sexta-feira, junho 24, 2016

#PensandoBem E esse tal de Crowndfunding?


Você sabe o que é Crowndfunding? Já ajudou alguma campanha? Conhece os sites brasileiros de financiamento coletivo?

Olá, queridos leitores, tudo bem? Tive a ideia de falar um pouco sobre esse assunto pois, o que mais vemos atualmente, são campanhas para financiamento das mais diversas coisas (e muitos livros) e eu percebo que tem muita gente que não faz muita ideia de como funciona esse tipo mercado. Por medo de perder dinheiro ou por não confiar, acaba que muitas oportunidades legais de investimento são perdidas e é sobre isso que nós vamos falar agora. Vamos lá?

O que é?

Crowndfunding é um termo relativamente novo, apesar do conceito ser mais antigo. A ideia de várias pessoas diferentes apoiarem financeiramente um projeto já acontece há muito tempo, mas era focada principalmente em filantropia. Iniciativas como o Teleton ou o Criança Esperança já acontecem há muitos anos e não deixam de ser uma forma de financiamento coletivo. Mas o Crowndfunding em si, como mercado mesmo, começou a aparecer nos idos de 2008 com o surgimento do KickStarter (atualmente o maior site de financiamento coletivo que existe). 

Em 2014 o Kick Starter anunciou
que havia arrecado
mais de 1 bilhão de dólares
 em doações para projetos 
A ideia é que qualquer pessoa pode divulgar um projeto, especificar exatamente o que se espera de resultado dele e exibir opções de pagamento que o publico geral pode fazer para ajudar o projeto a seguir em frente, em troca de algum benefício. No início é estipulado o valor total que o dono do projeto precisa e, se esse valor for atingido em doações, o projeto será executado. Hoje em dia temos várias ferramentas do tipo, desde o próprio KickStarter, ou o Indiegogo e os brasileiros Kickante e Catarse. Você mesmo pode acessar agora qualquer um deles e apoiar um projeto do seu interesse. 
Pebble: um smartwatch 100% finan-
ciado via KickStarter. Quem apoiou,
teve a oportunidade de compar um pela
metade do preço.

Há milhares diferentes e com os mais diversos objetivos. O que mais vemos nas versões americanas são projetos de tecnologia, gadgets, games e filmes. As versões brasileiras já tem um foco bem grande em filantropia e arte. Muitos livros, álbuns musicais e exposições saem de financiamentos desse tipo. 

Por que ajudar?

E é justamente nesse ponto que entra você, querido leitor. O principal foco dessas campanhas de financiamento coletivo é fazer com que o usuário cotidiano da internet possa ajudar algum projeto interessante. Ideias legais é o que não falta, mas muita gente fica com o pé atrás antes de abrir a carteira para apoiar. Mas esse tipo de gasto pode ser até muito interessante para:

- Apoiar alguma ideia que dificilmente conseguiria financiamento através de empresas ou governo;

Tales of Kurgala: Álbum musical OperaRock, inspirado no
livro O Espadachim da Carvão. A recompensa mais cara
custava R$2500,00 e, entre vários prêmios, havia a
oportunidade de ser tornar um personagem do
terceiro livro e de participar de um jantar com o autor.
- Ter a possibilidade de comprar em primeira mão algum item específico de um projeto;

- Ter a possibilidade de comprar algum item com valor de fábrica (em geral, os produtos dos projetos saem mais baratos para os apoiadores)

- Dependendo do valor pago, ter oportunidades únicas;

- Auxiliar à distância projetos que você provavelmente nunca ouviria falar;

- Entre outros.

Claro, sempre vai depender do marketing feito utilizado. Mas muitas campanhas de livros, por exemplo, oferecem desde brindes extras (como posteres, livros autografados, dedicatórias) até oportunidades de você conhecer o autor pessoalmente.

Que cuidados tomar antes de gastar com um projeto?

E é claro que sempre que aparecem essas oportunidades, vai ter algum espertinho tentando ganhar dinheiro. Mas se você prestar bastante atenção não há perigo nenhum em apoiar um projeto. 

O Corvo: livro de contos baseado no
poema de Edgar Alan Poe.
Atingiu o sucesso no projeto e
ainda gerou uma
 versão trilíngue do poema
A primeira coisa a se analisar são as pessoas que estão promovendo. Em geral há sempre uma pessoa pública que controla a página do projeto e pode dar algumas atualizações sobre ele. Na maioria das vezes, essas pessoas possuem perfis em diversas redes sociais e pode ser interessante você conversar com elas e tirar suas dúvidas. 

Vale também avaliar qual o tipo de arrecadação está sendo utilizada. Os sites de financiamento coletivo podem ter campanhas como o tudo ou nada (onde o projeto só recebe os valores arrecadados se o total estipulado foi atingido); ou como as campanhas flexíveis (onde o valor arrecadado é direcionado ao autor da campanha, mesmo que não atinja o objetivo). Sempre é válido dar uma boa lida na página do projeto e adjacentes para se ter certeza de todas as variáveis.

Bel Pesce é uma das maiores
empreendedoras do Brasil e
já lançou vários livros através do
Kickante, além de seu tour de
palestras
As formas de pagamento também são um ponto a se observar. Os sites de Crowndfunding em geral aceitam todos os cartões, mas, dependendo do valor que você deseja pagar para ajudar o projeto, pode ter formas de parcelamento diferentes. Existem também projetos em que o prazo é uma variável: se você quiser ser o primeiro a receber o produto, terá de pagar mais caro e por aí vai.

Projeto Legais

Existem vários projeto abertos atualmente e qualquer pessoa pode acessar um dos sites e apoiá-los como for possível. Segue a indicação de alguns:

- Filme Do Amor: Do Amor foi uma série do canal Multishow exibida em 2 temporadas. O financiamento coletivo é dedicado para tornar a série um filme e existem ótimas recompensas.

"DOAMOR é uma história sem fim. Lulu está dividida entre Pio e Brás. Pio espera por Lulu no aeroporto. Lulu decide ficar com Brás, mas ainda está envolvida com Pio. O que acontece depois? É que o todos nós queremos saber! Por isso, os fãs pediram a continuação da história. Não desistiram de Lulu, Pio e Brás! E nós não desistimos dos nossos fãs e dos personagens. Morremos de saudades de tudo! 

Daí, decidimos colocar todo nosso amor na realização de um longa metragem para arrancar de vez essa falta do nosso coração. Precisamos pegar o Pio no aeroporto!!! E saber se Lena e Eva ficaram juntas. E Bárbara e Tiê, será que seguiram em frente apesar (ou por isso mesmo) de tantas diferenças?"

- Barca dos livros: "Inaugurada em fevereiro de 2007, na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, a Barca dos Livros – Porto de Leituras é uma biblioteca comunitária mantida pela Sociedade Amantes, que defende a importância da leitura para o desenvolvimento comunitário e individual. Possui um acervo de mais de 10.000 livros catalogados e um premiado programa de incentivo à leitura.

Situada em Florianópolis, a biblioteca comunitária Barca dos Livros atua como mediadora da leitura e da formação de leitores e busca, por meio de suas ações, ser uma biblioteca referência na área do livro e da leitura no âmbito local e nacional."


- Cão guia: quanto vale o seu olhar? "Os cães-guia são grandes aliados dos deficientes visuais. No entanto, no Brasil há apenas 100 cães-guias enquanto que existem 6 milhões de deficientes visuais. Para conscientizar a população da importância dos animais para os deficientes visuais, nós do Instituto Iris de Responsabilidade e Inclusão Social criamos esta campanha de financiamento coletivo. O IRIS precisa de recursos para treinar e doar cães-guia destinados para as pessoas que irão aposentar os amigos caninos em breve. Junte-se a nós e colabore para transformar a vida de deficientes visuais!"


- Livro: Place Branding:  "Todos temos um café favorito de uma esquina favorita, uma praça na qual sempre nos sentamos, um parque que sempre merece retorno e afeto. Contudo, na maioria das vezes, não sabemos explicar racionalmente o motivo de tais predileções. Seja pelo clima, pelo conjunto de facilidades que oferecem, por uma memória afetiva ou simplesmente pela aparência, nossos locais preferidos são nossos, sempre nossos, misturados a emoções diversas.

Essa relação entre pessoas e lugares é o objeto central do place branding, tema central do nosso livro. A partir dele, identificamos as vocações de um lugar e o DNA de seus moradores, para em seguida trabalharmos elementos e estratégias para fortalecer e alavancar estes lugares."



- Livro Interativo - meu mundo hoje: "Este livro traz a ideia de uma cápsula do tempo, onde você registra como o seu mundo funciona hoje, só que de forma descontraída, através de perguntas e atividades reflexivas, podendo assim, te trazer muito autoconhecimento e te ajudar a observar o seu próprio amadurecimento, além de ter ótimos assuntos para serem conversados com seus amigos ou num almoço em família."

E aí? Curtiu? Vamos apoiar projetos legais? Não deixe de comentar!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo