quarta-feira, janeiro 14, 2015

Eu Li: A Outra Vida - Susanne Winnacker


Título:
A Outra Vida
Autor:
Susanne Winnacker
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

O mundo de Sherry — de uma hora para outra — mudou completamente. Por causa de um vírus muito contagioso, as pessoas que ela costumava conhecer, e quase todas as pessoas de sua cidade, Los Angeles, na Califórnia, se transformaram em mutantes assustadores.
Esses mutantes têm uma força excessiva, são ágeis, o corpo é coberto de pelos, eles lacrimejam um líquido imundo e… comem gente! Portanto, não há muito o que fazer — talvez tentar fugir — quando se encontra algum deles. A não ser que você tenha ao seu lado a força e a determinação de um jovem como Joshua.
Joshua perdeu uma irmã para os mutantes e sua raiva é tão grande que ele seria capaz de vingar todos aqueles que perderam alguém para as criaturas. No entanto, para que esta revanche aconteça, é preciso prudência. Afinal, até que ponto a disseminação deste vírus foi uma coisa realmente natural? Que poderosos interesses estão por trás desta devastação?
E será que Joshua e Sherry conseguirão ter a cautela necessária para lutar contra as criaturas justo agora que seus corações estão agitados pelo começo de uma paixão?


A outra vida é um livro de zumbis em um cenário pós-apocalíptico e que provavelmente apresentará uma grande inclinação para a distopia no decorrer da série. A outra vida é como os sobreviventes da doença que transformou seres humanos normais em zumbis chamam o modo de vida que levavam antes de tudo isso acontecer.

Sherry, de 15 anos, é uma dessas sobreviventes. Ela e sua família estão há três anos e alguns meses escondidos em um abrigo antibomba no porão de sua casa. Logo no começo eles recebiam mensagens dos militares falando sobres os progressos em deter as pessoas contaminadas, mas depois de um tempo os avisos começaram a ser repetidos e por fim pararam totalmente de acontecer, junto com o rádio, que parou de funcionar. Mas o estopim para o início da história que acompanhamos é a falta de comida. Os planos do pai de Sherry era que a comida estocada fosse durar quatro anos, mas faltando vários meses para o fim desse prazo a comida já acabou, e o único jeito é sair do esconderijo.

Sherry e o pai de aventuram pelo bairro, e na visita a um supermercado abandonado eles se deparam com alguns zumbis, muito mais fortes e rápidos que eles. Sherry é salva por um rapaz que nunca viu antes e que parece ter experiência em matar, mas seu pai acaba sendo capturado por um zumbi. Na busca pelo pai de Sherry, ela e
Joshua vão enfrentar muitos zumbis, descobrir segredos, e também se apaixonar. 

Eu não sou muito da vibe zumbis, não vejo The Walking Dead, não li os livros da série, e etc. Zumbis não me atraem, definitivamente, mas para tudo há uma primeira vez, e quando peguei A Outra Vida para ler pensei que essa seria minha chance começar. Bom, apesar de existirem zumbis na história eu não interpretei a trama como tendo o foco neles, e sim no por que da doença, o que foi feito ou não para curá-la, e qual a situação do mundo, tudo num caminho de questionamentos comuns em distopias, que eu adoro!

Não gostei muito da caracterização dos zumbis. Na verdade quase não houve caracterização deles, exceto o fato de parecerem estar sempre chorando, daí serem chamados Chorões, mas tirando isso não consegui construir nenhum imagem em minha cabeça que fosse assustadora ou marcante. Também achei que o romance entre os protagonistas aconteceu rápido demais. Num momento estavam lutando contra os chorões e no outro já apaixonados. Sou cética kkkkkkkk.

É um livro rápido de ler, de vocabulário simples, mas acho que devia ter sido um pouco mais assustador, com cenas mais violentas. É isso que eu espero de zumbis, anyway, e esperava sair da minha zona de conforto com esse livro e vivenciar algo bem tenso mesmo. Mas hey, é um livro infanto-juvenil, então não dava para exagerar no terror né? Mas é bom para quem não tem essa expectativa em relação ao livro, pois vai gostar dessa introdução ao um mundo modificado pela doença e começar a se questionar, junto com os personagens, sobre o que há por trás e o que os espera nos próximos livros.

Bom :)

5 comentários:

  1. Pela capa, nunca mesmo que iria imaginar este tipo de enredo. Parece mais aqueles de meninas malvadas. Acho que nas partes que acaba a comida, eles devem ficar bem tensos. E imagino o leitor também. Logo que ouvi falar desse rapaz que salva Sherry, fiquei ainda mais curiosa. Mas Bianne, the walking dead tem o rumo diferente dos do livro. O diretor não vai seguir o "sono" de Rick. Eu amo de coração a série. Adrenalina e sobrevivência. É incrível *-*. Personagens atores legais, Daryl ♥. Enfim, voltando ao livro. E realmente, a doença é mais pra coisa principal, o motivo de tudo isso. Zumbis chorões ninguém merece. Acho que a autora no fim, fez as coisas muito rápido, repentino e fica chato, aquela coisa que poderia ser legal, é mudada e fica monótono. De livros assim, todos esperam o terror. Mas nem sempre acontece.
    Beijos Bianne,
    ThayQ.
    leituras-insanas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Bianne,
    Não sou apaixonada por livros de zumbis O.o
    E mesmo sendo um infanto juvenil com terror leve, não me senti interessada em lê-lo hehe.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  3. Eu como fã de zumbis que sou, confesso que amei esse livro. Sério, embora não seja lá muito difícil de entender o que vai acontecer na cena seguinte, curti muito o visual da trama, a descrição dos ambientes e cenas... e alguns personagens em si.

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  4. Já eu me amarro bastante em zumbis. E concordo com você, esse livro tinha tudo para ser tenso do começo ao fim, mas me parece que ele não foi isso tudo não. Pelo menos a autora já deu uma bela introduzida nesse universo e espero que ela explore muito mais essa parte mais tensa da coisa.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Já li o livro e gostei bastante!
    Eu gosto do gênero e toda essa temática de zumbis me interessa. A história, os personagens e a forma como foi o final do livro me agradou bastante.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo