quinta-feira, março 24, 2016

Quinta Em Outra Língua #36 - Lady Midnight - The Dark Artifices #1 - Cassandra Clare


Título: Lady Midnight
Autora: Cassandra Clare
Editora: Margaret K. McElderry Books

Adicione ao Skoob. 
Adicione ao Goodreads.

Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada.

O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro – mas eles nunca podem se apaixonar.

Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança – e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas … antes que o assassino coloque eles na mira.

Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais – e ela pode suportar saber a verdade?
Gritando muitooo gente.

Assim que lady midnight foi lançado nos EUA, meus olhos brilharam com a vontade de ler mais um livro da linda Cassandra Clare. Semana passada, então, eu me dediquei a esse livro maravilhoso, já pensando no que escreveria quando chegasse a hora de fazer a resenha e gente eu amei tanto esse livro, que no momento, eu to meio sem palavras. (isso vai mudar) 

Acho, sinceramente, que essa vai ser a resenha mais difícil que eu já fiz na vida. O livro está fresco na minha cabeça e tudo dói. Bem, acredito que muitos de vocês conhecem a autora, que ficou famosa com seu livro “Cidade dos Ossos” da série Instrumentos Mortais e mais tarde com As Peças Infernais e sei que muitos ficaram descontentes com a perspectiva de um novo livro se passando no mesmo mundo. Eu não vou mentir, eu fiquei relutante, eu não sabia se a titia Clare conseguiria me prender tanto quando em seus outros livros. EU ESTAVA TERRIVELMENTE ENGANADA. (pare de me deixar com o coração partido por favor). 

Cinco anos se passaram desde o fim da batalha entre Caçadores de Sombras e Sebastian Morgenstein e muita coisa nesse tempo mudou. O livro se passa no instituto de Los Angeles, seguindo a vida da família Blackthorne e seus desafios desde a grande guerra. 

Julian Blackthorne passou a ser pai, mãe, amigo, confidente, líder apenas com 12 anos depois que seu irmão Mark foi para a Caçada noturna e sua irmã Helen foi exilada por ser parte fada. Emma Carstairs passou a ser uma guerreira maravilhosa e está em busca dos verdadeiros assassinos de seus pais. Os dois não são mais as crianças que vimos lá em Cidade do Fogo Celestial, são adolescentes que aprenderam desde cedo a ser adultos e encontram uma forma de permanecer juntos em se tornando Parabatais (UM ERRO, SÓ O QUE EU DIGO). 

O livro começa focando na Emma e deixando a gente na expectativa de ver a família Blackthorne e como essas pessoas se relacionam. Assim que Julian aparece tudo parece ficar certo e errado ao mesmo tempo. Vamos explicar: Os dois são amigos de infância, se tornaram Parabatais para não ficarem separados um do outro (já que eles já tinham perdido tudo) e agora eles estão em uma idade em que tudo parece diferente e passam a se olhar de outra maneira, sendo que Julian já via ela de outro jeito há muito tempo. O certo é, eles amam um ao outro tão profundamente que dói de ver e acima de tudo, eles amam a família que querendo ou não, eles construíram. 
Modo Fangirl ativado (to perdida)
Tudo passa a mudar então quando Emma finalmente descobre uma pista sobre a morte dos pais, pista esta que está ligada ao povo das fadas. Caçadores de sombras, desde a guerra, não podem mais se meter em assuntos ligados as fadas, então acaba que Emma se envolve em uma busca proibida pela Clave. Para piorar a situação, Mark (o irmão mais velho da Caçada Noturna) volta para casa, em uma barganha das fadas para que o instituto de Los Angeles assuma a investigação dos assassinatos que estão acontecendo ao seu povo. 

A volta de Mark vira tudo de cabeça pra baixo, eu quero dizer que no começo eu odiei o jeito recriminatório dele pra cima do Jules, mas depois eu consegui entender muitas das coisas da vida que ele teve, a redenção dele pra com a família vai crescendo de pouco em pouco e esse personagem tão misterioso e interessante foi ganhando espaço no meu coração. 

O resto da família é maravilhosa, eu queria todos eles como membros da minha família de tão fofos e carentes e fortes que todos eles são. Tavvy o mais novo, o bebê (aquele que Jules pensa como o SEU bebê) é um amorzinho, Dru é a mais deslocada e atrapalhada, Livvy é louca pra se tornar parabatai de seu irmão gêmeo Ty, que é louco por investigações e cara eu amo ele (Tenho um ship pra ele, mas leiam pra descobrir quem é). 

Fora da família temos Diana, a instrutora de lutas e Cristina, uma estudante de intercâmbio com seus próprios problemas e que se torna uma grande amiga pra Emma. 

Emma me lembra Jace, mas não tanto, ela é esperta, uma guerreira e ela tem um amor muito grande por quem está na vida dela, a única coisa que atrapalha ela é a obsessão com a morte dos pais, mas quem pode culpar né? Julian é... (senhor, como explicar o Julian?), se eu achava que amava o Will ou o Jem eu tava enganada, porque Julian é a pessoa mais FOFA do mundo, ele é doce, um artista, todo preocupado com a família, com a emma e ao mesmo tempo ele é guerreiro também, ele sabe ser firme quando precisam, ele sabe se impor e botar medo mesmo, ele sabe se camuflar valendo com a personalidade quieta dele. CARAMBA É MUITO CLARO QUE ELES DOIS SÃO EXTREMAMENTE APAIXONADOS UM PELO OUTRO ARRRHHGGGG. (To bem, juro). Importante dizer que muita coisa entre parabatais é explicado no livro. 
Não é justooo!!
A história do livro é muitoooo legal, é surpreendente, eu não tive um momento de tédio e olha que é o maior livro da série inteira. O romance me pegou pelos cabelos, revirou e me deixou toda confusa e quebrada por dentro ao mesmo tempo em que eu tinha corações nos olhos (imaginem essa cena kkkkkk). Ah e nós temos algumas cenas de personagens de outros livros hehe. 

Eu sei que a resenha ta enorme, peço desculpas, mas é muito difícil resumir um livro que mexe tanto com você e esse foi um corte na minha alma em cada cena. Obrigada Cassandra Clare. Espero ansiosamente o próximo livro já sofrendo antecipadamente, é claro. Queria poder dar um abraço em todos os personagens e agradecer por essa linda lição de amor de família que eu recebi. 

O livro sai 5 de abril pela Galera Record e vocês estão convidados, como sempre, a surtarem comigo. 
Absolutamente Épico *-*
Cinco estrelas, já que não posso dar todas as estrelas do céu.



6 comentários:

  1. TÔ JOGADA NO CHÃO FRIO DA DOR, MINHA MANA!
    Já tô pensando em como eu vou ficar depois de terminar de ler essa bodega. Só ano que vem o próximo e Cassie não costuma ser legal com os leitores; não nos primeiros livros, sem dúvida.
    Mas quero. Quero desesperadamente! Aai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Fe, tu vai ficar destroçada que nem eu, tenho certeza, mas não me arrependo! Cassie é má, muito má.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gente... Tava meio sem expectativas com a série, por causa do que estamos vendo no Netflix, mas parece que o negocio fica bom com o tempo, acho que quero!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não melhor não pensar muito na série de TV, tem muita coisa diferente dos livro e eu não gosto de ficar comparando. Eu vejo a série esquecendo o livro inteiro hehe. Mas esse ultimo livro lançado me conquistou de vez, já amava clockwork, amo ainda mais lady midnight.

      Excluir
  4. Gente... Tava meio sem expectativas com a série, por causa do que estamos vendo no Netflix, mas parece que o negocio fica bom com o tempo, acho que quero!!

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo