quinta-feira, novembro 20, 2014

Eu Li: Bidu: Caminhos - Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho

 Título:
Bidu - Caminhos
Autores:
Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho
Editora:
Panini Comics
Onde Comprar:
Saraiva | Submarino | FNAC


Em Bidu – Caminhos, os autores Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho reimaginam a forma como Bidu e Franjinha, os dois primeiros personagens criados por Mauricio de Sousa, se tornaram melhores amigos. Uma aventura cheia de problemas, surras, desvios de rota, chuva, cachorros, decisões difíceis e ternura.
Uma reinterpretação de personagens do quadrinhista brasileiro de maior sucesso, sob a ótica de novos autores dos quadrinhos nacionais. (Samir Naliato - Universo Hq)


Oi gente, voltei!

Nessa minha volta, temos uma tarefa difícil novamente. Resenhar HQ's. Na minha humilde opinião é difícil SIM resenhar HQ´s porque é como pedir que uma obra de arte seja descrita em palavras, e as vezes isso é meio que dispensável, a obra fala pela obra. E no caso de Bidu, ainda mais, pois que uma das principais características dessa HQ em especial, é que digamos que 40%  da histria é contada por diálogos entre cachorros, e os mesmos não falam.

Você já parou para pensar em como são os pedidos do seus cachorro? kkkk...Adorei a forma criativa que os autores deram para essa interação do Bidu com os demais personagens, demonstrando o que o mesmo quer, e pensa, sem deixar sua característica primaria, ele é um cachorro!

Ou também já parou para pensar como o seu cachorro pensa/lembra do cotidiano de vocês? Essas são algumas dos meus quadrinhos favoritos, na verdade a HQ toda passou a ser a minha favorita dentre os lançamentos da Graphic MSP.



A obra de arte de hoje só poderia ser descrita como: esteticamente linda, historicamente sensível e completamente apaixonante. Sim, estou falando dessa HQ, que tive de emprestar da Bianne, porque simplesmente nas livrarias e bancas em que procurei estava esgotada, e eu ainda não consegui a minha (que trágico). A primeira HQ a ser lançada no segundo ciclo de revistas pelo selo Graphic MSP: Bidu.

Diferentemente de Laços (a outra HQ desse selo que eu resenhei) onde eu consegui diferenciar onde tinha os traços da Lu e onde estavam os do Victor, em Bidu - Caminhos, eu não consegui distinguir os artistas em foque. Outra coisa interessante para se ter em mente quando ler essa HQ é: você sabia que Bidu foi o primeiro personagem de Maurício de Souza? Pois é, eu também não sabia! Tendo em foco isso, você vai ser remetido ao início dessa estrategicamente traçada amizade. 

Depois de levar uma vida de cão, literalmente, Bidu começa a se questionar, do jeito dele, como é a vida dele. Olha para os lados e encontra corações ligados entre cachorros e seus donos. E ele? Por que não? O que tem de errado? Por que continuará correndo? Sofrendo? Preso? "Por que não eu?" E Tendo que se meter em brigas e alianças contra a sua vontade para continuar sua jornada.


Enquanto isso, em uma casa simples em Limoeiro, um engenhoso garoto chega a conclusão óbvia de que ele precisa de um cachorro. Para um brilhante gênio, é necessário um fiel escudeiro. Um parceiro para compartilhar suas criações.

Um outro ponto forte do HQ, é que ele todo é em tons pasteis, os autores tiveram até a consideração de não usarem muitos traços pretos na história, o que deu um contexto todo diferente.

A história é sobre o inicio de uma amizade, talhada na infância entre um garotinho muito esperto e um cachorrinho danado. Nessa história também tem uma linda explicação do porque o Bidu se chamar assim, e posso dizer que esse nome já tinha sido traçado há muito tempo atrás.

Com a participação especial de outros personagens da turminha, os caminhos separados de Franjinha e Bidu vão se cruzar em uma armadilha da vida, e enfim vão reconhecer um no outro a peça que esta faltando.

Se depois de todo esse meu derretimento nessa resenha ainda não convenci você a ler esse HQ, eu sinceramente não sei o que fazer! TT.TT.

Mas do fundo do meu coração, eu deixo essa linda dica para vocês.

Tem que ler!

4 comentários:

  1. Gente, que amor!!! Adorei. A arte está linda também.
    Nunca pensei nessas questões.. aliás, cachorro tem essa consciência!? rs
    Mas achei muito fofo e divertido. E fiquei curiosa para saber o motivo do nome Bidu.
    Estou encantada!!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Bem bonitinho, infelizmente não tenho um cãozinho :\, já pensei e realmente sabia que cachorros tem muitos sentidos.
    Achei linda a edição dos quadrinhos, Bidu é fofo demais!
    Beijos Anne, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Anne.

    Realmente uma obra de arte é difícil. Eu tive um cachorro que ficou comigo durante 11 anos, e depois que ele faleceu eu nunca mais quis ter um. Ele era uma pessoa, a gente realmente se entendia. Adorei as imagens postadas! Muitas pessoas estão me falando que deveria dar HQ pro meu sobrinho de 7 anos, irei procurar do Bidu nesse domingo na Bienal de Minas e trazer pra ele. Pro meu irmão um Mangá, mas ele ainda vai me falar o nome.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Sempre fui apaixonada pelo Bidu. É tão fofinho. E pelo que vi aqui o HQ está demais. Adoraria ler este quadrinho e relembrar meus tempos quando não perdia uma revistinha dessa turminha.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo