terça-feira, agosto 01, 2017

Eu Li: Ídolo - Katy Evans

Título:
Ídolo
Autora:
Katy Evans
Editora:
Novo Século
Ano:
2016
Série:
Real #5

Adicione ao Skoob

Pandora Stone nunca conseguiu se recuperar depois que Mackenna Jones sumiu de sua vida e destruiu seu coração. Mas encontra uma chance de se vingar do ex, hoje lendário vocalista de uma banda de rock. Haverá um grande show em Seattle. E ela tem que estar lá. Junto da amiga Melanie, pretende provocar a maior humilhação na carreira de Kenna em pleno palco. Apanhadas pelos seguranças, uma inesperada reviravolta ocorre: Pandora é convidada a participar das gravações de um filme sobre a banda, pois sua história mal-resolvida com a estrela do rock promete trazer a emoção que faltava ao longa. A garota aproveita a oportunidade para arquitetar uma nova vingança. Mas não esperava que seu ódio por Kenna pudesse vacilar. Ele ainda a fascina, a provoca, bagunça seu coração. Sua presença sempre a incendeia, traz de volta memórias maravilhosas que ela adoraria enterrar para sempre, pois machucam demais. E pior: ele sabe disso também. Mas o ídolo não revelou todos os seus segredos...
Oi gente... vamos de Katy Evans hoje?

Para quem ainda não conhece nada do trabalho da autora em questão, fique sabendo que o livro Ídolo é parte de uma série chamada Real. Na sequência os livros da série são: Real, Meu, Remy (sendo que os três primeiros livros contam a história de Remy e Brooke) em seguida temos Devasso (que conta a história do Greyson e da Melanie) que é o meu livro favorito da série. E agora temos o livro Ídolo que vai contar a história da Pandora com o Mackenna. Sabe o que liga os livros entre eles? Brooke, Melanie e Pandora são super amigas e dentro das diferenças delas elas se conhecem muito bem. Brooke é toda certinha e fitness. Melanie é toda vintage e não pode sair de casa sem pelo menos usar 3 cores diferentes em seu look. E agora vocês vão poder conhecer a Gótica nada suave Pandora Stone.

Até aqui nós tivemos 4 livro para conhecer por alto a Pandora, e criar mil teorias para tentar entender porque ela é tão acida, com os homens em geral. Mas antes de nós entrarmos no mérito da acides dela, preciso que vocês entendam um pouco dela. Pandora Stone foi criada por uma mãe muito amarga com o desenrolar de seu casamento. E podemos dizer que ela acabou meio que descontando um pouco na filha. E como forma de se defender Pandora criou um muro enorme e espeço ao seu redor desde cedo. No ensino médio a Pandora era conhecida por ser a gótica esquisita da escola e sofrer bulling, dos quais ela se virava bem e nem ligava mais tanto assim. 

Até o dia em que o deus Grego da escola começou a notar ela. Só que desafiando a lógica dos Young Adults o bendito deus não era o capitão do time de futebol americano do colégio, e sim o rockeiro mais sexy do colégio. E depois de muito insistir ele conseguiu ultrapassar o muro da caixa de Pandora. Só que vocês lembram da mãe vaca da Pandora, pois é...não posso dizer o que aconteceu de fato porque é um puta spoiler...só posso dizer que eles precisaram se separar de uma forma muito cruel.

E se já era difícil para a jovem Pandora confiar nas pessoas, principalmente nos homens imaginem como ela se tornou adulta? Pois é... só que o Mackenna acabou voltando indiretamente para a vida da Pandora pois ele se tornou um mega músico... e o sucesso dele se deu por uma música chamada ´´Pandora Kisses``

´´Those harlot´s lips. To taste and torment me. Those little tricks. That tease and torture me, Ooooooooh, oh, oh, Oh. I shouldn´t have opened you up, pandora. Ooooooooh, oh, oh, Oh. you should´ve remained in my closet, pandora. A secret I will forever deny. A love that would one day die. Ooooooooh, oh, oh, Oh. I should´venever kisses... those harlot´s lips...Pandora``
Pois é né... com uma letra assim a Pandora não poderia deixar passar a oportunidade de ir no show da banda dele e fazer justiça. E foi assim que ela se meteu na maior das encrencas que ela poderia ter se metido. E também foi assim que ela acabou sendo obrigada a participar da gravação de um documentário sobre a banda... só que para isso ela tem que viajar em turnê com o Mackenna. 

E ela meio que vai aproveitar que está ganhando dinheiro e vai unir o útil ao agradável. Vai ganhar dinheiro para atazanar a vida do Mackenna. Só que tem uns detalhes que a Pandora insiste em ignorar, como por exemplo o fato de Mackenna estar ainda mais sexy do que no ensino médio, pois agora ele é todo trabalhado nos músculos. E o fato de que ele ainda é louco ensandecidamente por ela.

Você, meu caro leitor, deve estar pensando que deve ser mais um daqueles romances fofinhos e envolventes. Só que não! Para que esses dois teimosos fiquem juntos eles vão ter que revirar o passado de cabeça para baixo. E Mackenna se no passado conseguiu entrar na caixa de Pandora e gostou do que descobriu, agora já adultos talvez ele possa sofrer muito descobrindo o que ela faz no passado sem consultar ele.

O livro termina de uma forma muito tocante e feliz e triste. Particularmente esse é o meu segundo livro favorito da série, logo atrás de Devasso.  A forma dura como a Pandora teve que viver mexeu bastante comigo, e tenho muito carinho pela personagem. 

O livro tem cenas hots de derubar qualquer roupa de baixo... e a afinidade musical da Pandora com o Mack é linda... quem gosta de rock e punk rock vai adorar as referências. E se eu ainda assim não consegui convencer você a dar uma chance para a Pandora com o Mack, espero conseguir te convencer com a playlist que montei baseada na lista de músicas do livro indicada pela própria autora que vou deixar aqui em baixo!

Espero que vocês tenham gostado do post... até o próximo!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo