ver sugada e começar a imaginar o cenário e as pessoas. Finalmente quando isso acontece, parece que o livro corre e tudo acontece muito apressado, sem desenvolver realmente a cena. Infelizmente quando isso acontece em livros, fica muito difícil você sentir os personagens e toda a situação que eles estão passando, você não consegue sentir a empatia por eles. 

Por sorte, os personagens da autora são fortes e conseguem segurar bem a história em seu lugar. O potencial de desenvolvimento, em questão de cultura, universo, magia, flashbacks e etc, é imenso. Eu acredito que a autora quis focar uma introdução e planeje explorar tudo isso no segundo livro. Eu confio muito na Renée Ahdieh (sou muito fã de “A fúria e a aurora”) e espero ansiosa a continuação.

Resultado de imagem para mulan gifs
Mesmo tento certeza do potencial, vamos acrescentar um grilo só para ajudar :D

Três moshus e meio :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo