sexta-feira, fevereiro 20, 2015

Eu Li: Maximum Ride: Projeto Angel - James Patterson


Título:
Maximum Ride: Projeto Angel
Autor:
James Patterson
Editora:
Novo Conceito, selo #IRADO
Onde comprar:
Saraiva | FNAC | Submarino

'Maximum Ride' tem 14 anos. Ela e os seus amigos seriam crianças normais se não tivessem o dom de voar. Para algumas pessoas esse poder seria um sonho, mas, no caso da turma de Max, a vida se transformou em um pesadelo sem fim desde que a perseguição dos Apagadores começou.
Seja em cima das árvores do Central Park, em uma jornada escaldante no deserto da Califórnia ou nas entranhas do metrô de Nova York, Max e sua nova família lutam para compreender por que eles são diferentes de todos os outros seres humanos. A maior dúvida é: eles vão salvar a humanidade ou ajudar a destruí-la?
Impossível ficar indiferente a Max! Sarcástica, corajosa e meio impaciente, ela é a líder mais poderosa e forte que você já conheceu. Ao mesmo tempo em que luta para se proteger e salvar a vida dos seus amigos, Max tenta entender por que tudo tem que ser tão difícil e diferente para eles.
Se você gosta de ação rápida, dinâmica, daquelas de tirar o fôlego, com vilões que você ama odiar... Este é o seu livro! Uma aventura fantástica e imprevisível, que emociona e desperta a imaginação.


Olaaaaaaaaaaaaaaaa novamente eu aqui para vós apresentar algum livro quentinho (ou não)! 

Fugindo totalmente do meu estilo romantizada, e meio feminista, se é que é possível ser uma feminista literária?! Dessa vez dei passagem na minha pilha de leitura para um aclamado autor best seller americano, chamado James Patterson. Conhecem?
Mas, fazendo um rápido p.s: gente, valeu os comentários nas postagens do blog, vocês me fazer rir horrores, me corrigem e as vezes até me criticam...mas tá valendo...kkk...me divirto e ainda sigo aprendendo...valeu!

Então passemos aos assuntos de hoje, ao começar a leitura do livro a ser resenhado hoje, em suas primeiras páginas me deparei logo de cara com dois avisos, no mínimo inquietantes. Daqueles, que te fazem pensar duas vezes se você quer realmente continuar a ler! Mas, como estamos falando de um livro de James Patterson, encarei o desafio, e tentei manter a mente aberta, tal como fiz, quando me deparei com as páginas iniciais de um certo livro platinado, com uma certa mutante que adora riscar seus pensamentos desconexos.

Por mais incrível que pareça, passei a conhecer James P. (para os íntimos...kkk) quando estava assistindo a uma série de tv, chamada Castle (me viciaram nela!), quando em meio a pesquisas entre um episódio e outro, descobri que um dos parceiros de pôquer do personagem principal (que é um autor) é o verdadeiro referido autor. Nem preciso dizer que surtei totalmente na hora. E corri até a minha estante para saber o que eu tinha dele, achando o livro "Maximun Ride - Projeto Angel" que é o assunto do nosso papo de hoje.

Corri para as montanhas de mistérios que são os livros de J.P. e me permiti tentar (em vão) desvendar o mistério desse livro. Aos que não gostam de mistérios e pior ainda, quando eles não são resolvidos em um único livro, lamento mas esse não é o livro indicado para vocês. Para você que já conhece as aventuras de Alex Cross (outro personagem marcante do autor), também acho que você vai estranhar um pouquinho esse universo novo do sobrenatural envolvendo crianças.

O livro começa nos apresentando a um grupo de crianças (sim, porque o mais velho membro do grupo tem 14 anos) que tem caracteristicas bem peculiares, para começar eles moram sozinhos, são bagunceiros, não vão a escola regular, não sabem quem são seus pais, eles não são irmãos, a aparência deles já é mais adulta que adolescente apesar do que a biologia diz, e a sim...mais um detalhe besta, eles tem asas com pena e tudo. 

Depois de ler esse livro, passei a entender os fãs de James P. Ele escreve toda uma trama conspiratória, e não te dá o osso...ele te dá ´´as lascas`` e pede para você prestar atenção aos detalhes...entender a particularidade de cada personagem e depois ainda pede para você desvendar a conspiração e achar o corpo.

Os personagens desse livro não são para ser amados, nem o mais fofo deles, eles são para ser desvendados. Mas, não entendidos. Essa é a maior dica que posso dar para vocês, porque não dá para saber muito bemmmmmm quem é amigo e quem não é...aquela vozinha em sua cabeça pode dizer para confiar neles, mas é sempre bom desconfiar um pouquinho também.

Ao que tudo indica, vai ser uma série de livros, em que cada livro vai te dar pistas de quem são realmente cada um deles. Esse livro conta as pistas da personagem Angel, que é a menor de todos eles, ao que tudo indica ela tem 6 anos, e ainda conserva a aparência de uma criança por enquanto.

São 6 personagens principais, cada um com suas próprias perguntas, e dilemas, e são muito bem construidos. Fiquei estatica com a forma que o autor escreve, sem te deixar cansada e com vontade de jogar o livro pela janela.

Nesse livro você vai conhecer e tentar desvendar:


- Maximum Ride, a protagonista de todas as histórias. Como? Ela é a líder do bando, e coordena todas as operações de resgate de informações. Sem especificações até agora precisas de suas aptidões particulares.

- Fang, ao que tudo indica ele vai ser o suporte dela, tanto em estratégia quanto emocionalmente. (ambos tem 14 anos, a diferença entre eles é meses...mas eles já tem uma aparência mais adulta). Sem especificações até agora precisas de suas aptidões particulares. Além dele parecer uma mistura de gótico com rockeiro. (adorei ele)

- Gasman, ou simplesmente Gazzy um garoto de 8 anos que tem sérios problemas de gazes matinais, e que consegue imitar perfeitamente qualquer som ou voz. Até agora estes são os principais especificações dele.

- Angel, irmã menor de Gazzy, ela tem 6 anos, e é a sub personagem principal, não dá para contar mais sobre ela porque aí viraria spoiller. Mas não se enganem com o rosto angelical dela. #DICA

- Nudge, é a típica priminha pentelha na fase dos porques...gente me irritei muito com ela durante o livro. E olha que tenho uma paciência de Jó. Além de ter o poder de irritar qualquer um, ela é uma enciclopédia ambulante.

- Iggi, ele é um personagem adorável, ele sabe cozinhar, é mais alto que a Max (ele tem 13 anos), tem muita paciência, ele quase é um gentleman. Seus super ´´poderes`` é que ele consegue quase conversar com as máquinas, tipo ele pode montar uma bomba com qualquer coisa, e o fato de ele ter sido cegado, nada atrapalha.

Eles embarcaram em uma missão para descobrir de onde vieram, quem manipulou o DNA deles, e quanto tempo de vida eles ainda tem. O livro pode ser um pouco confuso, mais faz parte do seu charme, e contar mais do que isso, vai ser um mega spoiller. Fica a super dica.


2 comentários:

  1. Bem, tive duas experiências com o James Patterson. Uma ótima (O Diário de Suzana Para Nicholas) e uma péssima (série Bruxos e Bruxas). Então, quero muito ter uma terceira pra ver qual é a dele mesmo. Gostei da premissa dessa série. Apesar de gostar que a maioria das respostas e mistérios sejam respondidos aos poucos, e não acumulados para serem respondidos apenas no último volume. Mesmo assim, quero dar uma conferida nessa nova série dele. As personagens me deixaram bem animado.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  2. Oi Anne,
    Não tenho nenhuma experiência com a escrita do James Patterson, mas sendo do selo #irado acredito que seja uma história maravilhosa. Gostei da dica, acho que vai facilitar a leitura. Embora seja uma série, quero muito ler Maximum Ride: Projeto Angel.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo