domingo, janeiro 18, 2015

Eu Li: Vermelho Como Sangue - Salla Simukka


 Título:
Vermelho Como Sangue
 Autora:
Salla Simukka
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | FNAC |Saraiva

No congelante inverno do Ártico, Lumikki Andersson encontra uma incrível quantidade de notas manchadas de vermelho, ainda úmidas, penduradas para secar no laboratório de fotografia da escola. Cédulas respingadas de sangue.
Aos 17 anos, Lumikki vive sozinha, longe de seus pais e do passado que deixou para trás. Em uma conceituada escola de arte, ela se concentra nos estudos, alheia aos flashes, à fofoca e às festinhas dominadas pelos garotos e garotas perfeitos.
Depois que se envolve sem querer no caso das cédulas sujas de sangue, Lumikki é arrastada por um turbilhão de eventos. Eventos que se mostram cada vez mais ameaçadores quando as provas apontam para policiais corruptos e para um traficante perigoso, conhecido pela brutalidade com que conduz os seus negócios.
Lumikki perde o controle sobre o mundo em que vive e descobre que esteve cega diante das forças que a puxavam para o fundo. Ela descobre também que o tempo está se esgotando. Quando o sangue mancha a neve, talvez seja tarde demais para salvar seus amigos. Ou a si mesma.
Gente, me amarota que eu fiquei passada com esse livro. Parece que uma manada de elefantes brancos como a neve passou na minha cabeça quando eu terminei de ler, em tempo recorde, 12h, o livro.

Vermelho como o sangue não tem nada em comum com os tipos de livros que estou acostumada a ler. E isso, por incrível que pareça, foi uma coisa boa. Salla Simukka, saiu direto da Finlândia para as páginas de um livro deverás intrigante. E é a primeira autora deste local que eu conscientemente leio!

Nossa #AMADA Novo Conceito classificou o livro dessa terrorista psicológica disfarçada de autora, mãe do livro "Vermelho como sangue" como suspense, drama e mistério, com três gotas de romance amargo. E GENTE FOI MUITO BOM! Com toda a certeza esse livro me fez começar o ano bem! E curou aquela ressaca nossa de cada mês!

Bem, passemos as primeiras impressões. Pelo título imaginei que fosse uma nova versão de uma história antiga. Mais enganada eu não poderia estar! Pois de branca de neve a Lumikki Anderson só tem o nome, sim, Lumikki é um nome, Russo, irlandês, da Finlândia? Não consegui descobrir no livro, para a Branca de neve. Recordo vagamente que a autora explica sobre o nome de Lumikki, só que eu me perdi um pouco na explicação com as demais coisas que aconteceram no livro, a autora colocou tantas outras línguas no livro, no decorrer da trama que, eu acabei me perdendo mesmo, então agora eu não lembro bem de onde vem o nome. E como estava com pressa para saber no que ia dar o ocorrido do livro, acabei não marcando páginas ou colocando post it na explicação. #SORRY

Então passemos a protagonista: Ela é uma garota que pode ser qualquer pessoa. Uma camaleoa nata que consegue se infiltrar e disfarçar nas situações mais perigosas possíveis. Tudo para tentar ajudar uma menina que ela prefere pensar como uma não amiga. Mas quem levaria um tiro de raspão por um não amigo?

Em boa parte do livro eu achei que na real, ela só estava no meio da bagunça para tentar sentir alguma coisa. Ela passou tanto tempo inside e outside da vida cotidiana que teve uma hora que ela percebeu que tudo ao seu redor e seus sentimentos estavam meio congelados pela neve! Então ela tenta...da forma mais perigosa possível, sentir! Sem se tornar aquelas viciadas em adrenalina.

Lumikki nada tem de fisicamente excepcional. Tudo de excepcional está na mente dela que funciona mais rápido em dedução e lógica que a maioria das pessoas da idade dela, e olha que ela só tem 17 anos. E por se destacar assim, ela foi tragada para o meio da bagunça alheia.

Pelo que tudo indica o ambiente da história é uma cidade Russa, com vários personagens de várias localidades, e com vários idiomas, achei isso interessante que a autora no meio do dialogo, indica que os personagens estavam falando tal língua, e tem muita gente mal encarada nesse livro, ou seja, podem se preparar para máfia, intrigas, mortes, mentiras, segredos e dinheiro. Muito dinheiro. Na verdade a história começa com uma bolsa cheia de dinheiro manchado de sangue, deixado no lugar errado, na hora errada.

Tudo o que Lumikki queria era ser invisível na escola de arte e ficar o mais longe possível de seus pais. Ela não queria ser bonita ou popular. Ao mesmo tempo que ela sabia absolutamente tudo sobre todos só de olhar para a pessoa ela já sabia muito. Ela lê as pessoas e os locais em que passa com muita facilidade. Penso que a agência do 007 está perdendo uma grande semente. E foi por esse talento e por entrar na sala errada na hora errada que ela se meteu no meio do tiroteio assim digamos.

O livro, na minha humilde opinião, foi bem escrito a diagramação também é um ponto positivo, apesar de ter achado uma ou outra palavrinha que passou equivocada no crivo da editora. A ambientação da história é um super ponto positivo, porque é inverno, tem florestas, sangue na neve, caçadas a noite, terrores noturnos, luta, sem ser horripilante e sim, tudo ao redor se torna suspeito.

A explicação da autora para o vilão mor, foi fantástica, eu realmente não esperava. E gostei! Assim como fiquei intrigada, achando que já conhecia o personagem de narrativas anteriores. Mas eis aí mais uma questão que a autora não deixou resolvida, e ainda deixou sua mente vagando, criando mil possibilidades. Gente, de onde essa autora saiu? O.o
 
Para ler este livro, sugiro que desde o início você esteja preparado para encarrar algumas verdades universais do livro, como:

- Todo mundo tem segredos nesse livro, sem exceções;

- Tudo está interligado;

- Tem montareis de pontas soltas, com as quais você não vai se importar;

- Ninguém é bonzinho!

- E não conte com finais felizes...

Por que a própria autora já diz que, para ser um conto de fadas com final feliz, a história teria que ter um começo diferente.

Então, descarte a sua ideia de o príncipe encantado vai aparecer em um cavalo branco e o gelo vai derreter, por que é capaz de o cavalo atolar na neve, e o príncipe aparecer como aliado da bruxa má!

A melhor descrição que achei do livro está na orelha inicial dele:

´´ Uma conspiração claustrofóbica.`` - Kirkus Reviews.

Eu totalmente concordo. E indico esse livro de boa!

Estou aguardando ansiosamente a continuação, que como colocou a Biah, pelos títulos já são arrepiantes.

Fica a arrepiante dica!


6 comentários:

  1. Fiquei bem interessada no livro há um bom tempo. Ainda mais sabendo sobre uma provável adaptação +/- de branca de neve. E olha que a esta é a primeira resenha que vejo com essa classificação. Vi gente jogando pau no livro. Lumikki parece uma protagonista bem interessante. E isso foi o que mais me deu curiosidade, por sua boa lógica e dedução. E também sobre os assassinatos. Pretendo ler.
    Abraços Anne,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  2. Estou lendo esse livro no momento e não estou gostando muito =/
    A personagem não está tão legal e a história também não, vamos ver se nos últimos capítulos melhora.

    ResponderExcluir
  3. Apesar de ter esse título, nunca iria conseguir fazer um link com algum conto de fada clássico. Pelo que vi, a atmosfera sombria dita o ritmo desse livro do começo ao fim. Confesso que me amarro em histórias assim. Certeza que vou ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Anne, confesso que mesmo o livro sendo bem curtinho, comecei a lê-lo e acabei por desistir. Ainda o lerei, mas na época que comecei, senti que não era o livro certo. O detalhe demais pra um livro curto, me desmotivou :/ pensei comigo, vish, não vai andar e enrolar até a última página. Adorei saber sua opinião, adorei a lista de verdades universais. hahaha

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  5. Só eu estou apaixonada pela capa desse livro?? E é série? Ainnn, why?!

    ResponderExcluir
  6. Kkkkkk, vi que alguém amou o livro. Parece ter um toque meio sombrio, afinal, uma terrorista psicológica como mamãe do livro não poderia resultar em outra coisa haha. Fiquei curiosa para ler esse livro e espero concordar que o 007 está perdendo haha.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo