quarta-feira, dezembro 23, 2015

Eu Li: Solteiro sofre demais - Bruno Godoi


Título:
Solteiro Sofre Demais
Autor:
Bruno Godoi
Editora:
Empíreo
Onde Comprar:
Saraiva | FNAC | Submarino

Copacabana. Três solteirões numa república. Muita festa, muita pizza, muita bebida (sexo quase nada). Uma cadelinha pinscher chata. Filmes, videogame, super-heróis. Tudo isso misturado num livro recheado de histórias engraçadas com coisas de nerd. E claro, muita bobagem idiota. (Né nada! É tudo inteligente.)




“Solteiro sofre demais” foi anunciado como o primeiro barba-lit nerd da galáxia e eu fiquei muito curiosa com o que resultaria desta história. Sou fã declarada de chick-lit então o relativo ao masculino do gênero despertou demais o meu interesse...

Glossário: Lumber Lit (barba lit) gênero de ficção dentro da ficção masculina que tem como idéia principal abordar questões cômicas do homem atual... Viram? Um chick-lit masculino... Óbvio que eu precisava ler.

O livro vai contar a história de Larry James Lurex, um professor de literatura bem esquisitão que sofre de uma síndrome mais esquisita ainda: ESCSEreção Só Com Safadas. Por conta dessa doença, ele vai passar por tantas confusões que vocês nem imaginam. Larry mora com dois amigos, Léo e Freddie, e uma cadelinha chamada Ritinha, num apartamento que eles batizaram de “nossa república”. Esses amigos de Larry possuem personalidades bem diferentes mas uma coisa os coloca no mesmo saco: os caras são loucos!

Depois que Larry foi diagnosticado com a ESCS, seu médico o recomendou visitar uma igreja e é na “Minha Igreja” que ele conhece Sasha, uma moça virgem que nada tem a ver com aquela estrela pornô – exceto o nome -, mas que arrebata o coração do homem. Larry terá que fazer algumas escolhas e suas consequências serão de muita diversão para o leitor.

“Solteiro sofre demais” é um livro insano e muito divertido. É para quem é homem, ou tem amigos homens (meu caso), não dá para se surpreender com as situações, por mais absurdas que possam parecer. Achei estranhamente realista, inclusive. Aquela história de sair para beber e pegar mulheres mas voltar só bêbados mesmo tem muito na narrativa e nada vida real. Ri muito de Larry e seus amigos loucos de pedra e, admito, não gostaria de cruzar numa festa com o Léo (que homem bizarro!).

E por falar em narrativa, Bruno Godoi foi muito criativo a nos oferecer capítulos com parágrafos simétricos. É sério, todo o livro é constituído de 77 capítulos com 770 parágrafos. 100 palavras para um parágrafo e 10 parágrafos para 1 capítulo. Parece meio obsessivo compulsivo, mas gostei do desafio,. A narrativa do autor também é interessante pois não é uma prosa comum. É narrado em 3ª pessoa por um voz muito zoeira que, por vezes, me deixou meio confusa. Normalmente, a voz que narra fala diretamente com Larry e eles parecem se entender muito bem, mas Larry sofre, olha... Como sofre...O único ponto pouco satisfatório é o enredo confuso. Me perdi algumas vezes na história e tive que voltar algumas vezes para em encontrar (certeza que Larry, Léo e Freddie estão revirando os olhos para mim, mas é verdade).

“Solteiro sofre demais” é um livro que, definitivamente, precisa ser conhecido. Quero opiniões, principalmente masculinas, a respeito. A sensação de estar em um bar conversando com seus amigos mais retardados está presente o tempo todo no livro e gostei dessa familiaridade (sim, também tenho amigos retardados).

A produção do livro está, como é de se esperar da editora Empíreo, impecável. O livro é muito bonito no miolo, com algumas ilustrações, e o meu ainda veio autografado! Nunca tinha lido nada de Bruno Godoi e a curiosidade foi despertada; o autor também tem mais 2 livros, entre eles “Sete Cabeças”, também lançado pela editora Empíreo. Para quem quer uma leitura divertida e diferente, o papai Noel já mandou esse presente adiantado.

E vocês, leitores, conhecem? Não deixem de comentar a opinião de vocês!

Até breve!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo