terça-feira, janeiro 31, 2017

Eu Li: A Rebelde do Deserto - #1 - Alwyn Hamilton

Título: 
A Rebelde do Deserto
Autor: 
Alwyn Hamilton
Editora: 
Seguinte
Série: 
A Rebelde do Deserto

Adicione ao Skoob

O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher.

Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele.

Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por lhe revelar o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.

“A Rebelde do Deserto” traz uma história cheia de aventura, mística e com aquela dose de romance que todo mundo adora. Alwyn Hamilton cria um ambiente diferente, personagens cheios de coragem e habilidades interessantes, além de um mundo de fantasia muito próprio, onde a vida no deserto se entrelaça com revoltas políticas e magia. 

A Vila da Poeira é uma cidade feita para homens, e homens que sejam fortes e saibam controlar as mulheres. Amani Al’Hiza sabe que o destino dela é casar ou morrer e vai fazer de tudo para mudar a trajetória de sua vida e escapar do lugar maldito onde mora. 

Tendo em vista apenas o dinheiro para ir para Izman, a cidade das histórias de sua mãe, e possuindo uma perfeita mira para tiro, ela resolve entrar em uma competição vestida de garoto, cobrindo todo seu corpo e rosto e mostrando apenas seus olhos azuis e surreais. 

É nessa competição que ela conhece Jin, um cara misterioso e estrangeiro, que possui também uma boa mira e deseja sair da Vila da Poeira tanto quanto ela. Amani acredita então que Jim é sua chance de se livrar do inferno em que se encontra e faz de tudo para que o menino seja obrigado a leva-la com ele. Amani só não sabia onde estava se metendo. 

Amani é meio que uma cinderela do deserto, mas ela está bem longe de ser uma princesa. Sua mãe morreu e ela vive agora com seus tios, que são horríveis, ela precisa então fugir da Vila da Poeira o mais rápido possível, antes que seu tio encontre alguém com quem ele deseja que ela case e sua vida fique ainda mais miserável. 

O sonho de Amani é ser a dona do próprio nariz, fazer escolhas próprias, mesmo que essas sejam horríveis e ela é durona o suficiente a ponto de trair, mentir, roubar e enganar. Não parece lá uma personagem muito louvável não é mesmo? Mas o deserto ensinou ela que a vida é dura e que não é só através de seu desempenho com uma arma que ela vai conseguir o que quer. 

Jin é um cara com um propósito, você só não sabe que propósito é esse. Até onde os olhos alcançam, ele é apenas um criminoso fugindo da lei e isso não poderia ser mais perfeito. Ele e Amani formam uma ótima dupla, mesmo que a confiança entre ambos esteja longe de acontecer. Mas a conexão está ali, inabalável. Aquele fogo que a gente vê apenas em alguns personagens é bem claro entre os dois. Com quatro capítulos eu acho que já dá pra shippar bastante heim? 

Jim é sarcástico, engraçado e está ali, uma força a mais para ajudar Amani na busca pela liberdade. Em meio ao deserto, segredos são revelados, bestas místicas são encontradas e o que eram apenas histórias fantásticas como os Djinni podem ser mais reais do que se pensa. 

A Rebelde do deserto foi uma ótima leitura com diversos pontos fortes. Acredito que apenas o ritmo rápido demais da narrativa causou um problema. Em alguns momentos eu queria apenas mergulhar mais naquele mundo e ficar cativa nele, infelizmente não foi dessa vez e a história é tão incrível e nova que merece mesmo uma maior explicação. Espero ansiosa o segundo livro da série, que eu acredito que será ainda melhor. 



  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo