segunda-feira, outubro 24, 2016

Eu Li: Dominc - L. A. Casey

Título:
Dominc
Autora:
L. A. Casey
Editora:
Bezz
Série:
Slater´s Brothers

Adicione ao Skoob


Depois de um acidente de carro que matou seus pais quando ela era uma criança, Bronagh Murphy escolheu a isolar-se das pessoas num esforço para manter seu futuro longe de sofrimentos. Se ela não se aproximar de pessoas, falar com elas ou conhecê-las de qualquer forma, ela conseguirá ficar sozinha, do jeito que ela quer.
Quando Dominic Slater entra em sua vida, ignorá-lo é tudo o que ela tem que fazer para chamar sua atenção. Dominic está acostumado a chamar atenção, quando ele e seus irmãos se mudam para Dublin, na Irlanda, para cuidar do negócio da família, ele ganha a atenção de todos. Todos, exceto da bela morena com uma língua afiada.
Dominic quer Bronagh e a única maneira que ele tem de chegar até ela, é arrancá-la do seu isolamento voluntário, e ele vai fazê-lo da única maneira que sabe pela força.
Dominic a quer, e o que Dominic quer, Dominic pega!

Oi gente...preparados para se tornarem altamente dependentes de uma nova série? Bem, eu não estava! Mas ainda assim, estou bem feliz por ter me tornado viciada nessa série.

Dominc é um dos livros que comprei na Bienal do Livro deste ano, e admito que a capa foi que me chamou logo a atenção...porquê né gente não sou feita de ferro! Mas enfim, fui ao estande e li a sinopse que vocês estão vendo aí em cima, mas ainda assim não tinha me convencido a comprar o livro, até que no momento que coloquei ele de volta na prateleira, uma fã da série viu e chamou a minha atenção por ter abandonado o livro, e me contou a sinopse dela...aí sim, eu comprei o livro!

Para começar, Dominc é o nome do nosso Bad Boy (infelizmente ele não é britânico, e sim americano) da vez, e apesar do livro ter o nome dele, a narrativa toda do livro é na voz da Bronagh uma adolescente que mora em Dublin em uma comunidade bem pacata. Essa personagem perdeu seus pais em um acidente trágico quando ainda era muito nova, e sua irmã mais velha Brunna acabou se tornando a guardiã legal dela. Atualmente Brunna é uma estudante baladeira e descolada de medicina e Bronagh tem 17 anos e é uma garota muito na dela, elas ainda têm alguns recursos financeiros deixados pelos pais. O que permite a elas viver em uma casinha simples em um bairro pobre (atenção aqui que a referência de pobre para eles é o nosso de classe média).

Bronagh desde que perdeu os pais tem muita dificuldade de permitir que as pessoas se aproximem dela, pois na lógica dela a vida é muito efêmera e se ela deixar alguém fazer parte da sua, ela corre o sério risco das pessoas abandonarem ela depois ou pior, morrerem, e ela não quer perder mais ninguém. Então todos os dias ela vai para a aula, senta sempre na mesma mesa, não fala com ninguém, e por ter um bom comportamento e ótimas notas ela pode colocar os fones de ouvido e ignorar o resto do mundo. A escola toda já se acostumou a não se colocar no caminho da Bronagh...só tem um certo chefe de time que insiste em atazanar a vida dela, e ela nem sabe porquê.

E tudo ia bem e do jeito dela, até que em um dia ela chega na sala e descobre que tem um garoto novato sentado na mesa de sempre dela rodeado por todas as garotas da sala. Imediatamente ela vai até a mesa e diz para ele sair. Mas ele encarra ela e começa a ser um idiota. Nem preciso dizer que a fúria adormecida da Bronagh se despertou e ela tirou ele da cadeira.

Posteriormente Bronagh acaba percebendo que o garoto irritante que sempre persegue e provoca ela, se chama Dominic, ele veio transferido dos Estados Unidos, e de quebra ainda tem um irmão gêmeo idêntico. Ela também percebe que é sempre bem mais fácil lidar com Damien (o irmão do bem) pois além dele ser muito legal, não tem como confundir ele com Dominic pois Damien tem o cabelo loiro platinado, enquanto o de Dominic é negro como a noite. 

As interações entre Bronagh e Dominc vão ficando cada vez mais sérias e fascinantes. E vamos descobrindo quem de fato é Dominic, e porquê o passado dele ainda é tão presente, e como ele consegue ferir e atravessar o muro de defesa de Bronagh. A interação dos irmãos dele com a irmã dela também são muito divertidas...

Dou graças por estar de férias quando peguei esse livro para ler, pois comecei a ler ele às 15h de uma terça-feira e só consegui ir dormir às 5h da manhã do dia seguinte, e acordei às 8h para voltar a ler o livro. Deu para sentir o quanto esse livro mexeu comigo? Infelizmente ele só tem 27 capítulos e 231 páginas. Fiquei em uma séria crise de abstinência quando terminei o livro pensando, por que essa autora escreveu essa história de forma tão rápida? Quero mais do Dominic e dos irmãos dele! Mas aí eu fui pesquisar na internet e descobri que é uma série e olha as capas:

Imagem: Blog Meu Vicio em Livros.

Descobri que a editora Bezz ainda não tinha publicado os demais livros, mas isso não me impediu de ler eles. Só que...as histórias das namoradas dos irmãos são histórias curtas , então pensei que poderia pular as histórias delas e passar direto para a deles. Me lasqueiiiii...porque tem sim que ler os livros delas pois percebi que Dominc não termina na página 231, ele termina na história de Bronagh.

Por favor, leiam os livros do Dominic, Alec, Kane, Ryder e Damien!!!!!!! Vocês correm o sério risco de se apaixonar perdidamente.

Espero que vocês tenham gostado da resenha...Fica a dica!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo