segunda-feira, maio 08, 2017

Na Tela #16 - 50 Tons Mais Escuros


Oi Gente...rsrsrs...sei que já faz um tempinho que o filme lançou e tals...mas acho que tive que ver mais uma vez e digerir melhor a história do filme para enfim escrever o post...Valeu Victor!

Bom, quem lembra quando escrevi o Na Tela sobre 50 tons de cinza? Vocês devem lembrar de uma blogueira meio revoltada (ou não) com a adaptação...e admito que sai do cinema muito p&*$ da vida no primeiro filme pois fui com uma expectativa muito alta, quem nunca não é mesmo?

Dessa vez já fui com a mente e o coração mais abertos a ADAPTAÇÃO de fato, o que foi a melhor coisa que fiz, pois gostei mais do filme desta forma. Táaaa... o filme não é uma obra prima da 7º arte e tals...mas admitamos que foi melhor dessa vez que já estávamos preparados para uma adaptação com liberdade de criação também!

Primeira coisa que reparei no filme e que de certa forma já gostei:

A Anatasia Steele está mais emponderadinha!

No primeiro filme vi uma personagem muito apática. Tá que no livro ela também é assim... mas sei lá gente... nesse segundo filme é possível ver essa mudança no personagem e isso foi de certa forma legal. Ponto para ela!

De forma meio tímida no início e depois surpreendentemente com firmeza então ela passa a conseguir dizer ao Christian o que ela gosta, o que não gosta e consegue dar alguns limites ao comportamento dele. Também podemos ver uma personagem mais de boas com a sua sexualidade.

Segundo ponto legal no filme

As máscaras vão caindo, não é mesmo?

Uma das coisas que sempre ouço das pessoas que não gostam da série, ou que nunca leram e mesmo assim não gostam da série é o discurso pronto de: ´´Ele é um lunático abusivo``.

Cada um com a sua opinião, mas uma das coisas que sempre disse para um amigo meu que me falou algo similar, é: O personagem tem uma historicidade que vai um dia revelar o porquê do comportamento dele ser desta forma. Nesse filme os segredos do passado de Christian vão sendo revelados um a um para a Anastasia, e ela vai aprendendo como amar uma pessoa com tantos gatilhos quanto ele. E da forma deles eles vão seguindo e aprendendo.. Juntos.

Terceiro pontinho legal e gritante:

SÓ EU REPAREI QUE A QUÍMICA ENTRE OS ATORES É VISIVELMENTE MUITO MELHOR DO QUE NO PRIMEIRO FILME?

Acho que não...né?

De fato acredito que com a mudança de diretor o filme tomou uma atitude um pouco diferente, e os atores do filme parecem se conhecer melhor nesse segundo momento.

Quarto pontinho:

O cast aumentou um pouco e mudou também! Temos a Kim Basinger com a tão odiada e vaca Mrs. Robinson que  apresentou o mundo de submissão ao Christian na adolescencia.

Ela é uma grande amiga da mãe dele, e admito que adorei a cena que ela é convidada a se retirar nada gentilmente da casa dos Grey´s quando o que ela fez a ele é descoberto pela mãe dele. Valeu Senhora Grey!

Mas admito que um ponto negativo do filme, apesar dela ser uma personagem segundaria e tals...mas mudar a atriz que dá vida ao personagem Mia foi meio forçadinho, não? Apesar disso curti o trocadilho do nome do chefe abusivo da Anastasia: Jack Hyde me fez lembrar do médico e do monstro o que casou muito bem com o personagem mesmo do filme mesmo!

Por fim, mas não menos importante: 

Nunca vamos esquecer da diva Beyonce cantando Crazy In Love de forma tão tentadora e sedutora como vimos no primeiro filme. JAMAIS!

Mas o que também amadureceu de um filme para o outro foi a trilha sonora, que no primeiro ganhou nossos corações, e nesse segundo filme, na minha humilde opinião, me fez querer sair do cinema e correr na livraria e comprar o cd com a trilha sonora original do segundo filme.

Não coloquei muita fé na dupla Zayn e Swift mas acho que a equipe de produção do filme conseguiu colocar a música em uma cena tão linda e casadas, música e cena, provocou um efeito deslumbrante ao momento. Fiquei muito viciadinha na música depois disso. Inclusive estou ouvindo ela agora durante a produção desse post...kkk...sou dessas!

Aí você me pergunta: Mas afinal, Anne você gostou ou não do filme? A resposta é sim! Pois como eu falei antes, já fui ver o filme sem a expectativa de ser muito fidedigno ao livro.


Bom, desculpa a demora em postar esse Na Tela, mas espero que vocês tenham curtido...beijos e até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo