quinta-feira, fevereiro 26, 2015

Eu Li: O Homem Perfeito - Vanessa Bosso


Título:
O Homem Perfeito
Autora:
Vanessa Bosso
Editora:
Novas Páginas
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

O Homem Perfeito - Melina teve alguns relacionamentos ruins, outros péssimos...
Mesmo assim, ela não desiste: um dia ainda vai encontrar alguém que a complete e que entenda algumas manias fofas que ela tem como comprar mais sapatos do que pode guardar ou tomar uma multa ou outra por excesso de velocidade. Ela faz a sua parte escrevendo um pedido ao universo, no qual descreve esse ser incrível nos mínimos detalhes. Agora é só esperar, certo?
Melina não imagina, porém, que esse presente dos céus já existe, mas foi parar nos braços de uma mulher in-su-por-tá-vel.
O que fazer quando o destino insiste em brincar com a sua paciência?


Melina já teve todo o tipo de relacionamento ruim. O último, inclusive, a deixou desempregada. Sendo assim, ela juntou as suas mágoas e seus muitos sapatos e partiu de SP para Parati, a cidade que sua família vive, administrando uma pousada, para tentar recomeçar. Acontece que, quando Melina foi embora de Parati, 10 anos antes, ela deixou várias coisas para trás. Inclusive seu primeiro tudo (beijo, namorado, vez, amor), Bernardo.

Os amores de Melina sempre deixaram a desejar. Tanto que, na faculdade, ela e sua melhor amiga fizeram uma lista do que seria o homem perfeito para elas. O de Melina se enquadra perfeitamente com a personalidade/físico de seu ex-namorado. Agora ela está de volta em Parati só para descobrir que Bernardo está noivo de sua arqui-inimiga Samantha.

Os sentimentos há muito deixados para trás, voltam atingir Melina e Bernardo com força, mas o passado não pode ser apagado. 10 anos de indiferença não podem ser esquecidos. Sem falar no casamento marcado. Melina terá que lutar contra seus medos para tentar reaver seu amor e o leitor será deliciado com essa saga divertidíssima.

Li este livro em 3 horas, de uma sentada só. Ri bastante das loucuras de Melina e suspirei mais ainda por Bernardo. Amo chick-lits e adoro constatar que as autoras nacionais estão produzindo no gênero. Vanessa Bosso criou uma história feita para entreter e divertir e a proposta alcançou seu objetivo.

Achei o livro meio corrido e as ~coincidências~ foram bem forçadas, mas delas que surgiram as cenas mais fofas, então perdoarei a autora por isso. O livro também tem alguns fragmentos calientes, mas nada explicito ou vulgar. A autora põe a lenha na fogueira, mas não acende o incêndio (acho que fiquei um pouco chateada com isso. Ê!).

“Nunca ninguém me beijou dessa forma, nenhum homem me atingiu com tanta precisão. Essa completude que estou sentindo, em que duas peças se encaixam perfeitamente, é a prova de que Deus pensou em tudo. É a certeza de que existe alguém para nós, de que não fomos criados para a solidão.”
A narrativa é em 1ª pessoa, da perspectiva dramática de Melina, então sabemos tudo que passa por aquela cabeça louca. Melina é uma personagem divertida e muito engraçada e se dermos licença poética a ela, pode-se deixar passar algumas atitudes que eu não aprovaria na vida real.

Bernardo é adorável. Médico, bonito, gentil (e rico, com certeza), ele me arrancou muitos suspiros apaixonados e a eterna pergunta: será que existe desse tipo na vida real? As expectativas não estão a nosso favor, amgs. Os amigos da protagonista, Espírito (ela explica o porque) e Nanie são muito divertidos e adicionam um quê a mais na história, juntamente com a família adorável de Melina.

“O homem perfeito” mistura romance e diversão de uma forma leve e agradável. O livro tem um quê de fanfic, com uns fatos aleatórios meio bombásticos, e termina tão rapidinho que é até triste quando chegamos na última página (eu amo fanfics e sofro com seus finais, me julguem).

Para quem gosta de se divertir com um romance leve e rápido, “O homem perfeito” está esperando por vocês.
ótimo :)
Fernanda Karen Estudante de Serviço Social com o coração no curso de Letras. Apaixonada por séries, dramas e café. Bookaholic  irrecuperável e promíscua literária. Eventualmente estou trocando um de meus rins por livros muito desejados. (Qualquer coisa é só entrar em contato). Amo YA, ficção-fantasia, clássicos (brasileiros, portugueses, ingleses, latinos etc), chick-lits... Perceberam que meu preconceito literário é zero? Ops, quase zero; não leio auto-ajuda.

2 comentários:

  1. É legal mesmo ver que nossos autores estão produzindo ótimos chick lits, e que não ficam devendo nada aos autores estrangeiros. O que me agrada nesse gênero é a leitura fácil, leve e divertida. Acho que a narrativa foi um dos grandes diferenciais nesse, pois você conseguiu terminar em apenas três horas. Mostra que, no mínimo, a narrativa é super fluida. No mais, quero conhecer essa personagem que me parece ser bem louca.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  2. Já sou bastante interessada em ler esse livro desde da primeira vez que li a sinopse, curto muito chick-lit e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo