#PENSANDOBEM: Romances de Banca.



Voltando ao meu amado teclado para escrever para o amado blog. Neste surto criativo, venho aqui compartilhar uma nova descoberta no mundo das viagens sem sair do lugar (vulgo: leituras) e questionar vocês, amigos, sobre opiniões, criticas, e compartilhar primeiras experiências.



Admito que há algum tempo atrás eu tinha um enorme preconceito com romances de banca, e até certo ponto nem os considerava livros (TT.TT Eu sei...me julguem!). Mas então uma amiga (sempre tem essas amigas, graças a Deus!) fez uma faxina em suas estantes (que existam mais faxinas assim...kkkk!) e perguntou as resenhistas desse blog se as mesmas estavam interessadas em adotar alguns novos ´´filhos``, dentre esses filhos, me encontrei adotando alguns nesse estilo popular literário.

Os que escolhi são bem característicos, literariamente falando, pois falam sobre romances envolvendo vampiros. Então me permiti começar a ler estes, e surpreendentemente eu adorei! A Barbara (a amiga que fez a faxina!) tem um gosto literário parecido com o meu, e a mesma disse que eu ia acabar me encantando com os mesmos. E foi o que aconteceu.

Gente, os que li, são muito engraçados, e sempre tem umas frases de efeito hilárias. Então, claro que o meu Tweeter ficou assim:



Ok, as capas desses romances de banca são ´´meio`` apelativas as vezes, por um lado é até estranho, mas olhando o lado positivo, dificilmente você vai comprar um romance de banca e errar no livro quando você olha a capa deles, pois a capa dos mesmos já te diz muitaaaaa coisa, como: se é histórico, logo você descobre em que período se passa, se é contemporâneo idem.

As histórias são curtas e sem rodeios, dá para devorá-los em uma viagem de ônibus durante o horário do hush.

#PENSANDOBEM sobre esses livros (sim, agora eu os considero livros mesmo!) resolvi ir pesquisar sobre o assunto, minhas perguntas foram as seguintes:

- Só são romances de época?
Não, tudo gira em torno do romance (eis porque o nome ´´romances de banca``) mas, há outros subtemas dentro desse as publicações, histórias familiares, contemporâneas, intrigantes, misteriosas, nórdicas, vampirescas, culinárias…e por ai vai!

- Só tem autoras que eu não conheço?
Não, há muitas autoras de nomes famosos nesse meio, que possuem fãs leais, mas há também as autoras que acabamos curtindo os livros, quando as mesmas publicam suas histórias através de editoras (como a Arqueiro e a Essência) sem saber que já foram romances de banca.

- Será que eles já viraram livros com uma diagramação melhor, maior, e publicados por editoras grandes?
Um Enorme Simmmmmmmmmmmmmmmmmm...e as autoras estão entre nós..kkkk

- Só tem romances de banca com essas capas altamente chamativas?
Sim e Não, como disse, depende do subtema abordado! Os fãs desses livrinhos engraçados, pelo nome das autoras já sabem o que vão encontrar (na maioria dos casos) nos romances.

E para concluir esse projeto de epifania nessa versão do #PENSANDOBEM vamos ver alguns dos romances de banca, e suas autoras que talvez conheçamos, mas, por suas versões de livrarias.

Susan Wiggis:













 Laura Lee Guhrke:


  
















Nora Roberts:


E para aqueles que gostam de adaptações de seus clássicos favoritos:




 Bem gente, espero que tenham gostado…fica a dica!


Assistente Social por amor a profissão, descobriu em 2013 uma nova paixão: ser blogueira literária. Desde então vem se apaixonando mais a cada novo livro lido. Descobriu através de Jose de Alencar e só reafirmou ao ler Jane Austen, que Romances de Época são imprescindíveis para a sua vida assim como respirar. Adora intercalar suas leituras com momentos em família, séries de tv, doramas, música, bujo, fotografia, saídas com amigos e seus cachorros lindos. Encontra na literatura uma forma de desbravar o mundo e fazer novos amigos.

Recomendado Para Você

Comentários