domingo, janeiro 18, 2015

Eu Li: O jeito que me olha - Bella Andre


Título:
O jeito que me olha
Autora:
Bella Andre
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | FNAC | Saraiva

Depois de construir uma sólida carreira como detetive particular - especializado em casos de infidelidade -, Rafe Sullivan perdeu a fé nas relações humanas. As únicas histórias de amor verdadeiro que conhece são a dos seus pais e as dos seus primos, que Vivem na Califórnia.
Quando Rafe precisa sair de Seattle para descansar e esfriar a cabeça, sua irmã, Mia, sugere uma temporada na cidadezinha onde a família costumava passar as férias de verão. No cenário de sua infância, Rafe reencontra Brooke Jansen, que, de garotinha doce e inocente, transformou-se em uma mulher de beleza incomum.
Nenhum dos dois consegue ignorar o clima de sedução, e é Brooke quem toma a iniciativa: ela propõe a Rafe um caso de verão, sem amarras nem cobranças. Rafe luta para convencê-la de que eles devem continuar sendo apenas amigos... embora ele mesmo não esteja 100% convencido disso.
He he he...~envergonhada~ caros leitores, passando para vos informar que eles estão de volta! Não é uma boyband americana pop dos anos 80 nem uma modinha antiga de calçar sapatos cada um de uma cor.

Estou falando deles, os mais bem-sucedidos, deliciosos e mais extenso grupo familiar da literatura hot contemporânea...sim....segurem as perucas que os Sullivans estão de volta.

Essa Bella Andre não vai com a minha cara, só pode! Não bastava a decepção que ela me causou no último livro onde eu REALMEMTE QUERIA encontrar um epílogo direcionado a matriarca Sullivam, agora ela publica as histórias da parte do clã que mora em Seatle. #MORRI

A boa notícia é que dessa vez são cinco irmãos (Na última foram oito): Mia, Raffe, Adam, Dylan e Ian (se preparem que esse último, quando sair o livro, provavelmente vou surtar mais, porque ele tá em Londres, e torço para que seja um romance londrino!) Eles são os primos da tropa de São Francisco.

A má notícia é que eles são tão ou mais apetitosos, estilosos e intrigantes quando os primos. Ou seja, ainda vou correr atrás desses livros para completar a minha coleção e ainda vão arrancar muitos suspiros meus, shippagens e resenhas, me aguardem!

Como já mencionei, anteriormente, no epílogo da saga anterior, o nosso queridinho da vez, já estava presente no fim da história da mazinha! Estamos falando do detetive particular sarado e encucado com tudo, o primo Raffe!

Para quem já leu os livros ou resenhas anteriores minhas sobre os livros anteriores, por certo sabe que estamos falando de livros que tem um cunho hot até a última página, e apesar que você conseguir ler eles independentemente um do outro, sugiro que você siga a ordem e vá se apaixonando aos poucos. Degustando com uma colherzinha de chá. Lógico que para começar com essa nova etapa da Bella, você não precisa ler a etapa anterior...aaaaaaaaaaaaaa...mas vai lá...compra, empresta, baixa, sei lá...apesar de hot, eles são livros engraçadinhos.

Na saga parte um da família Sullivam, podemos ver o contexto externo, muito desfocado, e de pouca interferência. Como já li os anteriores, consegui sentir uma mudancinha significante no livro ``O jeito que me olha``, não sei dizer agora se ocorreu devido ser o primeiro dessa fase, ou se houve um amadurecimento da autora. Prefiro crer que foi o segundo caso. Não que eu não tenha gostado dos anteriores, masssss, e sempre tem um masssss...tem uma hora que dá para cansar um pouquinho de ler várias cenas quentes sequencialmente. Quem sou eu para reclamar de 10 páginas seguidas de um mesmo ato...kkk... pode acontecer!

Na história de raffe, podemos encontrar um homem na faixa dos 30 anos, que trabalha de forma bem-sucedida com casos de traição, então podemos encontrar um personagem muito neurado com trabalho e vida pessoal. E ele teve que aprender de forma trágica, que onde se ganha o pão, não se come a carne. Também podemos encontrar um personagem que tem dificuldade de confiar nas pessoas, e apesar de ter pais que são o exemplo vivo de que ´´e viveram felizes para sempre´´ pode acontecer...ele não sabe nem definir o que é o amor.

Essa parte do clã, apesar de bem-sucedidos hoje, tiveram um início meio puxado, quando seus pais passaram por complicações financeiras. No sentido de terem posses um dia e no outro não. Então eles são muito unidos, mas hoje eles dão um megassuporte para os pais que continua sendo um casal muito apaixonado, e com esse pensamento o Raffe comprou de volta uma casa no lago que era deles na infância. E isso não é spoiller, porque está na capa do livro.

Mia convence o irmãozinho neurado a dar um tempo na casa nova deles, para ver se ele esfria a cabeça, na minha opinião ele foi para lá esquentar a cabeça em muito sentidos diferentes.

Por que lá, além das lembranças de uma infância feliz, ele também encontra a Brooke que é a vizinha fofa e inocente que foi sempre protegida por todos. Só que ela já não é tão fofa assim…ela está mais para a personificação de todos os sonhos mais assanhados do moço.

A Brooke coitada, é vista pela cidade como a boa moça que vive no lago que trabalha fazendo trufas dos deuses e que é estupidamente fofa e angelical. Só a Brooke não se vê assim. Um dos grandes desejos dela é se tornar selvagem, especificamente como o nosso detetive que amadureceu de um jeito muito apetitoso, e se coberto de chocolate fica irresistível.

Gente, eu ri muito da Brooke tentando atiçar o seu lado selvagem, e deixar sua imagem de boa moça de lado. Em parte eu até entendo ela, porque vira e mexe algum amigo meu também fica nessa de dizer que sou fofa, inocente e essas coisas aí...kkkk... as vezes é engraçado mais tem hora que enche! ^^ kkkk...então EM UMA PEQUENA parte eu vi um pouco de mm na Brooke...aí quando chegou a parte do selvagem...nós não compartilhamos esse momento! Kkkkkkkkkkk Eu adorei a Brooke, por que ela dobrou o Raffe sem deixar de ser ela mesma. E ela tem as coisas bem claras em mente. O que é um ponto muito positivo para ela também, porque o moço dá um trabalhoooooooooooooo...kkk...enfim.

Um dos pontos que mais gostei, e saí quicando na cama, foi quando o raffe fala com a Soph e ela conta por altos como estão o Jack, os gêmeos e ela...pois o livro dela é o meu favorito da saga anterior. Ao que tudo indica eles estarão presentes no próximo livro.
 
È uma leitura gostosa, fácil e rapidinha...digna de arrancar muito sorrisos seus a qualquer tarde dessas aí!

P.s: E ao fim dessa resenha, acabei descobrindo que SIMMMMMM a linda da Novo Conceito já lançou o livro da matriarca da família Sullivan de São Francisco.

Até assustei a Biah, quando eu corri no grupo das Garotas pai d'eguas (o plural é assim gente? o.O) e saí desesperadamente, implorando pelo livro.

Aaaaaaaaaaaaaaaaa...feliz feliz...agora me despeço com um largo sorriso no rosto de contentamento!

Me aguardem, pois logo que possível vou resenhar esse também para o blog....Muahhhhhhhh!

Ficam as dicas!


5 comentários:

  1. Adorei. Li em ebook e praticamente toda a série dos irmãos e primos Sullivans, são incríveis. Foi legal ver que tu se viu um pouco na personagem. Na maioria das vezes, vemos mesmo alguns pontos característicos. Os lugares que ela escolhe para os romances são bem legais. Uma pena ter se decepcionado com alguns deles. Raffe é incrível, mas não chega nem perto de Marcos e nem Smith ♥.
    Abraços Anne,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  2. Só falta esse livro para ler da série =)
    Gostei de todos os outros livros, acho os personagens tão cativantes!
    Espero gostar desse volume também, parece um ótimo romance!

    ResponderExcluir
  3. Não sei o que acontece comigo, mas não gosto de séries muito longas, mesmo como essas em que não é necessário ler todos em sequência para conseguir entender a história. Acho que as cenas tendem a ficar cada vez mais parecidas. Enfim, se a Bella Andre continua encantando os leitores com seu clã Sullivan, seja ele de São Francisco, ou de Seatle, que continue.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Olha, ter irmãos perfeitos e lindos... já é quase o impossível...agora ter primos? hahahaha sei não, a fórmula bella andre... lida em sequência pode causar diabetes. hahaha é muita doçura pra uma série só hahaha

    beijos,

    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  5. Oi Anne,
    Haha, amou a família hein? Pela descrição vi que são lindos e os primos ainda mais rsrs, MAS tenho preguiça de começar essa série, mesmo sabendo que os livros são independentes gosto de ler todos. Para quem curte a série, o livro sobre a matriarca da família de São Francisco, deve ser maravilhoso.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo