segunda-feira, novembro 16, 2015

Eu Li: Madrugadas de Desejo - Jayne Fresina

Título:
Madrugadas de Desejo
Autora:
Jayne Fresina
Editora:
Única
Onde Comprar:
FNAC | Submarino | Saraiva


A Inglaterra do século XIX é elegante, charmosa e aventureira. Um lugar onde é difícil não se deixar levar pelos deliciosos (e perigosos) jogos que lords e ladies libertinamente experimentam. Não poderia ser diferente na bela Brighton, o lar de Ellie Vyne e James Hartley: inimigos declarados desde a infância.

Ellie sempre foi uma mulher de ideias a frente de seu tempo, temperamento forte, ousada e, principalmente, avessa a todas as tentativas de suas irmãs para lhe arrumarem um marido. Afinal, com 27 anos era um absurdo ainda perambular sozinha por aí. E é claro que James, um dos solteiros mais cobiçados da cidade, fazia questão de deixar clara sua desaprovação.

Durante suas misteriosas escapadas, Ellie rouba algo muito precioso de James, que não terá paz até descobrir a identidade do ladrão. Querendo ou não, eles estão cada vez mais próximos.

Como resistir ao charme de James e levar sua mentira adiante? Nesse jogo de perdição, Ellie arriscará tudo, inclusive seu coração. Enquanto James tenta desvendar o segredo da jovem, o desejo proibido que surge entre os dois será capaz de romper com todas as regras da alta sociedade inglesa.

Oi gente!

Bom, aqui temos mais um dos meus amadinhos livros de romances de época. #Adoro

Dessa vez vamos conhecer um pouco da escrita de Jayne Fresina, que para mim é uma novidade. E se você pensa que vai encontrar uma trama similar à algumas outras que estão no mercado hoje em dia, engano seu! Talvez o que você ainda encontre similar é o contexto histórico...toda a trama vai se iniciando em Brighton no ano de 1822, enquanto ambos, James e Ellie, ainda eram pequenos.

Você pode pensar inicialmente que é um motivo bem infantil o porque da Ellie simplesmente não conseguir ficar no mesmo ambiente que o rico e charmoso James, mas aí a autora vai juntando as pontas e aí sim, você consegue desenhar bem legal o que de fato aconteceu com ambos.

Essa autora tem uma mão bem pesadinha para o drama e mistério, e gostei disso, porque quando você vai se acostumando e recuperando os diversos percalços, aí...bum...estoura uma novidade na sua cara. Ok, já deu para perceber que o livro me surpreendeu!

Ellie é vitima de um acidente terrível em sua infância, e por causa disso sua mãe se vê necessitando casar as pressas com um homem que não suporta nem olhar para a pobre da Ellie, e a mesma cresce com aquela sensação de culpa e divida eterna, e se vê precisando tomar conta de tudo depois que sua mãe morre, até mesmo do homem que não a suporta.

Mas, apesar de crescer em um ambiente hostil, onde seus carrascos eram o padastro e as irmãs, ela conviveu um pouco com o tio, o qual a ensinou a jogar muito bem cartas. E com essa habilidade nada comum a uma dama ela monta um plano para conseguir manter a casa e o conforto que seu padastro insiste em ter, mesmo sem dinheiro.

Ela deixa sua infância e adolescência para trás na marra. E junto os sentimentos que tinha pelo nosso errante herói, James. Até que um dia/noite ela acaba se envolvendo em uma situação fora de controle e começa a ser caçada por ele. Bem, não propriamente caçada...mas aí se eu contar vai ser spoiler.

James sempre via em Ellie a garotinha sardenta odiável que esfregou a cara dele na lama quando ele era pequeno, sem nenhuma justificativa aparente. Até o dia que em uma caçada a um vilão ele se depara com a própria, em pé em uma cama na estalagem somente com uma camiseta masculina. E acho que isso foi aquele momento ´´com informações demais`` que alguns passam, foi muito informação para os olhos e outras partes do corpo do James.

E ele bem que tenta ir embora e abandonar ela lá, mas seu sentido de honra, ou algo mais que ele não quer admitir, fazem ele dar meia volta colocar ela no ombro e voltar para casa, para entregar ela para a família dela.

Éguuuaaaa...mas nunca foi tão difícil chegar em casa sem cair em tentação! #PUTZ

E a história se passa com eles dois vivendo o presente mas que tentador, em que eles tem que olhar para o passado e desvendar o que aconteceu de fato. É um livro bem divertido porque ambos não dão o braço a torcer. E você acaba tentado a ver quem vai ´´arregar`` primeiro...kkkkk

Bom, eu me diverti com o livro, e acho que ele vai ter continuação porque a história do tio da Ellie e seu sumiço ainda ficou solto no ar.

Fica a dica, e até a próxima!



5 comentários:

  1. Comecei a ler o livro, mas desisti acho que porque estava me recuperando de uma ressaca literária daquelas. Acho que agora darei uma outra chance ao livro.
    Ótima resenha!

    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu também pensei no início que ia ser só mais uma historinha de época...mas eu me permitir seguir a leitura e me surpreendi.

      Excluir
  2. Faz muito tempo que quero pegar um romance histórico pra ler, mas estou sempre protelando. A história pareceu interessante, apesar de não ter nada muito surpreendente num olhar superficial.

    Boa resenha!
    Beeijo
    http://resenhandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,

      Se você ainda não leu nada de época, talvez o livro seja uma boa pedida, porque ao que tudo indica ele não é um livro em série extensa. Então, é melhor, assim se você não curtir o gênero, não vai ficar com séries em aberto pendentes.

      Fica a dIca...bjus

      Excluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo