quinta-feira, março 03, 2016

[Quinta em Outra Língua #33] Passenger - 1# - Alexandra Bracken


Título: Passenger
Autora:  Alexandra Bracken
Editora: Disney-Hyperion
Adicione ao Skoob.
Adicione ao Goodreads.

passagem, n.
I. Uma breve seção da música composta de uma série de notas e floreios.
II. Uma viagem pela água; uma viagem.
III. A transição a partir de um lugar para outro, através do espaço e do tempo.

Em uma noite devastadora, a violinista prodígio Etta Spencer perde tudo o que sabe e ama. Empurrada para um mundo desconhecido por uma estranha, Etta tem certeza de apenas uma coisa: ela viajou não apenas milhas, mas anos de casa. E ela herdou um legado que ela não sabe nada sobre de uma família cuja existência ela nunca ouviu falar. Até agora.

Nicholas Carter está contente com sua vida no mar, livre dos Ironwoods-uma família poderosa nas colônias e da servidão que ele conheceu em suas mãos. Mas com a chegada de um passageiro incomum em seu navio vem a força insistente do passado que ele não pode escapar e da família que não vai deixá-lo ir tão facilmente. Agora, os Ironwoods estão à procura de um objeto roubado de valor incalculável, que eles só acreditam que Etta, passageira de Nicholas, pode encontrar. A fim de protegê-la, ele deve garantir que ela traga o objeto de volta para eles, ela querendo ou não.

Juntos, Etta e Nicholas embarcam em uma perigosa viagem através dos séculos e continentes, reunindo pistas deixadas pelo viajante que fará qualquer coisa para manter o objeto fora do alcance dos Ironwoods. Mas à medida que ficam mais perto da verdade de sua busca, e do jogo mortal que os Ironwoods estão jogando, forças traiçoeiras ameaçam separar Etta não só de Nicholas mas também de seu caminho para casa. . . para sempre.


Estou um pouco ocupado no momento!
(Eu enquanto lia esse livro)
Vamos começar assim: Eu conheci essa autora quando li Mentes Sombrias, um livro muito legal que eu tenho certeza que muita gente ama, mas que para mim é mediano. Então Passenger lançou e ele veio com um conceito que eu amo de paixão que é viagem no tempo e para completar essa mulher me acrescenta PIRATAS! Gente o que eu poderia fazer, certo? EU PRECISAVA LER ESSE LIVRO. 
A Alexandra tinha todos os ingredientes para a receita perfeita, pois além de um ótimo plot, ela teve também personagens incríveis e um romance muito legal também. 

Etta é uma violinista no século XXI, ela está acostumada a vida dela, está acostumada com a família dela (a mãe e a instrutora de violino) e tem mais do que certeza do que quer fazer na vida e batalha muito para isso, isso gente é característica de uma personagem capaz de muitas coisas, até mesmo coisas ruins e isso é bom, porque tudo o que não queremos aqui são personagens previsíveis. 

Do outro lado da moeda (ou do tempo) nós temos Nicholas Carter que vem de uma família poderosa e temida, os Ironwoods, ele é um filho bastardo dessa família, sendo a mãe dele uma escrava. Os Ironwoods tratam ele como um escravo também, sendo mais bem-educado e cuidado, mas um escravo mesmo assim. Nicholas consegue se livrar de sua tão chamada família e parte para o mar em busca de aventura, onde é o seu lugar. Ele é um mistério no começo, um link que você tem certeza que em algum momento vai se encaixar na história de Etta, você só não tem certeza ainda como. 

Eu curto você ;D
Nossa protagonista então, por que a hora é certa ou o destino assim escolheu, descobre sua capacidade de viajar no tempo. Por meios não muito simples ela vai parar no mesmo navio em que Nicholas trabalha e a jornada desses dois começa completamente ligada aquela família poderosa e temida que falamos antes. 

O livro tem uma série de regras para com viagens no tempo e explica muito bem o conceito e a prática para nós leitores, além de onde cada um herdou essa capacidade e o porquê nossos personagens principais precisarem fazer uma jornada através do tempo. Ponto forte, a autora conseguiu fazer com que viagem no tempo fosse natural. 

E agora eu chego em um ponto em que eu não posso falar o propósito de nada pra não estragar a história, então vamos pular pro romance. Simples e correto, o que seria para nós no século XXI, uma mulher branca e um cara negro, ambos inteligentes, ambos donos de si e que gostam um do outro, não temos nenhum problema. Mas, estamos falando de outra época, um lugar onde a escravidão ainda está presente, onde apenas pensar em um romance entre essas duas pessoas levaria a cadeia e isso torna tudo tão mais interessante, porque a Etta, fofa, ta pouco se lixando para isso (Eu GOSTO dessa garota) e o Nicholas é um amor de pessoa, alguém muito bom pra esse mundo e ta só tentando encontrar o espaço dele e acabou sendo levado em uma avalanche de história e emoção devido a essa garota e a relação dela com os Ironwoods, assim como a dele. 

O livro é muito bem escrito, mas aqui vai entrar uma coisa que me cansou muito: em certas partes o diálogo era muito grande sem ter a necessidade disso, quase como se a autora quisesse ter certeza que a gente entendeu algo que já tinha sido dito um pouco mais atrás, espero, realmente torço para que isso mude no próximo livro da série porque toda essa história é incrível para ficar perdida em excesso de palavras. As vezes o que é simples é o que é certo. Tirando isso um lugar onde você pode encontrar viagens no tempo e um navio com piratas é um local que você pode confiar e quem sabe passar a amar, não é o meu livro favorito, mas tem um potencial enorme de se tornar e sinceramente essa capa é MARAVILHOSA.

Quatro navios viajando no tempo :D 


 




2 comentários:

  1. Égua doido, égua doido!
    Já quero esse livro como o ar para respirar!
    Vivian, essas tuas dicas maravilhosas acabam comigo, mana!

    ResponderExcluir
  2. KKKKKK mana, com pirata e viagem no tempo não tinha o que dar errado!

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo