quinta-feira, novembro 06, 2014

Eu Li: Ser Feliz É Assim - Jennifer E. Smith


Título:
Ser Feliz é Assim
Autora:
Jennifer E. Smith
Editora:
Galera Record
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

A vida — assim como o amor — é cheia de conexões inesperadas e enganos oportunos. Uma ligeira mudança no curso pode gerar consequências surpreendentes. Afinal, às vezes, o desvio, o atalho é o verdadeiro caminho. A estrada que deveríamos ter escolhido desde sempre... Se pelo menos tivéssemos a coragem de fazer do coração nossa bússola.
Graham Larkin e Ellie O'Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores... Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica.
Mas, mesmo sem aparentemente nada em comum, os dois acabam se conhecendo — ainda que virtualmente — quando Graham envia a Ellie, por engano, um e-mail falando sobre o porco de estimação Wilbur. Esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual entre os dois, embora não saibam nem o nome um do outro. Os dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos.
Então Graham agarra a chance de passar tempo filmando na pequena cidade onde Ellie mora, e o relacionamento virtual ganha contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Será que o amor é capaz de vencer — mesmo — qualquer obstáculo? E mais importante... é possível separar ilusão de realidade quando o coração está em jogo?


Tudo começou com um engano. Um e-mail certo enviado para a pessoa errada, que teve a gentileza de responder e acabou dando inicio a uma troca de e-mails entre duas pessoas desconhecidas uma da outra, de estados e modos de vida diferentes - não que elas soubessem disso a principio - e que deu origem a uma história fofa e cativante. *suspiros*

Graham é um astro de cinema que vive cercado pela impressa e tem uma agenda de compromissos lotada. Ellie é uma garota do interior que sempre viveu escondida para fugir de um escandalo do passado. Seria muito improvável que os caminhos dos dois viessem a se encontrar neste mundo tão grande, mas no dia em que Graham envia um e-mail enganado para Ellie, falando sobre seu porco de estimação chamado Wilbur, a vida dos dois começa a mudar. Uma grande amizade - e não vamos esquecer da paquera - vai surgindo da troca de e-mails, aguardados com expectativa todos os dias. É Graham quem decide se aproximar fisicamente quando tem a oportunidade de gravar seu próximo filme na cidade onde Ellie mora, e daí em diante é uma mistura de fofura, romance, dúvidas, medos, suspiros, dramas e decisões.

A autora mais uma vez não me decepcionou. Tudo na história é cativante e eu fui conquistada do momento em que vi que havia um porco de estimação (e não um cachorro ou gato) até a última página. 

A maioria de nós pensa que ser famoso é o máximo. Poder entrar em todos os lugares, ser reconhecido, ter dinheiro e muito admiradores deve ser o máximo dos máximos! A autora foi muito sensível em explorar, mesmo que de maneira não muito profunda, o outro lado da história, o lado de um jovem que gosta do que faz mas que gostaria de ter paz e sossego também, que não entende a fascinação de alguns por saber da vida dos outros. 

A autora trata muito sobre o crescer, sobre tomar decisões dificeis. Graham foi catapultado para a fama depois de um filme de bruxos famoso (YAY!) e acabou largando a escola e embarcando na vida agitada de um astro de cinema, e apesar dos pesares, gosta do que faz. Porém isso tudo o afastou de sua pacata família, que tinha outros planos para ele, e que ainda espera que tudo isso de ser famoso seja passageiro. Ele precisou tomar decisões que tiveram consequências, e que doem as vezes. Já Ellie sempre foi mantida escondida e protegida de tudo que pudesse levá-la ao contato com a imprensa, mas ela quer alçar voo, quer conforntar seu passado, quer viver sem medo, mas também não quer prejudicar sua mãe. Se apaixonar por Graham coloca em risco tudo que sua mãe lutou para construir, mas estamos falando da vida de Ellie, certo? É ela quem tem que decidir, não é? Mas e as pessoas que ela ama? Há muito em jogo. 

É o cruzar dos caminhos de Graham e Ellie que acompanhamos durante o livro. Seus desejos, decisões, sacrificios, a euforia do primeiro amor. Seus beijos e momentos para lá de fofos, e tudo envolto em uma aura de calmaria, simplicidade, não sei direito, típica de interior. Amo o modo como a Jennifer escreve porque dá para sentir tudo isso, até a brisa do mar que envolve a cidade, se bobear. 

Não há muito personagens na história, sendo poucos que realmente interessam, entre eles alguns secundários e os protagonistas. Eu gostei muito disso porque a autora não deixou de explicar a importância deles na vida de Graham e Ellie, mas também não "perdeu tempo" em situações e persoangens que não eram o foco da história. 

Quem está precisando sair da ressaca literária, ou simplesmente está na vibe de um romance adolescente fofo e não-posso-parar-de-ler-agora, fica a dica. Eu terminei ele tão rápido que lamentei muito o livro ter acabado. A autora também não explorou muito o "depois", deixando a sensação de que depois do final é que a história feliz ia reamente começar, que ainda tinha muito para acontecer, mas entendo. Como ela colocou várias vezes durante o livro, a felicidade está em todo lugar, nas sensações, nos amigos, em pequenos e grandes acontecimentos, e na continua busca por ela.




11 comentários:

  1. Sempre gosto de histórias que envolvem emails enviados para a pessoa errada. rs
    Geralmente, são livros bem fofos e super românticos.
    Como você bem disse, essa questão da fama deve ser complicada para quem vive. Nem tudo são flores e, no final das contas, o famoso é um ser humano como qualquer outro. Achei bacana a autora ter sido sensível na abordagem disso.
    Obrigada pela dica. Esse livro, com certeza, vai para a wishlist.
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Ah, que adorável! Acho que depois de tanto "Gone" (ai, Michael Grant) estou necessitada de um livro desse nipe. Já me vejo sorrindo marotamente pela casa. Amei a resenha e: já quero! <3

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei o outro livro desta autora, mas é uma pena neste ela ter se perdido um pouco..é o que parece.
    Mas você comenta que o garoto é um fofo e quero le lo, para saber mais dele, vamos torcer para nos proximos livros ser bem melhore que este, pois a escrita da autora é muito bos.
    beijos.

    ResponderExcluir
  4. Amei a história, parece ser um romance bem fofo, que bom que a autora não lhe decepcionou, e eu mesma só pela resenha vi bastante criatividade e originalidade na temática. Ellie parece ser uma personagem bem meiga e que com certeza Graham se apaixonara por ela.
    Muito bonitinha a capa bem colorida e trás um bom estar.
    Beijos Bianne, até mais.
    ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  5. Hello,

    Essa e a segunda resenha que leio deste livro e ainda não me decidi se irei comprar ou não. Quero muito ler algo da Jennifer E. Smith, mas ainda não sei. A capa desse livro é bem fofa e gosto disso de colocar um famoso com a desconhecida. Parece ser uma leitura bem leve e prazerosa. Vou ler mais algumas resenhas e me decidir depois do que fazer.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. A temática parece ser bem leve e descontraída, mas é um livro que não despertou muito o meu interesse, quem sabe em uma bela ressaca literária? Mas por hora é uma leitura que não pretendo fazer.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  7. Cara, a sinopse já me fascinou! E ando precisando mesmo de ler um livro de romance fofinho. Se a resenha já é bem descontraída, imagino o livro!

    ResponderExcluir
  8. Nossa o livro parece ser ótimo, troca de e-mail que começa por engano e romance fofo entre famoso e pessoa normal, já gostei, fiquei doida pra ler esse livro.

    ResponderExcluir
  9. Antes de ler a sinopse já sabia que queria ler esse livro por apenas um motivo.. a escrita da Jennifer E. Smith. Li outro livro dela e ela me emocionou tão fácil que quando soube do lançamento já coloquei nos desejados. E essa parece ser uma ótima história. Quero pra ontem!

    ResponderExcluir
  10. Esse é um daqueles casos que a paixão começa pela capa e, a cada resenha que vc vai lendo, fica mais apaixonada e mais louquinha para ler!

    ResponderExcluir
  11. Amei a história, já li um livro mais ou menos parecido onde uma troca de emails acaba fazendo os personagens se conhecerem e se apaixonarem, ainda não li nenhum livro da autora mas esse me parece ser ótimo. Eu estou com uma ressaca literária terrível e acho que esse livro pode ajudar, vou tentar comprar ele o mais rápido possível.
    Beijos

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo