quinta-feira, março 12, 2015

Eu Li: Amante Renascido - J R Ward


Título:
Amante Renascido
Autora:
J R Ward
Editora:
Universo dos Livros
Onde Comprar:
Submarino | Fnac | Saraiva

Ao descobrir que sua amada está na verdade presa em um submundo frio e isolado, Tohr procura o anjo Lassiter na esperança de salvá-la. No entanto, quando Lassiter lhe diz que ele precisa aprender a amar outra fêmea para libertar sua antiga parceira, Tohr percebe que eles estão condenados para sempre.
Mas ele não esperava que uma mulher intrigante e sexy começasse a mexer com seus instintos adormecidos. Em meio a uma guerra violenta contra os redutores e um novo clã de vampiros competindo pelo trono do Rei Cego, Tohr divide-se entre o amor antigo e um futuro arrebatador. Será que ele se entregará a essa nova paixão e conseguirá libertar a todos?

Hello amados. Como estamos?

A resenha de hoje vai falar um pouco de uma história que tem vários elementos constituintes que particularmente adoro, tais como: Vampiros, romance, uma causa antiga de desavença, corpos sarados onde dá para lavar uma colcha de cama, no tanquinho dos vamps, perigo, suspense, eu já disse vampiros? e cenas hots!

Para quem não conhece, seja bem vindo ao mundo construido pela diva J. R. Ward, a cidade de Cadlwell onde de manhã a vida corre na mesma santa rotina, entre seres humanos normais como nós. Porém a noite, os humanos tem que ficar esperto porque eles não são os únicos que vagam pelas ruas escuras e imprevissíveis da cidade.

Nessas noites humanos, compartilham inconscientemente a cidade com seres milenares, dotados de uma força e charmes naturais dos seres miticos que eles são, Vampiros, mas não vampiros qualquer, uma força tarefa com uma missão sangrenta, proteger a sociedade vampira no país, e acabar com o projeto de vida dos redutores, estaremos falando hoje de um dos livros componentes da Irmandade Da Adaga Negra, ou IAN para os mais chegados a série.

Aviso aos navegantes: como essa resenha não se trata do primeiro livro da série, prepare-se, pois pode/vai conter spoillers. Segundo, é um romance hot, então se você não gosta do gênero, não diga que eu não avisei! 

Então, atualmente a série tem 13 livros, isso mesmo, nada mais, nada menos, que tudo isso e a lista só cresce, porque ela já fechou o arco de cada personagem, mas alguns personagens "APARENTEMENTE" ganharam um segundo livro, como os reis Revh e Wrath.

Recentemente, completei minha coleção de livros, e dei um pé na bunda da procrastinação, enfim começando a ler o livro a ser resenhado hoje. Recapitulando que nos livros anteriores o Thorment foi para uma caçada a redutores e no meio da caça os redutores mataram a "shellan" (leia aqui: femêa) que estava grávida de seu filho biologico. Nem preciso descrever a profundidade da dor dele, o tadinho virou um 'bicho vareta' de tão magro que ele ficou.

E quem andou lendo os anteriores TAMBEM sabe, ou vai lembrar agora, que ele não volta sozinho para o quartel general da irmandade, ele conta com a ajuda do sexy, lingua afiada, e despropositado anjo Lasher. Esse personagem caiu de paraquedas, ou de asas na história, e de inicio eu não entendi onde a autora queria chegar com esse cara viciado em tv e novelas mexicanas. Mas, nesse livro a gente descobre.

Em "Amante Renascido" Thor, descobre que a vida tem que continuar, e por mais que ele queira ser enterado com sua mulher, ele não pode. Só que aceitar a morte de entes queridos e continuar vivendo pode ser muito difícil. E Lasher dá uma intimação para Thor, sobre o futuro do espírito de sua shellan que o Irmão da Adaga não vai poder evitar, apesar de ficar enrolando para aceitar.

Basicamente o Lasher diz que ou ele volta a viver normalmente ou a alma de sua mulher não irá para o Fade (um termo que a autora usa para descrever o paraiso para os vamps) e que ela irá desaparecer no limbo, se ele não parar de prender ela a terra. 

Para quem já leu algum livro, sabe que a autora não fecha a história em um único foco. Em contrapartida a esse dilema que o Thor está, temos o dilema do John Mathews, que não sabe aceitar muito bem que se casou com uma mulher que luta guerra a fora tanto quanto ele. 

Xhex, a shellan de John, é uma mulher crecidinha e virada que não esta acostumada a ter que contar com o apoio tático ou emocional de ninguém. E ela vai descobrindo o quanto ela precisa do Hellren (a breviação é hell, que é o termo usado para companheiro, ou esposo!).

E como se já não fosse o bastante a mãe dela, aparece do nada para tentar uma aproximação, depois de ter abandonado ela (porque ela tinha BONS motivos)  logo após o nascimento. Essa mãe, N'one (que traduzindo séria uma palavra coloquial para ninguêm) apesar de ter nascido na aristocracia vampirica, se tornou subserviente e renegou tudo e a todos, seu nome, família, origem e sua imagem, ela praticamente usa uma burca.

O que a maioria das pessoas do quartel general não sabe é que Thor e N'one já se esbarraram por ai, e que vão ter que acertar algumas contas um com o outro. Então Tcharammmmm...eis que surge o casal primario do livro. Acompanhou? Não! Vamos lá: O Thor é pai adotivo do John que é casado com a Xhex que é filha da N'one que depois vai ser re-nomeada pelo Thor com o nome de Autumm, a estação favorita dele. #FECHOU ?

Admito que como o Thor não chamou a minha atenção nos livros anteriores, particularmente fiquei procrastinando para ler esse livro e então tive de parar a série, pois não gosto de pular livros. E depois que li esse livro, percebi que nem poderia entender o livro seguinte (AMANTE FINALMENTE) porque até o livro anterior os vilões da história eram os Redutores (humanos LITERALMENTE sem corações) e apartir do livro do Thor o "babado" é diferente!!! Eis que surgem os bastardos, um grupo MUITO pequeno de vampiros sem escrupulos que querem destronar o rei. Nesse caso o Wrat. Mas o Revh é praticamente um IAN, então tabém está na luta.

Então, no todo, gostei do livro. Teve um final aceitável, e uma história bem construida, digna de J R Ward. E passei a ver o Thor com outros olhos e a gostar do Lasher.

Fica a dica, espero que vocês tenham gostado, até a próxima resenha.

Um mega abraço de urso!

Um comentário:

  1. Oi Anne,
    Embarcou na onda dos vampiros rsrs. Fiquei tentada a ler a resenha, mas consegui me controlar haha. Essa série é enorme e vou sempre adiando, e agora que as aulas voltaram só Deus sabe quando irei começar essa série.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo