quarta-feira, dezembro 03, 2014

Eu Li: Santuário - Desaparecidos #4 - Meg Cabot


Título:
Santuário
Autora:
Meg Cabot
Editora:
Galera
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC


Jess Mastriani, conhecida como a Garota Relâmpago, é capaz de encontrar pessoas desaparecidas. Quando atos de vandalismo começam a ocorrer e seu vizinho é encontrado morto em circunstâncias muito violentas em um milharal, ela se vê no meio de um plano muito perigoso. Jess terá que engolir o orgulho e juntar forças com o FBI para entrar no santuário de arruaceiros capazes de cometer as maiores atrocidades em nome de seus preconceitos.

Esse quarto volume da série é o mais tenso de todos. Apesar de ser uma série juvenil e ter se mostrado bem fiel a esse principio durante os três primeiros volumes, nesse livro a autora aborda um tema mais pesado: assassinatos movidos pelo preconceito.

Claro, não é uma história voltada para o debate sobre o assunto, mas a inclusão desse assunto na série foi bem vinda. Ela não criou todo um discurso moral em cima da historia, mas conseguiu mostrar um pouco do que o preconceito é capaz de fazer, como machucar pessoas inocentes e destruir família.

Nesse penúltimo livro um vizinho de Jess é encontrado morto em um milharal e tem um estranho símbolo pichado em seu peito. Jess não reconhece o símbolo, mas fica com ele na cabeça até reconhecê-lo pichado nas lápides destruídas de um cemitério judeu, e aí começa a fazer ligações entre os dois crimes. Porém, para fazer justiça, ela terá ajuda do FBI, o que pode fazê-la dever favores para pessoas que têm interesses muito particulares por ela. Mas Jess quer sempre salvar todo mundo, não importa o que. 

Com um desenvolvimento de roer as unhas, esse é o mais alucinante de todos. Jess realmente fica em perigo e ainda coloca outras pessoas em perigo, como Rob. Cara, eles resolvem invadir o quartel general da gangue. Tipo, suicídio!

Esse é um livro divisor de águas para a personagem de Jess. Muitas coisas que acontecem influenciam grandemente o quinto e último livro, Missing You. Sua relação com a mãe, com sua habilidade, com o FBI, com seus amigos e principalmente com Rob. Ah, Rob, sempre catapultado para as aventuras de Jess, simplesmente por não poder correr o risco de ela se machucar sem ele por perto para ajudar. Seria muito bom se ele admitisse seus sentimentos por ela, mas aí é exigir muito do pobre, e todos podem perceber, de qualquer maneira rsrs.

Como sempre fiquei presa à história como se ela fosse fugir caso eu não terminasse de ler logo. Adoro os personagens e Rob é mais um amorzinho literário. Muitas aventuras te esperam em mais essa série da Meg. 

4,5

2 comentários:

  1. Que bonita a capa. Jess? morto? nossa é bem suspense este e com esse crime rolando solto.
    percebi um relevo de romance também, que já me animou ainda mais. Essa garota relâmpago é um mistério para mim. Gostei da sinopse e resenha, me interessei no livro.
    Beijos Bianne,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  2. Oi,

    Nem posso ler a resenha, spoilers. #Chateada
    Quero muito ler mais livros da Meg, só me falta o dinheiro. kkk'
    Sua nota me anima com a leitura.

    Beijos.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo