quarta-feira, outubro 08, 2014

Eu Li: Em Meus Pensamentos - Os Sullivans #8 - Bella Andre


Título:
Em Meus Pensamentos
Autora:
Bella Andre
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
FNAC | Submarino | Saraiva



Quantos de nós podemos contar com uma segunda chance? Grayson Tyler enfrentou uma tragédia três anos atrás. Agora, ele está recomeçando sua vida nas montanhas da Califórnia. Talvez a paisagem calma, com céu azul, mar e montanhas, o ajude a se esquecer do passado infeliz. Nesse refúgio, ele também deseja ser esquecido por todos que o fizeram sofrer.
A tranquilidade vai embora para sempre no dia em que a energia vibrante de Lori Sullivan invade a sua vida. Uma bailarina tão linda quanto impertinente, que não costuma levar desaforo para casa e não está nem um pouco interessada em agradar. O magnetismo entre os dois promete tirar, literalmente, o sossego de Grayson, mas o fazendeiro solitário não está disposto a baixar a guarda. Ele não vai deixar essa novata virar sua vida de cabeça para baixo

Acredito que em toda a série dos Sullivans, escrita pela Bella Andre, não foi possível achar um personagem mais surpreendente ou antagônico do que a Lori.

Isso mesmo, a resenha de hoje veio para falar sobre o fim (?) da saga da charmosa família Sullivan, no livro Em Meus Pensamentos.

Durante o desenrolar dos livros anteriores foi possível observar o mistério que cercava a Mazinha sobre um relacionamento secreto, onde só a Boazinha sabia a profundidade da encrenca que a Lori estava se metendo.

Quando enfim Lori resolve dar ouvidos ao que a Boazinha fala, e verificar algumas coisas sobre esse seu não relacionamento, o que ela conseguiu foi presenciar uma cena que por si só já dispensa explicações. E no meio de uma mega-apresentação nossa coreografa/bailarina foge de volta para casa. Mas como explicar para a família o que aconteceu, e encarar a Boazinha e dizer que todo o tempo ela estava certa?

Então no calor das emoções, Lori pergunta para a atendente da companhia de locação de carros o seguinte:

Se você pudesse estar em outro lugar agora, onde você estaria?

Prontamente Lori seguiu a dica da atendente, e foi parar nas montanhas da California, onde o shopping mall é o mais próximo que você pode encontrar de um shopping, e todos sempre se conheceram, e botas, fivelas e chapéus de caubóis são parte indispensável do vestuário.

É nessa comunidade pacata que o furacão Sullivan desembarca de salto agulha, um vestido/blusa de lantejoulas neon, maquiagem noturna e óculos de sol, dirigindo um carro alugado.

O que achei superengraçado é que a Lori se permite uma imersão total nessa vida comunitária, e uma das suas primeiras resoluções é encontrar um emprego que não tenha nada relacionado com a dança. A segunda resolução é não contar para sua família que ela está de volta a California, e a terceira é que tem que ficar longe de homens atraentes, dando uma pausa em sua vida amorosa.

No shopping mall ela acaba encontrando uma anuncio de emprego de serviços gerais em uma fazenda ali próximo. Ela sonda um pouco sobre o dono da fazenda com alguns moradores locais, mas nenhum deles descreveu a principal característica de Greyson, que ele é um caubói super sexy e carrancudo.

Ela chega a imaginar que vai encontrar um fazendeiro idoso, e de chapéu de palha, mas não é isso o que ela encontra. O coração dela assim como sua corrente sanguínea não estavam preparados para encarar um fazendeiro de quase 2 metros de altura, jeans justos, botas, e um tom de pele abençoado pelo sol e por horas de trabalho árduo.

Quando Greyson (gente eu odiei esse nome, não sei porque TT.TT) colocou o anúncio para recrutar um novo faz tudo, jamais imaginava encontrar em frente de sua casa uma mulher deslumbrante de saltos agulhas que dá muita margem para sua imaginação correr solta em dar um outro uso para eles, e uma blusa (não tinha como chamar aquilo de vestido) de lantejoulas, e ainda por cima ela estava lá atrás de emprego.

A graça do livro é imaginar quem vai ceder primeiro...kkk...as disputas deles são engraçadas sem serem eróticas, o que já é uma diferença gritante dos outros livros. As interações da Lori com os animais da fazenda também são engraçadas, tipo ela tinha que cuidar de porcos, então ela deu o nome de cada um de seus irmãos para os porquinhos de acordo com a "personalidade" dos porcos.

Ela também se apegou a uma gatinha que estava em estado terminal de câncer. E depois de tudo o que o Greyson faz para infernizar a vida dela, e que poderiam fazer mulheres chorarem ou sair batendo o pé, ela se acabou de chorar foi pela gatinha, e não pelo que ele fazia.

Lori acaba descobrindo um novo jeito de viver sua vida, e gosta muito da ideia de incluir Greyson nela. Gente, é um livro da Bella Andre, então não tem como deletar as cenas hot do livro. Elas estão presentes, mas assim como o livro da Sophie, este é diferente de algum jeito dos outros. O desfecho do livro é bem a cara do nosso caubói, kkk.

A autora no fim ainda deixou uma ponta solta sugerindo duas possíveis continuações para a série, ou derivações dela. Mas ainda assim ela conseguiu fechar de forma sútil a história LONGA desses irmãos. Eu gostei do final.

Até a próxima e abraços de urso.



Um comentário:

  1. Oi Bianne, tudo bom? Sou uma grande fã da Bella, gosto muito da forma que ela ecreve a história, nos fazendo se apaionar e as vezes ficarmos muito irritadas com certas moçinhas... eu gotei muito desse livro e assim como você me diverti vendo as disputas entre eles... Recomendo essa série...Além disso, eu gostei muito de sua resenha. Meus parabéns.

    bjs e fique com Deus

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo