segunda-feira, outubro 06, 2014

Eu Li: Tempo de Mudanças - Lisa Jewell



Título:
Tempo De Mudanças
Autora:
Lisa Jewell
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC




Em um hospital em Bury St Edmunds, Daniel Blanchard está morrendo. A amiga Maggie May é sua companheira nesta jornada até o fim: senta-se ao seu lado todos os dias, segurando-lhe a mão e ouvindo histórias de sua vida, seus arrependimentos e seus segredos: os filhos que nunca conheceu e que, provavelmente, nunca conhecerá.
Lydia, Dean e Robyn não conhecem o pai e também não se conhecem. Ainda... Todos eles estão passando por uma fase de mudanças e de dificuldades: Lydia carrega as cicatrizes de uma infância traumática e, embora seja rica e bem-sucedida, sua vida é solitária e confusa. Dean é um jovem sobrecarregado por uma responsabilidade imprevista, cuja vida está indo para lugar nenhum. E Robyn começou a faculdade de medicina, mas sente que alguma coisa não está certa.
Três jovens com histórias muito diferentes, mas que se sentem igualmente perdidos e à procura de alguma coisa, como se faltasse um elo para dar sentido às suas vidas.
E então, quando eles percebem que seus caminhos estão se cruzando, tudo começa a mudar...

Oi gente, voltamos as descobertas literárias no rol de livros da editora Novo Conceito.

Lembro de já ter resenhado para este blog outras descobertas, tais como: Os Adoráveis, Segredos Revelados e Adeus a inocência, #CHEGOU PRA MIM mais um desses livros tensos e instigantes, que de romance só tem o titulo do gênero, se bem que eu discordo desse titulo.

Hoje temos o prazer de conhecer um pouco de uma das obras da escritora londrina (a escrito de Os Adoráveis também era britânica) Lisa Jewell. Ela se formou em artes e moda, e tem vários romances publicados, mas o que estamos para entrar em contato é o livro Tempo de Mudanças.

Tempo de mudanças é um daqueles livros que não tem um personagem principal, É principalmente narrado por Lydia, Dean e Robyn, três pessoas que não tem nada a ver um com outro, não poderiam ser mais diferentes entre si, com um único ponto em comum: nenhum deles conheceu seu pai biológico.

Lydia, é uma mulher de seus quase trinta anos, sempre gostou de química e física na escola, e devido a sua alergia/trauma ao cheiro das tintas, resolveu criar um composto que anularia o cheiro forte da tinta. Ficou rica por causa disso, vendendo a fórmula do composto, e posteriormente se tornando uma requisitada consultora industrial. A infância dela foi marcada por violência e maus tratos de seu "pai", após a morte estranha de sua mãe. E podemos dizer que os mistérios que rondam ela são bemmmmmmmmmm mais complicados que isso.

Dean, é um jovem adulto de vinte e poucos anos que é super-relaxado com sua vida. Acabou engravidando sua namorada, que acabou se mostrando ser uma megera indomada e repressora. Ele viveu muito tempo com sua mãe que não acredita que ele vai chegar em algum lugar, e para se distrair das duas mulhres ele usa drogas. Durante uma dessas "curtidas bizarras" dele, sua namorada entra em trabalho de parto precoce, e tudo na vida dele começa a desmoronar, e a única coisa que ele quer é fugir, e se entorpecer para não sentir. Ele só está se afogando na correnteza de sua vida, dia após dia.

Robyn, é a garota perfeita de sua cidade, cobiçada, inteligente sem esforço, egoísta ao extremo, e requisitada. A garotinha perfeita completou seus 18 anos, se livrando de uma coisa que empatava sua vida, sua virgindade! Apesar de não ter sido tudo isso, ela riscou esse item de sua lista e seguiu em frente com sua partida para a universidade para cursar o curso de medicina. Meses depois ela começa a se questionar: será que era tão inteligente assim? Vou conseguir me tornar uma pediatra? Será que eu realmente me conheço? Sair de minha cidadezinha onde todos me veneravam foi uma boa ideia?

Uma mulher rica e sozinha, um viciado perdido, e uma egoísta frustrada. Não tinha como eles serem mais diferentes um do outro, então você pode perguntar: por que a autora colocou eles juntos em uma história?

Eles dentre tantas características, tem dois pontos em comum:

1 – suas aparências físicas, esbeltos, muito brancos, com olhos expressivos e cabelos negros como a noite;
2 – e seu pai biológico.

Sim, você leu corretamente. Eles são filhos do mesmo pai, ou doador para ser mais precisa. As mães deles foram a um banco de esperma e fizeram inseminação artificial. E eles são todos meios-irmãos. O livro tem dois enfoques: o primeiro é desvendar alguns mistérios que rondam cada um deles; e o segundo é a procura de Lydia por outros irmãos, pois segundo consta ela possivelmente tem 3 irmãos, dois meninos e uma menina.

O livro é muito tenso e intrigante, levei aproximadamente 2 meses para digerir a história e sentar para escrever. Quando encontramos algum livro sobre esse tema, inseminação artificial, é mais comum histórias sobre o ponto de vista do doador, mais esse livro foi diferente, pois contou a história dos frutos do ato.

Não chega a ser spoiler, porque está na capa do livro, mas eles encontram o pai doador, e o desfecho do livro não foi um conto de fadas, foi convincentemente real e possível. Eu achei o livro muito interessante, ele instiga você sobre os mistérios, quando no decorrer do livro a autora coloca um capítulo da mãe da Lydia, ou confunde você com os pensamentos de Robyn, e faz você ficar com ódio do Dean por ser covarde.

Para os fãs de histórias assim, que poderiam muito bem ser reais, fica a dica de um livro para ser degustado. Isso mesmo, leia um capítulo, pare, pense e reflita sobre ele para poder passar para o próximo, pois todo detalhe vai fazer a diferença no final.

Até a próxima :)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo