terça-feira, março 29, 2016

Eu Li: A Cruzada Secreta - Assassin's Creed #3 - Oliver Bowden


Título:
Assassin's Creed: A Cruzada Secreta
Autor:
Oliver Bowden
Editora:
Galera Record
Adicione ao Skoob
Nicollo Pollo, pai do explorador Marco, finalmente revela a história que manteve em segredo durante toda a vida: a história de Altair, um dos primeiros e mais extraordinários assassinos do Credo. É o curso da aventura de Altair em Constantinopla que irá selar o destino dos Templários e de sua saga na Europa.
A história da vida de Altaïr é contada aqui pela primeira vez: uma viagem que vai mudar a história; a sua batalha interminável contra a conspiração dos Templários; uma herança que é tão trágica como chocante e a mais profunda traição de um velho amigo.
Altaïr embarca numa missão formidável que o levará pela Terra Santa mostrando-lhe o verdadeiro significado do Credo dos Assassinos. De modo a provar o seu empenho, Altaïr terá de derrotar nove inimigos mortais, incluindo o líder dos Templários, Robert de Sablé.

Olá, pessoal, tudo bem? Já aviso logo: não, você não leu errado. Essa realmente é a primeira resenha da Série Assassin's Creed e é realmente sobre o terceiro livro. Acontece que, apesar de ser a continuação de Renascença e Irmandade, A Cruzada Secreta é a novelização do primeiro jogo da série e, cronologicamente, é um tanto confuso começar a leitura da saga pelo Assassin's Creed Renascença (que é a novelização do segundo jogo).

Para quem ainda não está situado com a saga, Assassin's Creed é uma longa série de games com tramas de romance histórico e uma mistura leve de fantasia (ou seria ficção científica?). Cada jogo tem um protagonista específico e é situado em uma parte da história humana. O grande plot da série é a eterna luta entre duas sociedades secretas ancestrais (os Assassinos e os Templários) e a busca de ambas por um poder ancestral: as Peças do Éden. Basicamente o objetivo de ambas é criar um sociedade perfeita, entretanto, os Assassinos desejam fazer isso através da educação e do conhecimento e os Templários desejam usar a força e as Peças do Eden. 

A Cruzada Secreta se passa durante a Terceira Cruzada (por volta de 1191) em 4 cidades diferentes: Acre, Jerusalem, Damasco e Masyaf (essa última, a capital da irmandade dos assassinos). O personagem que acompanhamos é Altaïr Ibn-La'Ahad, um assassino já experiente que, por confiar demais em suas habilidades e ser arrogante, acaba falhando em uma missão encomendada por seu mestre Al Mualin, para buscar um desses artefatos misteriosos. Ao retornar a cidade de Masyaf e explicar sua falha na missão, ele é demovido ao rank mais baixo da ordem. Seu mestre, então, oferece a ele uma missão especial para que possa recuperar sua honra e seu posto: Altair deveria partir em uma cruzada secreta e assassinar 9 homens diferentes que estariam se utilizando da Cruzada como forma de exploração, lucro próprio e corrupção, sendo que esse alvos estariam espalhados pelas 3 cidades próximas. 

O livro é dividido em 3 partes, sendo a primeira e a segunda as adaptações do primeiro jogo da série (Assassin's Creed) e a terceira parte a adaptação de um jogo Spin-off que saiu apenas para ambiente mobile (Assassin's Creed: Altair's Chronicles). As duas primeiras partes tem uma história fluída e até bem rápida. É bem interessante jogar e ler o livro ao mesmo tempo, acompanhando as missões de Altair e sua progressão para retornar ao seu posto de Assassino. O clímax da segunda parte traz um plot twist bem interessante e o fechamento funciona muito bem como um final (afinal é o encerramento do primeiro jogo). A terceira parte, acaba sendo um tanto arrastada: é como se fosse o início de um novo livro, com tramas e personagens diferentes que, apesar de manter Altair como protagonista, não mantem a qualidade do anterior. É até um tanto compreensivo pois o jogo Spin-off não recebeu o mesmo tratamento de trama que o jogo principal, mas, no livro, acaba sendo um tanto decepcionante a conclusão ser tão arrastada.

A parte que envolve o romance histórico recebe algumas leves adaptações, mas a pesquisa histórica (personagens, ambientes, cidades, costumes) é impecável. Os 9 alvos de Altair foram personalidades que realmente existiram e, além disso, a trama conta com aparições de grandes personagens da história como o rei Ricardo Coração de Leão e Robert de Sablé, por exemplo. As missões do jogo e os ambientes da cidade (para quem não sabe, no jogo é possível se esgueirar e subir em qualquer construção disponível no mapa) foram muito bem adaptadas para o texto de forma que a leitura não se torne apenas uma descrição do que seria a jogabilidade. Ao contrário, a descrição de Oliver Bowden vai muito além e consegue levar qualquer leitor (inclusive aquele que não jogou) ao ambiente da Terceira Cruzada. Apesar do final meio arrastado, o livro é completamente imersivo.

Como fã de histórias clássicas como O Conde de Monte Cristo e de romances históricos de Bernard Cornwell, adorei a Cruzada Secreta e indico a todos. Minha nota é:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo